Cachorro pode comer laranja?

Postado por PETZ, em Atualizado em Oct 26, 2020

Alimentação
Cachorro pode comer laranja?
Tempo de leitura: 2 minutos

Será que cachorro pode comer laranja? Se você, como muita gente, também adora essa fruta rica em vitamina C, é provável que já se tenha feito essa pergunta. Docinha e saborosa, a laranja é reconhecida por manter o bom funcionamento do nosso sistema imunológico. A seguir, descubra se o alimento também é benéfico para os cães.

cachorro com a língua de fora

Faz mal dar laranja para cachorro?

A resposta para saber se pode dar laranja para cachorro vai depender do estado de saúde do seu filho de quatro patas. De maneira geral, o cão pode comer laranja se ele estiver saudável. Isso, claro, desde que o alimento seja oferecido em pouca quantidade, sempre sem casca e sementes. 

No entanto, ainda que seja uma fruta pobre em sódio e gordura, a laranja é muito rica em açúcar. Por isso mesmo, pode desencadear ou agravar quadros de obesidade, diabetes, entre outros problemas de saúde. 

Além disso, laranja faz mal para cachorro com maior sensibilidade no sistema gastrointestinal. Assim, a ingestão da fruta pode apresentar reações devido à leve acidez. Na dúvida, converse com um veterinário.

laranja cortada ao meio

Vitamina C: ela também é importante para os cães?

Quando se fala em nutrientes da laranja, é comum lembrar primeiro da vitamina C. Também chamada de ácido ascórbico, ela é muito conhecida por suas propriedades antioxidantes e que ajudam a manter o bom funcionamento do sistema imunológico. Daí a importância do nutriente para os seres humanos.

Mas e no caso dos cães, eles também precisam de vitamina C? Sim. Para os cães, a vitamina C é uma substância com importante função antioxidante, ajudando no combate aos radicais livres, associados à degeneração e ao envelhecimento celular. 

Contudo, diferentemente do que ocorre com seres humanos, já que precisamos obter o nutriente a partir da alimentação, o organismo do cachorro é capaz de sintetizar o ácido ascórbico por meio da glicose, pelo fígado. 

Sendo assim, se o pet possui uma alimentação balanceada — à base de ração comercial de qualidade ou dieta caseira prescrita por médico-veterinário nutricionista — não é necessário aumentar a ingestão da vitamina por meio da fruta ou de suplementação. 

Outros nutrientes importantes para o organismo canino e que estão presentes na laranja são: cálcio, potássio, fósforo, ferro e magnésio. Porém, eles também costumam ser obtidos em quantidade suficiente por uma alimentação equilibrada, sem a necessidade de complementos.

Como dar laranja para o cachorro?

Antes de oferecer um pedaço de laranja para cachorro, é imprescindível remover a casca e as sementes. Embora seja muito rica em nutrientes, a casca possui substâncias que podem causar irritação no estômago e em outros órgãos do cão. 

Isso também vale para a “pele” branca que costuma ficar depois de descascar a fruta. Tão ou mais perigosas, as sementes podem levar a uma obstrução intestinal. Em casos mais graves, inclusive, há necessidade de intervenção cirúrgica para a remoção das sementes.

A melhor maneira de oferecer a fruta, portanto, é ao natural, sem cascas e semente, em quantidade moderada. Nesse sentido, o cachorro pode comer laranja como petisco esporádico. 

Lembrando que cachorro come laranja, mas o suco da fruta nunca deve ser oferecido, pois, possui uma alta concentração de calorias e açúcares, sem a compensação das fibras. 

cachorro pedindo petisco

Agora que sabe se cachorro pode comer laranja, confira o blog da Petz para outros conteúdos sobre bem-estar pet!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *