Cachorro pode comer pimentão?

Postado por PETZ, em 06/02/2021

Alimentação
Cachorro pode comer pimentão?

Ingrediente comum em nossas receitas, os diferentes tipos de pimentão dão, cada um à sua maneira, um sabor único aos pratos. Não bastasse isso, eles são pouco calóricos, mas muito ricos em vitaminas e minerais importantes. Pensando nisso, muitos tutores se perguntam se cachorro pode comer pimentão.

cachorro preto

A seguir, saiba mais sobre os tipos de pimentão, de que maneira eles podem ser oferecidos aos amigos de quatro patas e quais são seus benefícios para o organismo do pet. Continue lendo e descubra se cachorro pode comer pimentão!

Quais são os tipos de pimentão liberados para cachorro?

Amarelo, verde ou vermelho. Pode dar pimentão para cachorro independentemente do tipo. Aliás, todos eles contam com nutrientes benéficos para eles. Por causa do sabor único de cada um, pode ser que seu amigo de quatro patas se interesse mais por um tipo que por outro. 

Nesse sentido, além de ficar atento às preferências do pet, observe também se, após a ingestão do alimento, ele não apresenta reações como vômito, diarreia ou dores abdominais. Apesar do pimentão para cachorro ser permitido, alguns indivíduos podem apresentar mais sensibilidade a eles. 

Benefícios do pimentão para os cachorros

Assim como nós, o cachorro gosta de pimentão e pode se beneficiar do fato de o pimentão ser um alimento pouco calórico e rico em nutrientes e vitaminas importantes. 

No entanto, cabe frisar que as rações comerciais vendidas em lojas como a Petz já contêm todos os nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo do cachorro, não é preciso qualquer tipo de complemento.

cachorro deitado no sofá

Também para aqueles que optam pela alimentação caseira, a dieta prescrita pelo médico-veterinário deve ser seguida à risca pelo tutor, a fim de garantir uma nutrição completa. Desde que não haja nenhuma restrição, não é raro que um ou mais tipos de pimentão façam parte do cardápio, o que é muito bom para garantir os seguintes nutrientes:

  • Vitamina A: também chamada de retinol, está relacionada a uma boa visão e participa da síntese de hormônios e das funções da pele;
  • Vitaminas do complexo B: com funções antioxidantes, também são importantes para o funcionamento de sistema nervoso, pele, metabolização de glicose e replicação celular;
  • Cálcio: importante para a estrutura óssea, coagulação sanguínea, transmissão de impulsos nervosos e para as contrações musculares;
  • Magnésio: participa de mais de 300 processos metabólicos no organismo do cachorro, incluindo aqueles ligados à síntese proteica, ao funcionamento cardíaco, à proliferação de linfócitos (sistema imunológico) e à estrutura de ossos e dentes;
  • Fósforo: é importante para a estrutura óssea, além de ser um componente da membrana celular e do DNA. Sua deficiência está associada ao retardo no crescimento e a problemas ósseos, como osteomalácia e entortamento das pernas,
  • Potássio: fundamental para o equilíbrio ácido-básico do organismo, participa da transmissão de impulsos nervosos, do transporte de moléculas pela membrana celular e de diversas reações enzimáticas. A deficiência de potássio está associada a problemas de crescimento, fraqueza muscular e até paralisia. 

Outra vitamina presente no pimentão é a vitamina C, mas esta não precisa estar presente na alimentação dos cães, uma vez que, diferentemente de nós, eles são capazes de sintetizar o ácido ascórbico naturalmente por meio da metabolização da glicose pelo fígado.

Como oferecer pimentão ao cachorro

Sabendo que cachorro pode comer pimentão, a melhor maneira de oferecer o alimento aos cães é por meio da inclusão do alimento numa dieta prescrita por um médico-veterinário. 

Isso porque, como mencionado acima, as rações comerciais já garantem uma alimentação completa e balanceada. Como petisco, os cachorros costumam preferir outras opções, como algumas frutas ou os famosos bifinhos. 

Em geral, recomenda-se que os diferentes tipos de pimentão sejam servidos cozidos em água, uma vez que o risco de indigestão é maior para o consumo do alimento cru. 

cachorro recebendo comida do tutor

Por fim, sempre que for oferecer algo diferente para seu amigo, observe se ele apresenta alguma reação inesperada, como vômitos, diarreias e desconforto abdominal. Nesse caso, pimentão faz mal para cachorro e mesmo alimentos considerados seguros podem desencadear problemas em pets mais sensíveis.

Lembrando que, por se tratar de um alimento muito rico em fibras, o excesso de pimentão também pode contribuir para quadros de diarreia. E após conferir se cachorro pode comer pimentão. Veja outros conteúdos sobre saúde e bem-estar animal no blog da Petz!

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *