Cachorro pode comer linguiça? Conheça os riscos

Postado por PETZ, em Atualizado em Oct 26, 2020

Alimentação
Cachorro pode comer linguiça? Conheça os riscos
Tempo de leitura: 4 minutos

Curiosos e donos de um olfato privilegiado, os cães se interessam por muitos dos nossos alimentos, entre eles, a linguiça. Mas você já se perguntou se cachorro pode comer linguiça

cachorro com carinha de fome

Presença garantida na maior parte dos churrascos, a linguiça, muitas vezes, é oferecida aos pets durantes esses eventos. Se não pelos próprios tutores, por algum amigo de coração mole que não resiste ao olhar pidão do pet. A seguir, descubra se linguiça faz mal para cachorro e quais são os riscos de deixá-lo comer o alimento.

Faz mal dar linguiça para o cachorro?

Muita gente acha que cachorro pode comer linguiça, porém, o ideal é evitar oferecer o alimento ao pet. Embora seja uma fonte muito rica de proteína, a linguiça é muito gordurosa. 

Além das calorias extras que isso representa — com aumento dos riscos para obesidade e doenças cardiovasculares, em caso de ingestão frequente — a gordura pode provocar reações mais imediatas, como a diarreia. 

Mesmo parecendo que o cachorro pode comer linguiça de porco, nem sempre, temos ideia dos ingredientes presentes no alimento. Isso porque, além de conter partes menos nobres de bovinos e suínos, algumas linguiças levam pimenta, farinha de trigo, batata, migalhas de pão, entre outros que ajudam a dar sabor e liga ao alimento. 

Sem contar os conservantes e os estabilizantes presentes em linguiças como as do tipo paio e toscana, que compramos no supermercado. Além disso, elas são muito salgadas, podendo conter corantes e outros produtos sintéticos.

Nesse sentido, quanto mais ingredientes adicionais a linguiça tiver além da carne, maiores são as chances dela ser nociva para o pet — e, em certa medida, para nós também. Fique atento e, sempre que possível, evite oferecer o quitute ao seu amigo.

Cachorro comeu linguiça por acidente, e agora?

O fato de a linguiça não ser um alimento recomendado para cães não significa que ela vá causar algum dano imediato e irreversível em seu amigo. Diferentemente de certos alimentos, como uvas, abacate e chocolate, a linguiça não é tóxica para os cachorros. 

Portanto, se durante um churrasco, alguém perguntar se cachorro pode comer linguiça calabresa ou de qualquer outro tipo e, até mesmo, der um pedacinho para o cão, não se desespere. Não é necessário induzi-lo ao vômito ou tomar qualquer outra medida drástica. Basta observar se ele apresenta reações indesejadas. 

Ainda mais para cães que não estão acostumados com alimentos gordurosos, alimentando-se apenas de ração, é comum que tenham um quadro leve de diarreia por um ou dois dias. Já se o problema persistir, o melhor é levá-lo ao veterinário para uma consulta, visto que a diarreia pode levar à desidratação. 

cão com a língua para fora

Atenção aos ingredientes e aos temperos da linguiça!

A não ser quando se torna algo recorrente, cachorro pode comer linguiça toscana sem correr risco de vida. Em geral, o máximo que acontece é ele apresentar diarreia ou algum outro mal-estar gastrointestinal, bem como a gente quando exagera no churrasco ou em alguma outra comilança.

Alguns tipos de linguiça, no entanto, são mais perigosos para os cães, por conter ingredientes nocivos e, até mesmo, tóxicos para eles. É o caso, por exemplo, de linguiças altamente apimentadas ou temperadas com alho. 

Tóxico para os cachorros, o alho contém uma substância que leva à destruição de glóbulos vermelhos do sangue, causando anemia e, em casos mais graves, à falência renal. 

Conclusão: linguiça para cachorro, pode ou não pode?

Se ainda estiver se perguntando “posso dar linguiça para meu cachorro?”, saiba que, desde que ela não contenha ingredientes tóxicos, como alho no tempero, o cão pode comer linguiça em pequenas quantidades — “uma vez na vida, outra na morte”, como diz o ditado — já que não é extremamente prejudicial para o seu amigo. 

Embora possa causar algum desconforto, como vômito e diarreia, devido ao excesso de gordura, é provável que os sintomas desapareçam em um ou dois dias. Mesmo sabendo que cachorro pode comer linguiça, o melhor, no entanto, é evitar dar o alimento, mesmo que em pequenas quantidades. 

Caso não consiga resistir e não queira deixar o pet de fora do churrasco, prefira opções mais magras e livres de tantos conservantes. Lembrando que isso deve ser feito de maneira esporádica. No dia a dia, a melhor maneira de garantir uma alimentação balanceada é por meio de rações apropriadas ao porte, à idade e ao estado de saúde.

linguiça na grelha

Agora que sabe se cachorro pode comer linguiça, confira o blog da Petz para outros conteúdos sobre bem-estar animal!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *