Cachorro com medo de fogos: o que fazer para acalmar o peludo

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 16, 2021

Cachorros
Cachorro com medo de fogos: o que fazer para acalmar o peludo
Tempo de leitura: 3 minutos

Soltar fogos de artifício é uma tradição em épocas como Natal, Ano Novo e finais de campeonato de futebol. O problema é que, se para alguns eles contribuem para aumentar a diversão, para quem tem pets, eles podem ser um verdadeiro pesadelo. Afinal de contas, não é raro encontrar um cachorro com medo de fogos, né?

cão deitado no chão com expressão triste

Aliás, engana-se quem pensa que a questão não deve ser levada a sério. Além do desconforto emocional, o medo dos rojões pode resultar em fugas e outros acidentes com o animal.

Seu amigo de quatro patas também fica apavorado com o barulho alto dos rojões? Preparamos algumas dicas de como acalmar um cachorro com medo de fogos. Confira!

Também com os fogos, é melhor prevenir a remediar

Quando nossos amigos são expostos a ruídos altos pela primeira vez, a experiência pode ser muito traumática. Porém, isso não significa necessariamente que você tem um cachorro medroso ou algo do tipo.

Lembre-se de que, diferentemente de nós, os cachorros não sabem distinguir a origem do estrondo. Portanto, é natural que o associem a algum perigo, fiquem assustados e queiram fugir.

Agora, se você acostumar o pet desde cedo com barulhos altos, associando-os a coisas boas, ele não ficará tão assustado. Isso vale não só como macete de como acalmar o cachorro com medo de fogos de artifício. A técnica serve também para outros ruídos fortes, como os trovões.

Como acostumar o cachorro ao barulho dos fogos?

Acostumar o cachorro ao barulho dos fogos é um processo gradual. Por isso, o ideal é que comece desde cedo. Afinal, uma vez que o pet adquiriu o trauma, torna-se mais difícil fazer com que ele perca o medo inicial.

cão olhando para frente triste

Aqui vão algumas sugestões de como ajudar o cachorro com medo de fogos a se acostumar com os ruídos:

  • Com a ajuda de uma fonte de ruído controlada, como vídeos ou áudios de fogos e rojões, comece colocando o som bem baixinho no ambiente em que o pet está;
  • Ao mesmo tempo, distraia o pet com mordedores e brinquedos recheáveis;
  • Percebeu que o pet não ficou abalado com os ruídos? Aumente o som gradualmente, distraindo-o com petiscos e brinquedos para que ele associe o barulho a coisas boas,
  • Faça isso até perceber que o cão continua sentindo seguro diante do ruído.

Caso o pet já tenha sido exposto de maneira descontrolada ao ruído de fogos, desenvolvendo o trauma, o procedimento para acostumá-lo a barulhos altos é o mesmo que foi descrito acima.

A diferença é que, nesse caso, ele é mais difícil e levará um pouco mais de tempo até que o cachorro se sinta seguro e passe a associar o som às brincadeiras.

Cachorro com medo de fogos: o que fazer na hora

Acostumar o cachorro com o barulho dos fogos de maneira controlada é a melhor maneira de evitar o desconforto emocional e acidentes gerados pelos fogos.

E quando não é possível agir de maneira antecipada? Saiba o que fazer com cachorro que tem medo de fogos, quando é necessário amenizar os riscos!

  • Certifique-se de que portas e portões estão fechados a fim de evitar fugas;
  • Garanta que o pet tenha um abrigo, como casinha, caminha ou caixa de transporte, onde possa ir para se sentir mais seguro quando estiver com medo;
  • Utilize protetores auriculares próprios para pets, reduzindo o impacto do barulho;
  • O uso de feromônios sintéticos também é útil para acalmar o pet. Consulte um veterinário sobre a melhor maneira de utilizá-los;
  • Fique perto do cachorro e, na medida do possível, procure distraí-lo com petiscos e brincadeiras, mas respeite caso ele prefira ficar num local isolado,
  • Procure mantê-lo em um ambiente com o som mais abafado possível e coloque ao fundo música clássica para que o pet escute – pode ajudar a acalmá-lo e mudar o foco dos ruídos dos fogos.

Dependendo da intensidade do trauma e das reações causadas, pode ser indicado o uso de calmante para cachorro com medo de fogos. Entretanto, a administração de produtos do tipo deve ser prescrita pelo veterinário.

Passado o dia da festa, procure um especialista que possa te ajudar na tarefa de superar o trauma com fogos. Vale lembrar que brinquedos recheáveis e interativos, como os que você encontra na Petz, são muito úteis no processo.

cão deitado com olhar triste

Gostou de saber como ajudar um cachorro com medo de fogos? Aqui no blog da Petz é assim, você encontra várias dicas e curiosidades incríveis sobre comportamento canino. Acompanhe as nossas publicações!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *