Como aumentar a imunidade do cachorro: 4 passos para uma saúde de ferro

Postado por PETZ, em Atualizado em Dec 4, 2020

Cachorros
Como aumentar a imunidade do cachorro: 4 passos para uma saúde de ferro
Tempo de leitura: 4 minutos

Para os tutores de cachorros, não há sentimento melhor de que encontrar seu amigo de quatro patas saudável e feliz. Por isso, ficar de olho no aparecimento de determinados problemas é essencial. Doenças recorrentes ou comportamentos estranhos, como abatimento e cansaço, podem ser sinais de defesa debilitada no organismo. Mas afinal, como aumentar a imunidade do cachorro?

Alguns fatores externos podem reduzir a resistência do organismo a doenças. Isso vale para pets e tutores. Mudanças de clima, quedas de temperatura, estresse, má alimentação, estão entre esses fatores.

Caso o seu companheiro esteja apresentando sintomas de qualquer doença, é sempre necessária a avaliação de um médico-veterinário. Imunidade baixa: sintomas e tratamento em cães. Saiba mais sobre esses assuntos com nossas quatro dicas de como solucionar ou prevenir o problema.

1. Atividades físicas

Muitas vezes, o cotidiano pode ser bem cansativo. Trabalho, tarefas domésticas e outros afazeres ocupam boa parte do nosso tempo. Nesse contexto, é comum que o pet fique um pouco de lado. Mas não podemos esquecer como cachorros são sensíveis e precisam de cuidado sempre! Até porque uma rotina equilibrada é o primeiro passo para uma boa saúde.

Por isso, não se esqueça de passear e de brincar diariamente com seu companheiro. Atividades físicas comprovadamente podem aumentar imunidade cachorro ao natural! Mas, cuidado: temperaturas muito baixas, sol excessivo e chuvas podem comprometer a saúde de seu amigo. Os melhores horários para passeio são antes das 10h e depois das 16h.

2. Enriquecimento ambiental

Quando passamos por uma fase difícil em casa ou no trabalho, normalmente ficamos mais expostos a gripes, resfriados, viroses, entre outras doenças. Pois saiba que, assim como a gente, os cachorros também ficam mais sujeitos a ter problemas de saúde físicos quando não estão com o emocional em dia.

Nesse sentido, uma outra forma de aumentar a imunidade do seu peludo é garantir que ele não sofra de problemas como ansiedade, depressão e fobias. Para isso, o adestramento é uma grande ajuda, mas também é importante garantir que o cão viva em um ambiente rico em estímulos, o que inclui o uso de diferentes tipos de brinquedos.

Entre os destaques estão os brinquedos interativos, como os quebra-cabeças que liberam comida, por exemplo. Além de estimular o olfato, o paladar, o tato e a visão dos cachorros, eles ainda desafiam a inteligência deles, entretendo o pet por bastante tempo.

3. Alimentação

Outro ponto fundamental para cuidar da imunidade de seu pet é ficar de olho na alimentação. Atualmente, é fácil encontrar uma grande variedade de produtos para cães de diferentes idades, raças e tamanhos em lojas como a Petz.

Por serem desenvolvidas por especialistas, levando em conta as necessidades dos pets, as rações do tipo premium e super premium costumam ser o suficiente para uma nutrição adequada.

Porém, até a melhor das rações pode perder suas propriedades se for mal armazenada. Por isso, após escolher o produto ideal com a ajuda de um veterinário, tenha cuidado com a manutenção.

Umidade, sol e outras condições climáticas podem afetar a qualidade do alimento e comprometer a nutrição de seu amigo, afetando a imunidade dele.

4. Vacinação e vermifugação

Que a vacinação e a vermifugação são dois cuidados essenciais, todo mundo sabe. O que muita gente esquece é que esses cuidados não acabam quando o cachorro cresce. Apesar de o número de doses ser maior nos filhotes, os tutores devem ficar atentos à vacinação e à vermifugação de seus pets durante toda a vida.

A medicina está sempre evoluindo, e novos remédios e vacinas são desenvolvidos o tempo todo. A visita ao médico-veterinário deve acontecer regularmente. Além de verificar a vacinação e a vermifugação, o especialista pode realizar um “check up” de rotina em seu amigo, garantindo sempre uma boa saúde.

Se mesmo após seguir os passos acima, seu amigo ainda apresentar problemas de saúde frequentes, como alergias, dermatites, infecções etc., procure levá-lo ao veterinário o quanto antes.

Após uma avaliação do histórico do pet e a realização de alguns exames, ele poderá passar uma orientação individualizada, indicando o que fazer para melhorar a imunidade do cão em casos mais complexos.

E aí, pronto para colocar as dicas acima em prática e garantir uma saúde de ferro para seu amigo? Na Petz é possível encontrar rações de qualidade, vermífugos, suplementos alimentares, além dos melhores profissionais para acompanhar seu cachorro em sua rotina. Venha nos fazer uma visita!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *