Aquário para iniciantes: 10 erros para não cometer nunca mais

Postado por PETZ, em Atualizado em Mar 1, 2019

Aquário
Aquário para iniciantes: 10 erros para não cometer nunca mais
Tempo de leitura: 6 minutos

Muitas pessoas se aventuram a ter um aquário pela beleza, pensando principalmente na decoração da casa. Mas atenção! É preciso muito cuidado para se começar esta atividade. Afinal, ali crescerá um novo ecossistema, lar de novos peixes e, quem sabe, até de outros animais.

Além de dedicação, é preciso se informar bastante para não prejudicar a saúde desses pets tão sensíveis. Então, se você tem amor pelos peixes e está disposto a ter um aquário, que tal conferir algumas dicas de aquário para iniciantes? Começando pelos 10 principais erros ao montar um aquário e como evitá-los!

1.  Escolher os peixes sem pesquisar

Antes de decidir quais peixes para aquário vão te fazer companhia, é importante ler e aprender mais sobre eles. Enquanto algumas espécies são mais asseadas, outras, como os kinguios, são “porcalhonas” e exigem bastante dedicação na limpeza e nos testes de água do aquário.

Saiba também que alguns peixes são antissociais, ao passo que existem aqueles que devem estar sempre em cardume. São muitas possibilidades! Tudo isso sem contar o fato de que os hambiente de um aquário deve se assemelhar ao local de origem do peixe, mantendo a mesma faixa de temperatura e pH da água.

2.  Escolher o aquário inapropriado

Depois de pensar em quais são os peixes que você quer ter, é hora de partir para a escolha do aquário. Verifique com um de nossos especialistas qual é o mais adequado, levando em conta também o seu orçamento.

Nesse sentido, é importante escolher um de bom tamanho. Aquele clássico aquário globular, por exemplo, não é recomendado para os peixes! Tenha em mente que o aquário terá outros itens, como decoração e aparelho de filtragem. Além disso, quanto maior for o aquário mais fácil será sua manutenção.

3. Colocar o aquário em um lugar não recomendado

As diversas espécies de peixe precisam de ambientes diferentes, mas algumas regras valem para todos. O aquário deve estar em um local iluminado, mas não pode receber luz direta do sol. Na verdade, como a temperatura da água deve ser mantida sempre estável, o ideal é mantê-lo em locais ventilados, mas sem picos de frio ou de calor.

Como a manutenção deve ser feita de maneira regular, o aquário nunca deve ficar em um local de difícil acesso. Ah! E, claro, somente coloque o aquário em móveis firmes e robustos, capazes de suportar o peso dele.

4. Não adquirir os itens básicos

Além do aquário, outros itens são essenciais para garantir um bom ambiente para os peixes. O filtro, por exemplo, é fundamental para ajudar na limpeza da água, evitando que ela se torne tóxica. Já a lâmpada reproduz o tempo de exposição solar do habitat dos peixes.

Igualmente importantes, o termômetro e o termostato servem, respectivamente, para indicar e controlar a temperatura da água. Dependendo do tipo de aquário, existem ainda outros equipamentos que podem ser necessários, como chiller e bomba. Converse com um especialista e tire suas dúvidas na Petz mais próxima a você!

5. Decoração exagerada

É claro que você quer deixar seu aquário lindo mas cuidado com itens de decoração. Acessórios em excesso podem atrapalhar a movimentação dos peixes, prejudicando seu bem-estar, portanto atente-se em como enfeitar um aquário.

Além disso, alguns objetos com tinta podem soltar substâncias tóxicas para seus amigos, enquanto itens pontiagudos podem cortar e machucar os peixes. Por isso, prefira itens de qualidade, desenvolvidos especialmente para uso em aquários.

6. Não aclimatar os peixes

Peixes são animais muito delicados, por isso precisam muito cuidado. Se você passar o peixe diretamente para o aquário, pode fazer mal a seu amigo.

Por isso, coloque o recipiente em que o peixe está alocado (geralmente um saquinho) dentro do aquário e vá, aos poucos, misturando a água. O processo todo deve demorar uns 20 minutos, e vai garantir que seu peixe troque de ambiente sem sofrer nenhum choque de temperatura.

7. Usar água da torneira

As melhores dicas de como preparar água para aquário, são: a água da torneira, além de chegar em uma temperatura não adequada, possui muito cloro, o que faz mal para os peixes. Por isso, nunca use água diretamente da torneira! Em vez disso, utilize antes anticloro, corretores de pH e ajuste a temperatura da água para deixá-la igual à do aquário.

Já no caso do aquário de água salgada, pode ser necessário também adicionar a ela sal sintético, semelhante ao sal da água do mar.

8. Trocar toda a água do aquário

O aquário é como um pequeno “mundo”. O ambiente ali dentro está em equilíbrio e precisa de cuidado. Por isso, nunca troque toda a água de uma vez. Isso vai matar as bactérias boas e pode prejudicar a saúde dos peixes. O ideal é trocar somente entre 20 a 30% da água, deixando sempre água antiga para preservar o ecossistema do aquário.

9. Não os alimentar da maneira correta

Esta é uma das principais causas de morte entre os peixes de aquário. Diferente do que muitos pensam, os peixes comem pouco. Sendo assim, sempre que você coloca muita comida de uma vez dentro do aquário, ela acaba acumulando no substrato.

Ao entrar em decomposição, esse alimento acumulado libera amônia, que é tóxica para os peixes. E é isso que os leva à óbito. Para evitar excessos, procure seguir a regra dos 3 minutos: depois de servir a comida, repare se os peixes comem tudo em até 3 minutos. Se eles não comerem, é sinal de que o melhor é diminuir a quantidade!

10. Não fazer a manutenção

Se quiser manter seu aquário lindo e seus peixes saudáveis, manutenção é essencial. Não adianta tomar todos os cuidados na montagem do aquário para deixá-lo de lado depois.

Lembre-se que aquários são ecossistemas fechados, isto é, restos de comida, dejetos de peixes e qualquer outra matéria orgânica liberada dentro deles não tem para onde ir. Por isso, manter uma rotina de limpeza é essencial.

Além disso, trocas físicas e químicas realizadas dentro do aquário também são capazes tanto de alterar quanto de contribuir para a manutenção dos parâmetros da água.

Nesse sentido, realizar os testes de água ao menos uma vez por semana é imprescindível para fazer as correções e manter as condições estáveis. A troca parcial de água e a limpeza variam de aquário para aquário, já que dependem do equilíbrio de cada um.

Aquário: um esforço que vale a pena

Evitando as atitudes acima, você provavelmente não terá problemas com seu aquário e ele seguirá sempre bonito, com peixes alegres e saudáveis! E pode ter certeza que tomar esses cuidados vai valer a pena, afinal aquários são muito relaxantes, e saber que seus peixes estão bem cuidados tranquiliza ainda mais!

As lojas da Petz contam com produtos variados e de qualidade para montar seu aquário sem preocupações. Faça sua visita e tire suas dúvidas com um de nossos especialistas em aquarismo!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *