Cachorro com respiração ofegante: o que pode ser?

Postado por PETZ, em Atualizado em Oct 30, 2020

Bem-Estar
Cachorro com respiração ofegante: o que pode ser?
Tempo de leitura: 4 minutos

Muitos fatores podem deixar um cachorro com respiração ofegante. Nossos amigos de quatro patas, geralmente, adoram gastar sua energia e, logo, ficam com a língua para fora tentando recuperar o fôlego! 

Porém, em alguns casos, esse pode ser um sinal de alerta. Um cachorro com respiração ofegante todo o tempo pode estar com problemas de saúde, sendo necessário consultar um veterinário. 

cachorro com a boca aberta

Para entender melhor o que está acontecendo com seu peludo, continue lendo. Preparamos um guia com tudo sobre a respiração dos cães e o que fazer se seu cachorro está ofegante!

Entendendo a respiração dos cães

Se você tem um peludo em casa, provavelmente já reparou que é comum encontrar um cachorro com respiração ofegante. A Dra. Heloísa Souza, veterinária da Petz, explica que, no caso dos peludos, a respiração possui uma segunda função: ela atua também como um regulador de temperatura. 

“A principal função do suor é a troca de calor com o ambiente. Mas os cães não suam como nós. Assim, sua troca de calor ocorre também através da respiração”, comenta. Ou seja: como os pets não suam da mesma maneira que os humanos, a respiração ajuda nos dias mais quentes!  

Cachorro com respiração ofegante: causas naturais

Muitos tutores ficam preocupados quando observam seu cachorro muito ofegante. Entretanto, a Dra. Heloísa reforça que esse nem sempre é um sinal de alerta. Em alguns casos, é comum que seu amigo fique um pouco esbaforido, como:

  • Dias de calor intenso; 
  • Após exercícios;
  • Durante brincadeiras; 
  • Em situações de estresse,
  • Em momentos de muita alegria. 

Isso não significa que você não deve fazer nada ao encontrar um cachorro com respiração ofegante. É aconselhado que o tutor trabalhe para tranquilizar o pet e tente descobrir a origem da afobação do peludo, trabalhando para que o problema se resolva. 

Cachorro com respiração ofegante: quando é um problema

Em alguns casos, um cachorro com respiração ofegante pode precisar de ajuda. A Dra. Heloísa listou alguns pontos aos quais os tutores devem ficar atentos em relação ao comportamento do seu peludo:

  • Se o cachorro ficar ofegante sem motivo aparente;
  • Se o pet não conseguir normalizar a respiração após algum tempo;
  • Tosse;
  • Língua arroxeada;
  • Fraqueza;
  • Apatia;
  • Incapacidade ficar em pé ou se movimentar;
  • Desmaios;
  • Vômitos,
  • Agitação. 

Além disso, você pode notar que o cachorro está com respiração ofegante e coração acelerado.

Se seu amigo apresentar respiração ofegante em conjunto com um dos sintomas acima, ele pode estar sofrendo de alguma condição de saúde. A Dra. Heloísa reforça que alguns sinais indicam uma condição de emergência, e que o veterinário deve ser procurado o mais rápido possível.

Cachorro ofegante: o que pode ser?

A respiração cansada é um sintoma genérico, que pode ser sinal de diversas condições. Por isso, é necessário observar outros sintomas, como cachorro com barriga inchada e respiração ofegante, para identificar qual o problema do peludo. 

cachorro olha para cima

O mais indicado é buscar ajuda de um profissional, que poderá realizar um check-up, identificando a origem desse comportamento de cachorro ofegante e o que pode ser. A Dra. Heloísa relatou as principais doenças associadas a esse sintoma:

  • Cachorro ofegante e tremendo: muitas vezes, indica uma alteração no sistema nervoso central. Uma das causas comuns é a intoxicação, indicando que o pet ingeriu algo venenoso. Entretanto, qualquer condição neurológica pode gerar o sintoma;
  • Cachorro ofegante e com a língua roxa: indica falta de oxigenação. Significa que a respiração do pet não está sendo eficiente. Pode ser sintoma de um problema cardiovascular; 
  • Cachorro ofegante e inquieto: pode ser tanto uma condição nervosa como estresse. Deve-se observar quanto tempo dura o comportamento, além de outros sinais como tremores e dificuldade de locomoção, 
  • Cachorro ofegante e tossindo: pode estar associado a um colapso na traqueia. Muito comum em pets pequenos, como a raça Yorkshire, essa condição causa dificuldades na respiração no pet, que tosse para liberar a garganta e conseguir respirar. 

Os quadros acima são os mais comuns em cachorro com respiração ofegante. Entretanto, é fundamental buscar ajuda de um médico-veterinário. Somente o profissional poderá realizar exames e chegar a um diagnóstico preciso, receitando o tratamento mais indicado. 

Como ajudar seu amigo

Se você perceber que seu filho de quatro patas está um tanto esbaforido, o primeiro passo é analisar a situação e o ambiente. Caso note nada que justifique o comportamento do cãozinho, observe se ele apresenta outros sintomas, como dificuldade de locomover, língua arroxeada ou apatia. 

Se notar algum problema, procure um veterinário o mais rápido possível. Em alguns casos, isso significa que o peludo não está conseguindo respirar e precisa de ajuda imediata. 

A Dra. Heloísa destaca ainda os perigos dos remédios caseiros para cachorro ofegante. “Não há controle em relação à dosagem ou aos efeitos colaterais. Além disso, muitas vezes eles não apresentam os efeitos desejados, além de representarem riscos de intoxicação”, comenta. 

cachorro com a língua para fora

Lembre-se que seu melhor amigo merece sempre o melhor. Se na medicina veterinária há opções seguras e com eficácia comprovada, por que procurar algo que pode colocar a saúde do seu cãozinho em risco? 

Na Petz você encontra clínicas especializadas, com profissionais confiáveis que farão de tudo para ajudar seu filho de quatro patas. Procure a unidade mais próxima e venha nos fazer uma visita! 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *