Agressividade: é possível reverter?

Postado por PETZ, em Atualizado em Jan 11, 2021

Bem-Estar
Agressividade: é possível reverter?
Tempo de leitura: 3 minutos

A agressividade em cães é um traço indesejado pelos tutores e pelas pessoas que convivem com esses animais, pois atrapalha o convívio e muitas coisas corriqueiras, como banhos, limpeza de orelhas e patas, colocação de coleira e o contato com pessoas e outros animais. Porém, é preciso entender que todos os cães podem apresentar algum grau de agressividade, que pode surgir por diversos fatores, como:

  • medo e defesa
  • possessividade
  • dominância entre cães

Algumas demonstrações de agressividade, que muitas vezes são ignoradas ou minimizadas pelos tutores, devem ser tratadas imediatamente, para que o problema não se agrave. São elas:

  • Rosnados por posse de algum objeto ou alimento: muitas pessoas encaram esse comportamento como natural, uma vez que entendem que o cão pode guardar um objeto que foi dado a ele.
  • Rosnados ou latidos quando estranhos ou pessoas próximas ao tutor se aproximam: é encarado como comportamento de “guarda”, porém, o cão pode demonstrar essa mesma conduta com pessoas conhecidas, por não saber discernir quando “guardar” o tutor.
  • Agressividade quando abordado por pessoas desconhecidas: para muitos, é um comportamento natural e desejável que o cão não seja “desinibido” com pessoas estranhas, porém, o animal pode agir de forma inesperada.

agressividade-reverter

Um cão agressivo, que já tenha causado muitos danos e machucado seriamente pessoas ou animais, é certamente mais difícil de se reabilitar do que um cão que ainda “blefa” nesse comportamento. Portanto, é preciso intervir o mais rápido possível, quando surgir qualquer sinal de agressividade, com treinos baseados em reforço positivo, que envolvam todas as pessoas com as quais o cão convive.

Dessa forma, as pessoas aprenderão a lidar e a tratar o problema da forma correta, não permitindo que os maus comportamentos dos animais sejam praticados e reforçados. Geralmente, nesses casos, é possível solucionar os problemas de forma praticamente integral.

Cães agressivos devem ser treinados e tratados para que não demonstrem mais os comportamentos, porém, alguns fatores devem ser levados em consideração para o sucesso do treino, como:

  • há quanto tempo o problema existe
  • com que frequência os tutores poderão treinar o pet
  • se existem problemas de saúde no cão
  • como é o ambiente e as pessoas com as quais o animal convive

Dependendo dos comportamentos e de como é o cão, talvez ele nunca volte a ser um animal totalmente dócil ou confiável, em todas as situações. Alguns cães podem melhorar muito com o treinamento com reforço positivo, a ponto de ganharem novamente o convívio supervisionado com pessoas e outros animais, porém, eles devem ser manejados de forma específica, para evitar problemas quando não houver supervisão. Isso é bastante comum em casos de agressividade entre cães, que precisarão ter espaços separados para quando ficarem sozinhos sem os tutores.

De qualquer forma, em casos de agressividade é sempre indicado o acompanhamento de um profissional qualificado, que possa interpretar os comportamentos do pet e orientar a família, para que possam lidar da melhor forma possível, dando segurança e qualidade de vida para todos.

Por Juliana Yuri, adestradora e consultora comportamental da equipe Cão Cidadão
Criada por Alexandre Rossi, a Cão Cidadão atua há 15 anos com adestramento e comportamento animal. Oferece adestramento em domicílio, consultas comportamentais, além de uma agenda mensal de cursos e palestras. Tudo isso com muito amor e respeito. Para saber mais sobre a Cão Cidadão, entre em contato com a Central de Atendimento, pelo telefone (11) 3571-8138, ou acesse www.caocidadao.com.br.

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *