Ração canina: saiba como e do que ela é feita

Postado por PETZ, em Atualizado em Jun 21, 2019

Alimentação
Ração canina: saiba como e do que ela é feita
Tempo de leitura: 3 minutos

Tanto pela praticidade como por seu valor nutricional, a ração canina é considerada um dos melhores alimentos para o seu fiel companheiro.

Desenvolvida de acordo com as necessidades de porte, faixa etária e até do estado de saúde dos pets, as comidinhas garantem mais bem-estar, beleza e longevidade para os cachorros.

Mas você sabe quais os tipos de ração para cachorro e do que elas são feitas? Chegou a hora de descobrir!

Com mesmo valor nutricional, mas, ingredientes diferentes

Nas aulas de química, aprendemos que os alimentos podem ser classificados como carboidratos, proteínas e lipídios. E, que todos eles exercem funções importantes no nosso organismo.

Por isso, é fundamental consumi-los em quantidades adequadas, já que tanto o excesso como a falta dessas substâncias pode causar desequilíbrios.

Pensando nisso, a ração canina leva em conta diversos fatores, como porte, faixa etária e estilo de vida do pet. Porém, a fonte dos nutrientes não é a mesma em todas as rações, ela varia de acordo com a categoria do alimento.

A seguir, saiba mais sobre alguns dos principais ingredientes presentes nas melhores rações para cães:

Farinha de vísceras

Em geral, é o principal ingrediente da ração para cachorro premium e super premium e garante mais proteína ao seu amigo.

Como tem boa digestibilidade, permite uma maior absorção. O que faz com que o pet coma menos e, mesmo assim, se sinta saciado.

De acordo com as normas da Anvisa, para fazer essa farinha, podem ser usados na ração de cachorro composição, desde tripa até pulmão de boi. Parece indigesto? Pois saiba que a mistura é muito nutritiva!

Farinha de carne e ossos

Ingrediente mais abundante nas rações do tipo standard, também é muito rica em proteínas. É feita a partir da carcaça de bovinos e passa por um processo de secagem e de moagem antes de entrar para a ração.

Apesar de nutritiva, tem uma digestibilidade um pouco menor. Ou seja, é necessário que o cachorro coma mais para absorver os nutrientes.

Milho integral moído

Por seu custo acessível, está presente tanto nas rações standard quanto nas super premium. Boa fonte de carboidratos, o milho ainda é bastante rico em fibras, o que é benéfico para a saúde do cachorro.

Na ração, ele também desempenha um papel estrutural, já que ajuda a manter o pellet da ração mais durinho e ideal para a dentição canina.

Quirera de arroz

Essa ração é rica tanto em proteínas como em carboidratos e possui fibras que ajudam a digestão do pet.

Muito presente nos alimentos do tipo premium e super premium, ela ainda auxilia na hora de manter o cocô do pet mais durinho e compacto.

Óleo de peixe

Bastante comum em rações do tipo premium e super premium, o óleo de peixe é rico em ácidos graxos (gorduras), como EPA e DHA.

E, por isso, ajuda a reduzir inflamações no organismo, incluindo problemas cardíacos, de pele e articulares.

Agora que você já sabe do que é feita ração para cachorro, saiba também que, além desses ingredientes as comidas ainda são enriquecidas com vitaminas e minerais.

E, se oferecidas em quantidades cuidadosamente calculadas, elas ajudam a garantir o equilíbrio no funcionamento do organismo do seu pet.

Extrusão dos alimentos: o processo por trás da ração canina

Mesmo conhecendo todos os ingredientes, você deve estar se perguntando “como são transformados em bolinhas secas e de tamanho uniforme?”. Pois bem, a resposta está no processo de extrusão!

Para fazer a ração canina, a maior parte dos ingredientes passa por uma secagem prévia. Em seguida, eles são misturados de acordo com as quantidades pré-estabelecidas e passam por um processo de moagem.

Com as partículas homogêneas, a mistura é levada para uma máquina extrusora. Então, os alimentos recebem água e vapor e passam por altas condições de pressão e de temperatura.

O objetivo é cozinhar ingredientes que ainda estejam crus, matar microorganismos presentes na mistura e expandir o alimento. Por fim, a massa da ração passa por uma máquina cheia de buraquinhos. É ali que ela ganha o formato definitivo.

Aliás, você sabia que o formato da ração é planejado com base na dentição dos cachorros, de acordo com porte, faixa etária e a raça? Agende uma consulta na clínica Petz mais próxima a você e converse com um de nossos veterinários sobre a melhor opção para o seu amigo!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *