Protetor solar para cães: acabe com as dúvidas sobre o tema

Postado por PETZ, em Atualizado em Jan 24, 2019

Bem-Estar
Protetor solar para cães: acabe com as dúvidas sobre o tema
Tempo de leitura: 3 minutos

Com a conscientização sobre a importância de nos protegermos da radiação ultravioleta (UV), é cada vez mais comum encontrarmos quem use filtro solar diariamente, e não só na praia ou na piscina. Essa preocupação, no entanto, ainda não tem incluído os pets de forma sistemática, embora eles também sofram com os raios UV. A seguir, o Dr. Manrique Cardoso, médico-veterinário da Petz, responde às principais dúvidas sobre o protetor solar para cães.

Por que o protetor solar também é importante para os cães?

Pelo mesmo motivo pelo qual o filtro solar tradicional é importante para nós: para proteger a pele dos raios ultravioletas. Em cães, as principais doenças associadas à exposição solar sem proteção são a dermatite actínica (lesão pré-cancerígena), doenças autoimunes e câncer de pele.

Todos os cães precisam de proteção solar?

Sim. O protetor solar é importante para cachorros de todas as raças, sobretudo em regiões com menor volume de pelos e mais expostas aos raios solares, como focinhos. Mas os cães de pelagem branca são os mais suscetíveis ao problema, principalmente os das raças Pit Bull e Bull Terrier.

É preciso passar o produto todos os dias?

Muitos acham que o protetor solar canino deve ser utilizado apenas pelo cachorro na praia. No entanto, alguns pets necessitam desta proteção diariamente, já que muitos pets ficam expostos ao sol mesmo sem sair da casa, ao se deitarem em quintais, varandas ou até perto de janelas. Por isso, principalmente nos casos de cães com pelagem branca, o ideal é que eles usem protetor solar diariamente.

Como e onde passar o protetor solar em cães?

Essa é uma dúvida muito comum, ainda mais entre tutores de pets bem peludos, como os cães da raça maltês. A dica é aplicar o produto nas áreas de menor densidade capilar, o que pode variar de pet para pet. As mais comuns são focinho, orelhas, barriga, risca da coluna (onde ocorre a divisão de pelos) e região ao redor dos olhos.

É necessário fazer a reaplicação do produto ao longo do dia?

Sim. Como acontece conosco, o produto também deve ser reaplicado nos cães a cada 2 ou 3 horas a fim de manter sua eficácia.

Pode usar protetor solar de humanos em cachorros?

A prática não é recomendada, porque alguns dos protetores que nós usamos podem ter, na fórmula, componentes tóxicos para os pets. Mas, caso o produto veterinário termine, é melhor apostar em um protetor solar para humanos do que não passar nada até você renovar o estoque. Nesses casos, dê preferência às fórmulas infantis, sempre com fator de proteção acima de 30, e reaplique várias vezes ao dia.

Quais são as outras formas de proteger o cachorro contra os raios UV?

É possível encontrar roupinhas com proteção ultravioleta, que protegem das queimaduras de sol em cães principalmente as regiões da coluna e da barriga. De resto, os cuidados devem ser os mesmos que temos em relação a nós mesmos e às crianças, como dar preferência a locais com sombra e evitar a exposição solar entre 10h e 16h. Por isso, os passeios devem ser realizados sempre no início da manhã ou no fim da tarde.

Agora que você já sabe a importância do protetor solar para cães, assim como a forma certa de usá-lo, que tal garantir a proteção do seu amigo? Entre no site da Petz ou procure a unidade mais próxima.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *