Cachorro pode comer açaí?

Postado por PETZ, em Atualizado em Feb 12, 2021

Alimentação
Cachorro pode comer açaí?
Tempo de leitura: 2 minutos

Um alimento nutritivo, extremamente rico em energia, fibras, antioxidantes, vitaminas e minerais importantes. Com todas essas características, é de esperar que, assim como a gente, cachorro pode comer açaí. Essa é uma fruta típica do Norte do Brasil que já caiu no gosto do restante do país. 

beagle pronto para brincar

Mas não é bem assim. Além de calórico, o açaí ainda conta com uma substância tóxica aos cães. A seguir, saiba mais sobre os riscos do açaí para o cachorro.

Por que não pode dar açaí para cachorro?

O principal motivo que explica por que o açaí faz mal para cachorro tem a ver com uma substância chamada teobromina, derivada da cafeína. 

Presente também em outros alimentos, como o cacau e guaraná, a teobromina é uma substância do tipo alcaloide. Na espécie humana, ela impacta no sistema nervoso central, induzindo a produção de serotonina pelo hipotálamo. Daí a sensação de bem-estar e felicidade momentânea que muita gente sente ao se deliciar com um chocolate! 

Ainda nos seres humanos, a teobromina aumenta a frequência cardíaca, o que explica o efeito “termogênico” (aceleração do metabolismo), de alimentos como o guaraná. 

Quando ingerimos um alimento rico em teobromina, como o açaí, a substância é metabolizada por uma enzima específica que atua em nosso fígado. Já o cachorro não pode tomar açaí, pois não sintetiza essa enzima em seu organismo. 

Como resultado, os pets não conseguem metabolizar a substância e, com isso, podem acabar tendo problemas gastrointestinais ou intoxicação. Por isso, não pode dar açaí para cachorro.

Além disso, apesar de contar com muitas vitaminas e minerais, o açaí é bastante rico em açúcares e gorduras, o que contribui para problemas como obesidade, diabetes, entre outros.

cachorro com cara triste

Cachorro comeu açaí por acidente, e agora?

O cachorro pode comer açaí acidentalmente. Nesse caso, procure um veterinário com urgência, mesmo que ele ainda não apresente qualquer sintoma. Nesse sentido, vale destacar que quanto menor é o porte do cão, maior é a chance de intoxicação. 

Como regra, doses de teobromina de 100 a 150 mg por quilo de peso já são consideradas tóxicas para os cães. Doses superiores a 200 mg por quilo de peso podem ser fatais.

Entre as consequências da intoxicação por teobromina estão: hipertensão, taquicardia, excitação, tremores e dificuldades de respiração. Fazem parte dos sinais clínicos do quadro incontinência urinária, vômito, diarreia, letargia e, em casos mais graves, coma.  Há muito perigo em achar que o cachorro pode comer açaí! 

Independentemente da quantidade de açaí (ou de qualquer outro alimento com teobromina) ingerida, não deixe de buscar atendimento veterinário emergencial para seu amigo.

Além de indução do vômito, o que só deve ser feito por um veterinário, pode ser necessária uma lavagem gástrica. Isso tudo para evitar uma maior absorção da substância pelo organismo do cãozinho. 

O tratamento também inclui suporte para os sintomas apresentados, com fluidoterapia para reposição de eletrólitos e uso de medicamentos para controle cardíaco, por exemplo.

Quanto a pergunta é se cachorro pode comer açaí já sabemos que a resposta é não! Confira aqui no blog mais informações sobre alimentos liberados ou proibidos para cães. 

cachorro com a língua para fora

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *