Cachorro feliz: 7 sinais de que o pet está de bem com a vida!

Postado por PETZ, em Atualizado em Oct 26, 2020

Bem-Estar
Cachorro feliz: 7 sinais de que o pet está de bem com a vida!
Tempo de leitura: 3 minutos

Uma das coisas mais incríveis a respeito dos seres humanos é a capacidade que muitos têm de se preocupar com outros seres vivos. É graças a essa capacidade que tantos acabam se engajando em causas animais. Para ajudar um pet, porém, é importante deixar o cachorro feliz.

cachorro feliz

Quando o ser humano se coloca no lugar do outro, respeita outras formas de vida e para de tempos em tempos para se perguntar se o pet tem uma vida boa e o que fazer para deixar o cachorro feliz. Esses são sinais de preocupação e empatia. A seguir, veja como saber se o cachorro está feliz!

1. Postura relaxada

Quando algo lhes desperta o interesse e a curiosidade, é normal que os cães mudem a postura, enrijecendo o corpo. Em geral, cachorro feliz costuma manter uma postura relaxada na maior parte do tempo. 

Isso inclui a posição das orelhas e do rabo, que costuma ser mantido em posição de descanso (exceto, é claro, quando o pet está muito feliz, como quando você chega em casa).

2. Olhar alegre e sorriso no rosto

A tranquilidade característica de cachorro feliz também pode ser vista no relaxamento dos músculos da face, e isso ajuda como saber se o seu cachorro está feliz. Portanto, cachorros contentes muitas vezes parecem estar sorrindo, com a mandíbula relaxada e semiaberta. 

Em relação aos olhos, observe se o cãozinho aparenta estar com as pálpebras relaxadas. Se sim, pode ser sinal de felicidade! Já quando a parte branca dos olhos costuma ficar muito aparente, fique atento: isso pode indicar medo, estresse e agressividade.

3. Apetite em dia

Alguns cães são mais comilões que outros. Nesse sentido, certas raças, como o Maltês, são conhecidas por seu apetite seletivo. Seja como for, se o filho de quatro patas vem pulando muitas refeições, mesmo quando você tenta estimulá-lo, vale a pena consultar um veterinário. Pode ser sinal de que o cão está doente ou deprimido.

4. Boas noites de sono

Assim como acontece conosco, a falta de sono nos cachorros está associada à liberação de substâncias como o cortisol, que, por sua vez, podem levar ao estresse crônico e a outros problemas de saúde. 

Ou seja, dormir bem é fundamental para uma vida mais feliz! Por outro lado, se o cãozinho anda dormindo demais, é bom investigar. Algumas alterações, como o hipotireoidismo e a depressão, podem estar por trás do quadro. 

cão feliz

5. Variabilidade comportamental

Ninguém consegue ser plenamente feliz quando está sempre com medo ou se sentindo desconfortável. Nesse sentido, cães cuja criação não é coerente — por exemplo, ora pode subir na cama, ora não pode — e inclui métodos aversivos muitas vezes não conseguem compreender o que podem ou não fazer.

Essa criação não coerente, consequentemente, faz com que o pet fique ansioso e tenha dúvidas de quando será ou não punido. Isso acaba inibindo a espontaneidade e os comportamentos naturais caninos. 

Por mais que o cachorro seja feliz e tranquilo, lembre-se de que faz parte do comportamento canino latir, farejar, brincar, fuçar, cavar, roer… Evite inibir o instinto deles!

6. Comportamento pouco destrutivo

Na natureza, destroçar e roer são apenas duas das etapas da chamada “sequência comportamental de caça”. Já em casa, o hábito de roer mordedores e destruir brinquedos, como bolinhas e bichinhos de pelúcia, está entre as principais maneiras de o pet se entreter. Mas elas não devem ser as únicas! 

Para que sejam verdadeiramente felizes, cães também precisam passear, brincar, correr, farejar, entre outras atividades. Elas, por sua vez, ajudam a garantir o bem-estar físico e mental do cachorro, diminuindo o estresse e a ansiedade que podem levar ao destrutivo comportamento de cachorro

7. Confiança e independência

Quando o tutor chega em casa, todo mundo gosta de ver o cachorro abanando o rabo e feliz da vida com sua chegada. E isso é realmente muito bacana! Porém, é importante observar qual é o comportamento do cachorro na sua ausência. 

Se ele está latindo muito ou até uivando, arranhando portas ou lambendo compulsivamente as próprias patas, procure um veterinário comportamentalista. Tudo indica que o filho de quatro patas está sofrendo com a chamada “ansiedade por separação”.

Por mais que seja bonitinho perceber que o cachorro sente a nossa falta, é fundamental criar o pet para que seja independente e confiante. Isso é importante para o bem-estar dele.

cachorro de pequeno porque feliz

Perceber um cachorro feliz não é tarefa difícil, e ajudá-los a permanecer relaxados e contentes pode ser menos difícil ainda. Portanto, confira no blog da Petz outras dicas que garantirão a felicidade do amigo peludo!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *