Como identificar se gato tem carrapato? Aprenda a reconhecer os sinais

Postado por PETZ, em 31/07/2021

Bem-Estar
Como identificar se gato tem carrapato? Aprenda a reconhecer os sinais

Oferecer o melhor para seu filho de quatro patas envolve protegê-lo de parasitas e outras doenças. Mas como identificar se o gato tem carrapato? Essa é uma dúvida muito comum entre os gateiros, já que os bichanos são muito limpinhos e adoram se banhar.

gato descansando na janela

Entretanto, precisamos estar atentos para proteger a saúde dos nossos amigos. Se você está se perguntando se gato tem carrapato, continue lendo. Consultamos a especialista Dra. Heloísa Souza, médica-veterinária da Petz, que tirou todas as dúvidas sobre o tema! 

O que são carrapatos?

Antes de falarmos sobre carrapato em gato, é importante explicarmos sobre esse visitante tão indesejado. A Dra. Heloísa ensina que ele é um parasita da classe Arachnida, assim como as aranhas ou os escorpiões. Há muitas espécies distintas em praticamente qualquer ambiente. 

“No meio rural, os tipos que podem parasitar os pets são o Amblyomma cajennense e o Rhipicephalus microplus”, comenta. Não pense que esse é um problema apenas do campo: gato também tem carrapato na cidade. No meio urbano, a espécie de importância é a Rhipicephalus sanguineus.Gato tem carrapato?

Gato tem carrapato?

Os bichanos são conhecidos por serem pets higiênicos. Por isso, é comum a pergunta: gato pega carrapato? A Dra. Heloísa explica que sim, os felinos também podem se contaminar com os parasitas, mas esse é um quadro raro. 

“O hábito da lambedura frequente remove esses parasitas mecanicamente, por isso, os gatos são hospedeiros pouco comuns”, comenta. A especialista explica que, quando o bichano está abatido, seja por uma doença ou por maus tratos, ele fica mais propenso a se contaminar.

É provável que pulgas e carrapatos sejam mais frequentes em filhotes, pois eles não possuem tanta força para se livrar dos parasitas por conta própria. Por isso, cabe ao tutor ficar atento e proteger o pequeno amigo nessa fase da vida.

Entenda mais sobre como o contágio ocorre

Assim como outros parasitas, o contágio do carrapato de gato se dá pelo contato. Portanto, quando o amigo de quatro patas está com carrapato, na maioria das vezes, contaminou-se por meio de outro peludo.

Por isso, esses bichinhos são mais comuns em pets que acessam a rua. Especialistas sempre reforçam que os passeios na vizinhança são muito prejudiciais para os bichanos. Essa é a principal forma de contaminação de doenças, além de ser um ambiente propício a acidentes e brigas.

Por isso, se você deseja proteger seu filho de quatro patas, forneça tudo que ele precisa em casa. Com os estímulos corretos, os gatos podem se divertir e se exercitar no próprio lar.

gato deitado e olhando de lado

Sinais de contaminação

Livres e independentes, os gatos não gostam de demonstrar que precisam de ajuda. Por isso, perceber que seu peludo está com parasitas pode ser um desafio. Geralmente, um gato com carrapato apresenta os seguintes sinais: 

  • coceira intensa;
  • vermelhidão;
  • queda de pelos;
  • apatia.

Os carrapatos costumam ser grandinhos e fáceis de identificar a olho nu. Por isso, durante uma sessão de cafunés, é fácil perceber o parasita. Se notar um caroço escuro e saliente, pode ser um sinal de que o gato tem carrapato.

Carrapato em gato: tamanho pequeno, perigo gigante

Os carrapatos são um problema comum, por isso, muita gente acredita que eles não apresentam um grande risco. Porém, a Dra. Heloísa reforça que, quando o gato tem carrapato, esse parasita pode trazer complicações para a saúde.

“Em grandes infestações, o volume de sangue sugado pode levar até à anemia. Além disso, a picada pode transmitir hemoparasitoses, ou seja, parasitas sanguíneos. As enfermidades mais comuns são a erliquiose, a babesiose e a anaplasmose”, afirma a especialista. 

Por isso, ao notar um carrapato em seu gato, procure ajuda de um profissional. Além de passar o tratamento mais eficaz, ele poderá fazer um check-up na saúde do peludo.

Como remover carrapatos de gatos?

Se você notou que seu bichano está com carrapatos, o mais indicado é buscar ajuda de um especialista. Porém, caso seja necessário remover o parasita em casa, a Dra. Heloísa recomenda o uso de medicamentos específicos. Se for retirado da forma errada, o aparelho bucal do parasita pode ficar preso à pele do bichano. 

“Isso prolonga a irritação, causando coceira e até feridas”, comenta a veterinária. Além disso, vale lembrar que, muitas vezes, os felinos não gostam de um contato forçado, o que torna a tarefa de retirar carrapatos ainda mais difícil.

gato laranja com pinta no nariz

Por sorte, é fácil encontrar produtos desenvolvidos por especialistas, que acabam com os parasitas de forma rápida e eficaz: basta buscar a Petz mais próxima! Em nossas lojas, você encontra pipetas, coleiras e shampoos que vão deixar seu amigo mais seguro e saudável. Faça uma visita ou acesse nossa loja virtual!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *