Como ajudar cachorro assustado com barulho

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 28, 2020

Bem-Estar
Como ajudar cachorro assustado com barulho
Tempo de leitura: 4 minutos

Final de campeonato de futebol, virada do ano. Enquanto para muita gente esses eventos são motivos de comemoração, para quem tem pet eles costumam ser acompanhados de muita preocupação. Afinal, só quem tem um cachorro assustado com barulhos altos sabe o quanto a situação pode ser traumática.

cachorro com medo

Embora, felizmente, cada vez mais cidades venham proibindo a queima de fogos causadores de poluição sonora, alguns sons altos, como os trovões, são inevitáveis. Por isso, vale a pena conferir o que fazer para ajudar cachorro assustado.

Por que cachorros têm medo de barulho?

Se pararmos para pensar, nós também nos assustamos com barulhos altos e inesperados. A diferença é que nós logo associamos o barulho a algo que não representa ameaça, o que não é verdade no caso dos cães. 

Na natureza, estrondos repentinos geralmente estão ligados a situações de perigo. Por esse motivo, é natural que o amigo de quatro patas fique assustado e busque proteção.

Mais do que isso, a Dra. Karina Mussolino, médica-veterinária e gerente técnica da Petz, lembra que os animais de estimação têm uma audição bem mais sensível que a nossa, o que contribui para o impacto ainda maior dos barulhos altos para eles. Por isso, é muito importante saber como acalmar cachorro assustado.

Principais riscos ligados ao medo de barulho 

Para quem pensa que, por estar associado a uma situação temporária, o medo de barulho não precisa de atenção especial, melhor reconsiderar. De acordo com a Dra. Karina, cachorro assustado e estressado com som alto pode evoluir para um quadro de pânico, chegando até mesmo a se machucar.

Isso porque, na busca desesperada por proteção, não é raro que cães e gatos fiquem presos em portões e janelas, ou mesmo que fujam de casa, ficando expostos ao risco de atropelamento. 

Quando estão com guias e presos, eles também podem acabar se ferindo com elas. Além disso, todo ano são relatados casos de pets que sofrem parada cardíaca e outros problemas graves, incluindo problemas de audição devido à soltura de fogos.

Não tem certeza de como seu amigo de quatro patas reage aos barulhos? Veja a seguir os principais sintomas de cachorro assustado e fique atento a esses comportamentos:

  • Comportamento agressivo;
  • Postura encolhida;
  • Latido incessante;
  • Derramamento excessivo de saliva;
  • Vômito;
  •  Eliminação de fezes e urina, especialmente fora do local em que ele costuma fazer suas necessidades;
  • Tremores;
  • Hiperatividade e hipervigilância;
  • Busca por atenção,
  • Fuga.

Ao notar qualquer um desses sinais, redobre a atenção e procure tomar medidas que amenizem a situação, como veremos a seguir. Assim, você garante o bem-estar e a segurança do pet.

cachorro com olhar assustado

Como tirar o medo do cachorro

Convidar o pet para brincar, evitar segurá-lo no colo, agir normalmente e fingir que nada está acontecendo são só algumas das muitas dicas difundidas sobre como agir com cão assustado

Mas será que elas são realmente recomendadas? Confira abaixo as melhores dicas de como tirar o medo do cachorro, de acordo com os veterinários da Petz:

  • Como a tendência do pet assustado é se esconder, e alguns sentem até mesmo medo de tomar banho, garanta que ele possa fazer isso com segurança, deixando-o sem guia e em local livre de portas de vidro e de outros perigos;
  • Providencie um porto seguro aconchegante para ele, como uma casinha ou caixa de transporte com muitos cobertores, toalhas e até alguma peça de roupa sua para que ele possa sentir seu cheiro e se acalmar;
  • Utilize protetores auriculares específicos para animais. Eles reduzem o impacto causado pelo barulho;
  • Converse com um veterinário sobre a possibilidade de usar feromônios sintéticos nessas situações, já que eles ajudam a acalmar cachorro;
  • Ao contrário do que muitos pensam, não é recomendado punir ou tratar o cão ou gato assustado com indiferença. Em vez disso, ofereça petiscos e brinquedos, fique próximo a ele e, acima de tudo, mostre compaixão;
  • No caso dos bichanos, certifique-se de que todas as janelas possuem telas, que os portões estão fechados, e evite chamar ou interagir com eles. Isso só os deixará mais estressados,
  • Nunca ofereça um calmante para cachorros agitados sem orientação expressa do veterinário.

Lembrando que as medidas de segurança devem sempre ser tomadas de maneira preventiva e a longo prazo. Com isso, o amigo peludo passará a se sentir muito mais seguro.

Antecipando-se ao problema

Não espere um dia de estrondos repentinos para agir. Uma dica é já ir adaptando o cachorro a sons mais altos antes mesmo de eles acontecerem. Para isso, deixe a TV ligada em algum canal com barulho que assusta cachorro, como fogos e trovões ao fundo, e comece a brincar e distrair o pet. 

Isso ajuda para que ele passe a associar ruídos altos a experiências positivas e não se tornar um cachorro muito assustado. É válido também ir aumentando o volume conforme o pet for perdendo o medo.

cão assustado

Agora que você já sabe a melhor forma de agir com cachorro assustado, confira o blog da Petz e tenha outras dicas sobre bem-estar e saúde animal!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *