Cachorro comendo cocô? Saiba o que pode ser e o que fazer

Postado por PETZ, em Atualizado em Feb 19, 2020

Bem-Estar
Cachorro comendo cocô? Saiba o que pode ser e o que fazer
Tempo de leitura: 3 minutos

Diversos comportamentos caninos são um enigma para seus tutores. Por exemplo, cavar a cama antes de se deitar ou seguir os membros da família até mesmo nas idas ao banheiro. Mas se tem um hábito capaz de arrepiar até o último fio de cabelo dos tutores é o do cachorro comendo cocô!

cachorro com olhar triste

Além de não ser higiênico, esse comportamento pode ser perigoso para os pets, deixando-os mais expostos a doenças, como a giardíase. Descubra o que pode estar por trás do hábito atípico e o que você pode fazer para acabar com ele.

Afinal, por que o cachorro come as próprias fezes?

Como muitos sabem, não é todo o cachorro que come fezes. Na verdade, apesar de ser um problema relativamente comum, em especial entre raças de pequeno porte, como Shih-tzu e Yorkshire, o comportamento é sinal de que algo não vai bem.

De acordo com a Dra. Karina Mussolino, médica-veterinária e gerente técnica da Petz, a ingestão de fezes pode indicar deficiência nutricional ou dificuldade de absorção. Contudo, segundo a veterinária, as principais causas da coprofagia (nome técnico do hábito de comer fezes) são de origem comportamental. 

Uma causa comum é quando o cãozinho ainda não entendeu onde fazer suas necessidades e o tutor utiliza métodos punitivos e aversivos para “ensiná-lo”. Ao gritar ou bater no focinho do pet com um rolinho de jornal, o tutor demonstra para o cachorro que está descontente, mas não o que espera dele. 

Sem entender o que fez de errado, o mais provável é que o cachorro associe a bronca ao cocô em si e não ao local. Pensando nisso, dá até para entender por que o cachorro come cocô, não é mesmo? Ele pode estar apenas tentando evitar receber broncas!

Faz mal o cachorro comer fezes?

O hábito de comer as próprias fezes pode fazer muito mal para a saúde do pet. As fezes estão entre as principais fontes de contaminação de algumas doenças, como a giardíase e verminoses. Se o contato com elas já pode ser o suficiente para que ocorra a contaminação, que dirá quando o cachorro come fezes com frequência!

cachorro deitado com blusa enrolada no corpo

Vale destacar que o perigo também inclui os cachorros que ingerem somente as próprias fezes, visto que, dessa forma, eles ficarão mais sujeito a constantes reinfestações. Sendo assim, fique atento se viu seu cachorro comendo cocô! 

O que fazer para o cachorro parar de comer fezes?

Se você tem visto seu cachorro comendo fezes, você deve levá-lo ao veterinário. Só após a avaliação poderá se descartar a possibilidade de deficiências nutricionais ou problemas na absorção de nutrientes. É importante que sejam feitos exames a fim de identificar a presença de vermes para dar início ao tratamento da doença. 

Sendo assim, o tratamento vai depender do porque o cachorro come cocô. Em caso de deficiências nutricionais, o veterinário poderá recomendar as alterações necessárias na dieta. Já se a coprofagia tiver origem comportamental, a “cura” pode ser mais demorada. Veja algumas dicas a seguir:

  • Nunca brigue ou bata no cachorro quando fizer suas necessidades em local inapropriado. Em vez disso, ao perceber que o pet está prestes a fazer xixi ou cocô, leve-o até o lugar certo e premie-o com petiscos e carinho. Dessa maneira, ele irá entender que é ali que deve fazer suas necessidades;
  • Tente recolher as fezes do cachorro o quanto antes, de preferência sem que ele veja a ação. Fazer o recolhimento na frente do cãozinho pode dar a ele a ideia de que deve “sumir” com elas quando o tutor não estiver em casa;
  • A princípio, restringir o espaço disponível para o pet até que ele aprenda onde deve fazer suas necessidades pode facilitar a tarefa, além de evitar acidentes,
  • Atualmente, em lojas como a Petz, já é possível encontrar produtos específicos para tratar a coprofagia, que deixam as fezes com sabor amargo ou com cheiro repulsivo para o pet. Converse com um veterinário sobre o uso desse tipo de produto!

Lembre-se de que cães não apresentam sentimentos humanos e nunca agem por birra ou pirraça. Além disso, não sabem o que é um tapete persa ou um lençol limpinho. Se o seu amigo anda fazendo as necessidades em local indesejado, não é culpa dele!

cachorro laranja com manchas brancas olhando para frente

Se você viu seu cachorro comendo cocô, não deixe de consultar um veterinário. Para saber mais sobre coprofagia e problemas como esse, visite o blog da Petz!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *