Cães braquicefálicos: descubra 6 curiosidades sobre a braquicefalia

Postado por PETZ, em Atualizado em Dec 10, 2019

Cachorros
Cães braquicefálicos: descubra 6 curiosidades sobre a braquicefalia
Tempo de leitura: 3 minutos

De acordo com o último censo canino, algumas das raças mais populares entre os brasileiros em 2018 eram Shih-tzu, Pug e Buldogue francês. Além da fofura e do pequeno porte, essas raças têm outra característica em comum: são todas de cães braquicefálicos.

Caracterizada por alterações anatômicas do crânio, que tornam o focinho mais curto, a braquicefalia faz com que o pet apresente traços muito carismáticos, como face arredondada e olhos arregalados.

Por outro lado, ela também é responsável por uma maior predisposição a certos problemas de saúde, como os respiratórios. Abaixo, confira 6 curiosidades sobre os cães de raças braquicefálicas!

1. Cães braquicefálicos estão cada vez mais populares

Como dissemos antes, os cães braquicefálicos marcaram presença no censo canino 2018. Das dez raças de cachorro mais populares no Brasil atualmente, quatro são braquicefálicas: Shih-tzu, Lhasa Apso, Pug e Buldogue francês.

Além delas, outros cachorros braquicefálicos muito queridos no mundo inteiro são Boxer, Buldogue inglês, Boston Terrier, Dogue de Bordeaux e Shar-pei. Lembrando que, dependendo do cruzamento, cães sem raça definida também podem ser braquicefálicos.

2. Esses cães são mais predispostos a problemas respiratórios

Justamente por causa do formato do crânio, o sistema respiratório dos cães braquicefálicos apresenta alterações anatômicas, como redução dos orifícios nasais e desenvolvimento incompleto da traqueia.

Isso faz com que um cachorro braquicefálico tenha mais dificuldade para respirar, o que o torna mais suscetível à asma, quadros de tosse, espirros e falta de ar.

3. Cães braquicefálicos são famosos por roncar

Emitido durante o sono, o ronco é provocado pelo estreitamento ou pela obstrução das vias respiratórias. Quando o ar passa, essas estruturas vibram, gerando o som característico.

No caso de cachorro braquicefálico, as vias respiratórias costumam ser naturalmente mais estreitas. Por isso, é comum que eles tenham sono um pouco mais barulhento. Mas fique de olho e procure um médico-veterinário caso os roncos se tornem muito altos ou se o pet apresentar muita dificuldade para respirar.

4. Esses pets também estão propensos a problemas oculares

Uma característica muito fofa, mas potencialmente perigosa para a saúde de cães braquicefálicos são os olhos arregalados. Como as pálpebras muitas vezes não envolvem os olhos completamente, pets de focinho achatado apresentam baixa produção lacrimal e olhos secos, o que pode ocasionar inflamações.

Além disso, traumas oculares, como os decorrentes de batidas, também são muito comuns, graças à maior exposição dos olhos nessas raças. Utilizar medicamentos para cachorro adequados e indicados por especialista pode ser uma excelente solução.

5. Cães com braquicefalia são muito sensíveis ao calor…

Garantir que o pet esteja sempre protegido de temperaturas extremas é uma das funções de todo o tutor. No entanto, quem convive com um cão braquicefálico deve redobrar a atenção.

Isso porque, por terem o focinho mais curto, esses pets têm dificuldade de resfriar o corpo, o que naturalmente ocorre pela respiração. Com isso, ficam mais sujeitos a sofrer com a hipertermia.

Portanto, fique atento a alguns cuidados com o cachorro braquicefálico. Nunca deixe seu amigo trancado em locais quentes e fechados, como dentro do carro, e evite passeios e exercícios vigorosos em dias muito quentes. O superaquecimento do organismo pode levar, inclusive, à morte do cachorro!

6. …e precisam de alimentação especial

Quando um cão braquicefálico passa a roncar mais do que o normal, é comum que a causa por trás disso seja o excesso de peso. Isso ocorre porque a obesidade dificulta ainda mais a respiração. Sendo assim, é importante que a alimentação de raças de focinho achatada seja balanceada.

Mas essa não é a única preocupação na hora da comida! Devido ao formato de seu maxilar, cães braquicefálicos podem ter dificuldade em apreender os alimentos. Para evitar esse problema, prefira rações específicas para a raça do seu amigo, que já vêm com grânulos em formato adaptado para o formato da mordida eles.

Continue acompanhando no blog da Petz para mais informações sobre as diferentes raças e características caninas!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *