Adaptação de gatos em casas novas: 5 dicas infalíveis para ajudar seu pet!

Postado por PETZ, em Atualizado em Sep 8, 2021

Bem-Estar
Adaptação de gatos em casas novas: 5 dicas infalíveis para ajudar seu pet!
Tempo de leitura: 4 minutos

A adaptação de gatos em casas novas pode parecer um grande desafio. Afinal, os bichanos são conhecidos por sua personalidade forte! Porém, quando percebemos o comportamento dos felinos, entendendo seus hábitos e sua natureza, todo o processo de adaptação fica muito mais fácil. 

filhote de gato no colo da tutora

Seja porque você está mudando de espaço ou porque o peludo está chegando pela primeira vez em sua casa, sempre tem uma forma de ajudar seu pet! Quer aprender sobre adaptação de gatos em casas novas? Continue lendo e aprenda cinco dicas infalíveis! 

1. Tenha objetos do lar antigo

Se você está mudando de espaço, provavelmente está procurando inovar na decoração. Claro, mudar os móveis está permitido, mas, para seu pet, é importante manter os acessórios do lar antigo. Isso porque os felinos são extremamente olfativos.

É o que explica o Dr. Bruno Saito, médico-veterinário da Petz. “Manter objetos como caminha, bebedouro e comedouro na casa nova ajuda bastante na adaptação devido ao odor dos gatos, que está impregnado nos objetos”, comenta. Quando o peludo sente aquele cheiro familiar, fica mais seguro. 

“É como um pedacinho da antiga casa que está no local novo”, reforça o Dr. Bruno. Por isso, se você for mudar, separe uma caixa especial para os acessórios preferidos do seu pet. Eles ajudam — e muito — na adaptação de gatos em casas novas!

2. Evite o acesso à rua e previna fugas

Essa é uma das dicas para adaptação de gatos mais valiosa. Devido às características ancestrais dos felinos, os bichanos não se adaptam rapidamente a novos lugares. Isso porque, em um espaço desconhecido, seus instintos de predador falam mais alto. 

O peludo se sente inseguro e, por isso, quer voltar logo para um lugar conhecido. Nesse sentido, é fundamental que você previna as fugas nos primeiros dias.

Isso vale tanto para aqueles que estão mudando de casa como para quem está se perguntando como adaptar gato de rua. “O indicado é deixar o pet fechado dentro da casa para que não haja a fuga até ele se adaptar”, reforça o Dr. Bruno. 

3. Evite o estresse

Quem já mudou de casa sabe como é um processo estressante. E, como os bichanos são pets muito sensíveis, eles também sentem toda essa preocupação. Por isso, um passo importante da adaptação de gatos em casas novas é evitar estressar o peludo. 

Se você for mudar, tente empacotar os acessórios do seu amigo por último. Assim, ele se sentirá mais seguro no meio de toda a mudança. Já na casa nova, durante o “corre-corre” de caixas e pacotes, lembre-se do processo de adaptação de gatos e dê uma atenção especial ao seu peludo. 

“É importante deixá-lo em um ambiente calmo, sem barulhos e luzes em excesso”, afirma o Dr.  Bruno. Essa tranquilidade deve permanecer por alguns dias até que o pet se sinta mais confortável. Dessa forma, ele irá perceber que a mudança foi um processo rápido e que pode se sentir seguro em seu novo lar! 

gatinho brincando com arranhador

4. Invista em enriquecimento ambiental

Mesmo seguindo todos os passos de nosso guia sobre adaptação de gatos em casas novas, seu pet ainda irá se sentir um pouco estressado. Esse sentimento está relacionado à própria natureza dos bichanos, que não lidam bem com mudanças. Por isso, é importante que você ofereça opções para seu pet desestressar! 

A melhor forma de brincar com seu bichano e ajudar o processo de como fazer a adaptação de gatos é exercitando seu lado feroz. Nesse sentido, o enriquecimento ambiental é essencial.

“O gato é um caçador e um pet extremamente ativo, então, é importante estimular esse lado. Isso ajuda a dissipar o estresse e facilitar a adaptação do gato ao novo ambiente”, comenta o Dr. Bruno. Assim, acessórios, brinquedos e outras atividades vão ajudar seu pet a se sentir mais seguro. 

“Arranhadores, caminhas, tocas e caixas ajudam nesse processo”, reforça o veterinário. Ao realizar esse passo, aproveite para verificar qual a Petz mais próxima do seu novo lar. Afinal, em nossas unidades você encontra os melhores acessórios para gatos! 

5. Considere o uso de feromônios

Os feromônios podem parecer um assunto complicado à primeira vista. Entretanto, o Dr. Bruno explica que esse é um processo natural para os felinos. “Sabe quando o gato fica se esfregando pela casa ou nas pernas do tutor? Ele está soltando feromônios”, afirma. 

Esse “cheirinho” que o pet deixa nos espaços é como uma marca invisível, indicando que aquele lugar é seguro. Nesse sentido, especialistas em saúde animal desenvolveram feromônios artificiais, que são facilmente encontrados em lojas especializadas, como a Petz, e possuem exatamente o mesmo efeito. 

Basta aplicá-los em um cômodo para que o bichano reconheça aquele odor característico e, consequentemente, se sinta mais confortável. Essa dica é especialmente importante para pets ariscos. Por isso, se você está pesquisando sobre o tempo de adaptação de gatos, os feromônios podem ser poderosos aliados! 

gato deitado em um móvel

Gostou das dicas? Se precisar de uma mãozinha extra, basta procurar a Petz mais próxima. Além de acessórios e brinquedos, em nossas unidades você encontra rações, petiscos e tudo o que seu melhor amigo precisa! Ficaremos felizes em receber você e seu filho de quatro patas!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *