Cachorro com soluço: saiba como ajudar o pet

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 12, 2021

Cachorros
Cachorro com soluço: saiba como ajudar o pet
Tempo de leitura: 4 minutos

Algumas alterações muito comuns em seres humanos também acometem nossos pets. Por exemplo, você sabia que pode se deparar com um cachorro com soluço? Decorrente de uma alteração temporária e inofensiva no organismo, o soluço em pet pode até levar o tutor a dar boas risadas.

cachorro com a boca aberta

No entanto, é importante ficar atento à frequência com que o soluço em cachorro ocorre. Além de incômodo, ele também pode ser sintoma de algum problema de saúde. Continue lendo para saber mais sobre o assunto.

Em primeiro lugar, é normal cachorro soluçar?

Conforme explica o Dr. Ítalo Cássio, médico-veterinário especialista em emergência e terapia intensiva e coordenador-técnico da Petz, sim. Desde que não seja algo muito frequente e/ou com longa duração, cachorro com soluço é completamente normal.

“O soluço é uma contração involuntária, um espasmo do diafragma que ocorre esporadicamente, sem nenhum prejuízo ao organismo”, diz o veterinário. Essa contração está diretamente ligada à respiração, alterando a passagem de ar para os pulmões. É daí que vem o curioso som.

Assim como acontece com os seres humanos, o soluço de cachorro pode ter diferentes causas e origens. Entre elas, uma das mais frequentes é comer muito e rápido demais. 

Outros possíveis motivos são mudanças bruscas de temperatura, ansiedade e estresse. Em alguns casos, porém, cachorro soluçando pode ser sintoma de alguma alteração séria.

cachorro em colo de tutor

Outros problemas em relação à respiração

Não é incomum que os tutores acabem confundindo o soluço do cachorro com outras questões que estão relacionadas à respiração do amigo de quatro patas. Por isso, é importante estar atento aos sinais de cada problema para ter a resposta adequada a cada um deles.

Um cachorro ofegante, por exemplo, é tão normal quanto um cachorro com soluço. As raças braquicefálicas estão mais propensas a apresentarem um quadro de ofegação, mas qualquer pet pode começar a ofegar por diferentes motivos. 

Já o engasgo é outra história. Não é tão comum cachorros engasgarem e, quando isso acontece, pode ser necessário fazer o resgate imediato do pet. Se não, o bichinho pode correr o risco de asfixia, que pode levar até ao óbito do pet.

Outras questões, como os espirros reversos e a própria tosse canina, podem confundir o tutor. Por isso, se você tiver dúvidas em relação à saúde do seu companheiro, a melhor medida a se tomar é sempre levá-lo a um médico-veterinário o quanto antes e estar com os primeiros-socorros sempre em dia.

O que fazer quando o cachorro está com soluço?

Tanto em seres humanos como em cachorros, em geral, as crises de soluço vão embora da mesma forma que elas chegam: por conta própria, após alguns minutos. No entanto, uma vez que o soluço está ligado à respiração, o Dr. Ítalo diz que algumas medidas podem ajudar a passar a crise:

  • Leve o pet para um passeio em ritmo tranquilo;
  • Ofereça algum alimento, como um biscoitinho;
  • Disponibilize água fresca.

Todas essas soluções são ideais para mudar o ritmo da respiração do cachorro a fim de quebrar a continuidade dos espasmos musculares. Independentemente do método escolhido, o veterinário diz que a ingestão nunca deve ser forçada. 

“Deixe o pet ingerir o que lhe despertar o interesse e no tempo dele”, recomenda. A ingestão forçada pode gerar outros problemas, como o engasgo, o que pode ser ainda pior para o seu melhor amigo de quatro patas.

Quando o soluço em cachorro se torna preocupante?

É normal cachorro soluçar de vez em quando, mas se isso ocorre com muita frequência, o primeiro passo é verificar se o pet não anda comendo muito rápido. Em caso positivo, é possível encontrar algumas opções de comedouros lentos e comedouros-brinquedos, que liberam o alimento aos poucos. 

O adestramento também pode ser uma forma de evitar que seu cachorro fique muito afobado na hora da alimentação e acabe comendo rápido demais. Treiná-lo para controlar a ansiedade ajudará não só com os soluços, mas também pode ajudar a evitar problemas como a ansiedade de separação.

É muito comum encontrar um cachorro soluçando quando ele é filhote, exatamente por causa do ritmo em que ele se alimenta. Por isso, iniciar o adestramento desde cedo é muito importante para criar bons costumes para o cão.

Por outro lado, se as crises de soluço em cachorro têm duração superior a uma hora e/ou vêm acompanhadas de outros sintomas, como tosse, vômitos, respiração ofegante, etc, procure um veterinário. Pode ser que seu amigo esteja com alguma alteração gastrointestinal, hepática ou metabólica. 

cachorro em fundo preto

Gostou de saber um pouco mais sobre cachorro com soluço? Continue acompanhando os conteúdos do blog da Petz para estar sempre por dentro das informações de como garantir o bem-estar e uma boa qualidade de vida para o seu filho de quatro patas.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *