O que fazer para ajudar gato engasgado?

Postado por PETZ, em Atualizado em May 4, 2020

Dicas
O que fazer para ajudar gato engasgado?
Tempo de leitura: 5 minutos

Encontrar seu gato engasgado pode ser bem preocupante. Afinal, essa é uma condição perigosa que pode levar a graves consequências! Ao perceber que seu filho de quatro patas está com dificuldades de engolir, o tutor deve agir de forma rápida e eficaz para evitar complicações. 

gato descansando

Se você quer estar preparado para uma emergência, confira este artigo. Consultamos um especialista que informou o passo a passo para ajudar um gato que parece engasgado. Continue lendo para aprender! 

Gatos engasgam com frequência? 

Todo tutor se preocupa com a saúde do seu filho de quatro patas. Mas será que encontrar um gato tossindo como se tivesse engasgado é comum? Afinal, os bichanos são conhecidos por serem restritos em sua alimentação. O Dr. Bruno Saito, médico-veterinário da Petz, explica que mesmo que os felinos sejam precavidos ao comer, acidentes ainda podem acontecer. 

“Por mais que os gatinhos não comam qualquer coisa, estão, sim, suscetíveis a engasgos”, comenta. Isso porque a dificuldade nem sempre ocorre ao alimentar. “Na maioria das vezes, o engasgo ocorre com brinquedos, linhas ou bolas de pelo”, complementa. 

Devemos lembrar que sempre, ao notar qualquer sinal de engasgo, buscar um veterinário é o mais indicado. Entretanto, conhecer algumas manobras de emergência é sempre bem-vindo! 

Percebendo que seu pet precisa de ajuda

Certo, encontrar um gato engasgado pode não ser raro. Mas como perceber que o bichano precisa de ajuda? Será que o pet sempre dá sinais de que está com dificuldades de respirar? O Dr. Bruno explica que os sintomas de um gato com engasgo podem variar de acordo com a gravidade do problema. 

“O principal sinal é a tentativa de expulsão da causa do engasgo. Isso pode ocorrer por  tosse, mímica de vômito ou pateamento da boca”, comenta. Porém, nem sempre o peludo irá realizar movimentos tão claros. “Em alguns casos, o pet pode apresentar falta de ar, sede excessiva e apatia”. 

Independentemente da gravidade, o mais recomendado é levar seu amigo a um especialista. Entretanto, se o pet estiver precisando de ajuda imediata, saber como desengasgar o gato com técnicas simples pode ser a solução. O Dr. Bruno passou três manobras para emergências.

Retirando o objeto

Ao encontrar um gato engasgado, o principal a se fazer é retirar o objeto que está obstruindo a passagem de ar. E uma das maneiras mais eficientes de se conseguir isso é observando bem a garganta do bichano e retirar o que quer que seja com as mãos. 

“A não ser que seja uma linha ou um objeto similar, geralmente conseguimos retirar sem problemas”, afirma o Dr. Bruno. O passo a passo abaixo dá maiores informações sobre como agir. Para prevenir mordidas e arranhões, o ideal é atuar em duas pessoas. 

  1. Coloque uma mão na base do maxilar do gato. Faça uma pressão leve, o suficiente para abrir a boca. Segure com firmeza, mas não exagere na força para não machucar;
  2. Enquanto isso, outra pessoa deverá segurar as patas, evitando, assim, os arranhões. Lembre-se que o gato não conseguirá entender suas ações e pode tentar se defender;
  3. Olhe na garganta. Se precisar, utilize uma pequena lanterna para iluminar. Veja se é possível localizar o objeto,
  4. Com cuidado, coloque a mão na garganta e retire o objeto que está obstruindo a passagem. 

gato deitado no chão

Manobra de Heimlich

Essa manobra é muito comum quando o gato parece engasgado, sendo utilizada inclusive em humanos. É uma forma de se pressionar o diafragma e, assim, expulsar o objeto que está atrapalhando a passagem de ar.

  1. Pegue o bichano no colo e o segure com a cabeça para cima e as patas para baixo;
  2. Apoie as costas dele contra seu torso, segurando firmemente;
  3. Com uma mão, segure a cabeça dele, mantendo de forma que ele olhe para frente. Apoie a outra mão abaixo do esterno, aquele osso no meio do peito, entre as costelas;
  4. Com a mão abaixo do esterno, faça pressão para trás, forçando o gato contra seu torso. Realize movimentos rápidos e firmes, sem utilizar muita força para não machucar o pet.

De cabeça para baixo 

Tanto para o gato engasgado quanto outros pets pequenos, há ainda uma terceira opção. Nesta, a ideia é ter uma ajudinha da força da gravidade que, aliada a certos movimentos, irá forçar a saída do objeto. 

  1. Pegue o bichano no colo;
  2. Com cuidado, segure nas pernas traseiras do gato;
  3. Vire o gato de cabeça para baixo e faça alguns movimentos, sacudindo o pet. Não exagere na força para não machucar seu amigo,
  4. Se for possível, dê ainda alguns tapinhas nas costas. 

As três manobras acima podem ajudar um gato engasgado com pelo ou comida em casos emergenciais. Entretanto, o Dr. Bruno lembra que a melhor opção é sempre buscar auxílio de um especialista. 

Bola de pelo, um problema comum 

Como sabemos, os bichanos adoram um bom banho de gato. Entretanto, tanta limpeza cobra um preço. Algumas vezes, os gatos acumulam bolas de pelo e têm problemas na hora de eliminar. 

O Dr. Bruno lembra que na maioria das vezes isso não ocorre, já que os felinos já estão acostumados a ingerir pelos. Entretanto, caso ele esteja com um excesso de queda, o pet pode desenvolver algo chamado tricobezoar. Este amontoado de pelos pode causar problemas digestivos e, em alguns casos, deixar o gato engasgado com bola de pelo

filhote de gato na janela

Nesse caso, buscar um especialista também é o mais indicado. Ele poderá verificar quais medidas deverão ser tomadas ao analisar o caso do seu amigo. Nas clínicas veterinárias da Petz você encontra profissionais preparados e bem equipados para auxiliar seu filho de quatro patas. Procure a unidade mais próxima e venha nos fazer uma visita! Ficaremos felizes em conhecer você e seu melhor amigo!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *