Por que um cachorro ataca outro? Descubra!

Postado por PETZ, em Atualizado em Mar 24, 2020

Cachorros
Por que um cachorro ataca outro? Descubra!
Tempo de leitura: 3 minutos

Você pode se perguntar por que um cachorro ataca outro mesmo sendo um animal social e que gosta de interação. Apesar de geralmente ser muito aberto às pessoas, a interação dele com outros cães nem sempre é das mais saudáveis. O que, em alguns casos, pode até mesmo acabar em brigas.

dois cachorros brigando

Mas você sabe por que um cachorro ataca outro? Abaixo, conversamos com uma médica-veterinária para entendermos os motivos desse comportamento do cachorro e como evitá-lo. Confira!

Socialização inadequada: um dos principais motivos para brigas

Especialistas em conduta canina recomendam que até por volta do quarto mês de vida o pet seja apresentado ao maior número de pessoas, pets e ambientes possível. 

A recomendação ocorre porque é nessa fase da vida que o filhote começa a descobrir o mundo. Ao entrar em contato com determinado tipo de situação nesse período, ele se torna mais seguro e aprende a lidar com ela de forma melhor no futuro. 

Falando especificamente da interação entre dois pets, parece natural que um animal não estranhe e se entenda com outro indivíduo da mesma espécie. Porém, se o seu filho de quatro patas nunca conviveu com outros cachorros, o primeiro contato pode ter resultados inesperados.

“Cão que não foi corretamente socializado pode, sim, ser um cachorro agressivo e atacar outros, mas alguns sentem medo e recuam, evitando o contato”, explica a Dra. Louise Siqueira, médica-veterinária da clínica SERES de Salvador.

Sobre a interação entre cachorros, vale destacar que ela é bastante codificada em vocalizações, posturas e gestos, e é durante a socialização adequada que os pets aprendem esses códigos, prevenindo problemas. 

Como exemplo, a Dra. Siqueira diz que um cão com postura dominante pode gerar estranhamento em outros cachorros, “assim como cães muito alegres podem não ser compreendidos, provocando uma briga”. 

É o que pode acontecer quando um pet não entende que outro não quer brincar. “A aproximação deve ocorrer de forma lenta para que um peludo conheça o outro e os tutores devem ficar atentos a qualquer sinal de estranhamento”, orienta a veterinária.

Outras causas comuns para um cachorro atacar outro

Mesmo um cachorro que foi corretamente socializado pode brigar com outro em determinadas situações. Mas porque um cachorro ataca outro depende principalmente de como o tutor lida com essas novas circunstâncias a fim de evitar brigas. Entre as causas frequentes para ataque de cachorro estão:

  • Disputa por água e alimento: quando dividem o mesmo ambiente e/ou quando há escassez de comida, cães podem se tornar agressivos para se impor;
  • Disputa pela atenção do tutor: sim, pode haver cachorro com ciúme. Quando você dá mais atenção para um pet do que para outro, aquele que foi preterido acaba enxergando o outro como inimigo;
  • Estresse e ansiedade: cães que não têm suas necessidades físicas e psicológicas atendidas costumam ser mais agressivos, envolvendo-se em brigas,
  • Dores: pets machucados ou com dor ficam mais ariscos nas interações. Em alguns casos, eles podem ficar agressivos, partindo para a briga.

6 dicas para evitar brigas entre cachorros

Se o seu amigo se envolve em brigas com frequência ou se o convívio entre os pets numa mesma casa se tornou insustentável, vale a pena conversar com um especialista em comportamento de cachorro para entender o que está acontecendo e reverter o quadro. 

cachorros brigando no gramado

Abaixo, separamos algumas dicas para evitar o cachorro irritado, e que vão ajudar a amenizar o problema de socialização:

  • Passeie diariamente com o pet. Isso ajuda na socialização e no gasto de energia;
  • Ensine o cãozinho a se aproximar de outros animais de maneira tranquila, sem afobação;
  • Ao perceber qualquer estranhamento na interação entre dois cachorros, afaste-se com o animal para evitar brigas;
  • Ao levar um novo cão para casa, siga o passo a passo de como apresentá-lo da maneira adequada. Veja dicas aqui no blog;
  • Mantenha o comedouro e o bebedouro de cada cachorro em ambientes separados para evitar disputas,
  • Não se esqueça de dividir sua atenção igualmente entre os dois cachorros e proporcione momentos agradáveis para os dois juntos.

Por fim, não deixe de levar o peludo para um check-up ao menos uma vez por ano e sempre que ele apresentar mudanças físicas ou nos hábitos. Problemas de saúde também podem estar por trás do problema porque um cachorro ataca outro.

cachorros brigando na rua

Confira mais sobre comportamentos animais no blog da Petz, assim você ajuda no bem-estar e saúde do seu pet. 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *