Ração sem corante: ela é mesmo mais saudável?

Postado por PETZ, em Atualizado em Mar 11, 2021

Alimentação
Ração sem corante: ela é mesmo mais saudável?
Tempo de leitura: 3 minutos

Em casa, uma das melhores maneiras de promover uma dieta balanceada é por meio de rações comerciais de qualidade. No entanto, na hora de escolher a ração ideal, sempre encontramos diversas opções que podem nos confundir. Uma delas é a ração sem corante!

ração de cachorro no comedouro

É a partir da alimentação que os cães obtêm todos os nutrientes necessários ao bom funcionamento de seu organismo. Porém, em alguns casos, as rações podem  desencadear reações adversas, como coceira e desconfortos intestinais. Como evitar isso? A ração sem corante é a melhor opção? Continue lendo para descobrir!

Afinal, ração com corante faz mal para cachorro?

De acordo com o Dr. Ítalo Cássio Oliveira, médico-veterinário responsável pela coordenação técnica de clínicas e hospitais das redes Petz e Seres, assim como acontece com alimentos humanos, ração com corante faz mal para cachorro também.

Ele aponta que entre os principais riscos associados à ingestão de corantes artificiais estão o surgimento ou a piora de problemas dermatológicos, como alergias na pele e até mesmo danos em órgãos internos, com comprometimento do metabolismo.

Nesse sentido, é válido ressaltar que cada indivíduo reage de maneira diferente à presença da substância. “Organismos que apresentem patologias preexistentes, por exemplo, na pele, podem ser mais sensíveis ao agente e desenvolver hipersensibilidade de modo mais intenso”, diz.

Os sinais mais frequentes de alergia aos corantes — ou a outros componentes da ração — são: prurido (coceira), eritema (vermelhidão da pele), descamação e, em casos mais intensos, também quadros de vômitos e diarreia. 

Portanto, prefira ração de cachorro sem corante. Em caso de suspeita, procure um veterinário para mais orientações.

Outros ingredientes podem causar alergias alimentares em cães

Além da ração com corante e conservantes artificiais, outros ingredientes podem desencadear alergia alimentar em indivíduos com hipersensibilidade a certos alimentos, provocando sintomas como coceira intensa no seu filho de quatro patas. 

É o caso de algumas proteínas, como as do frango, e também de glicoproteínas (proteínas ligadas a carboidratos), como as que estão presentes no arroz integral e em outros alimentos frequentemente usados em rações.

cachorro com pote de ração

Em geral, o diagnóstico de alergia alimentar é feito por eliminação, descartando-se outras possíveis causas de problemas dermatológicos, como os desencadeados pela presença de ectoparasitas ou pela contaminação por micro-organismos. 

Uma vez que a alergia alimentar tenha sido confirmada pelo veterinário, este poderá recomendar a substituição da ração tradicional por uma versão hipoalergênica, desenvolvida com proteínas hidrolisadas altamente digestíveis que diminuem a chance de reação indesejada. 

Seja como for, nunca ofereça rações medicamentosas a seu amigo sem prescrição veterinária. Lembrando que a transição de uma ração para outra deve ser feita de maneira gradual, misturando a ração antiga com a nova, para evitar problemas gastrointestinais.

Como escolher a melhor ração para cachorro?

Na hora de escolher a melhor ração sem corante para seu amigo de quatro patas, vale a pena levar o pet para um check-up com um veterinário. Isso porque o estado de saúde do cãozinho é importante para definir a melhor opção, de acordo com as necessidades de cada paciente. 

Cães acima do peso podem se beneficiar de rações medicamentosas com baixo teor de gorduras, por exemplo. Contudo, somente um veterinário, após uma avaliação cuidadosa, poderá dizer qual é a opção mais indicada para melhorar a qualidade de vida do cachorro.

Além de dar preferência à ração sem corante e conservantes artificiais em sua composição, fique atento também às indicações de porte e idade presentes na embalagem. As necessidades nutricionais de um filhote não são as mesmas de um cão adulto ou idoso.

Essa dica também vale para os bichanos! Também prefira a ração para gato sem corante na hora de escolher a comida para seu bigodudo.

cachorro comendo ração

Por fim, o Dr. Ítalo recomenda oferecer somente rações embaladas previamente em embalagens individuais, nunca comprá-las a granel. Sempre que possível, prefira a ração para cachorro sem corante do tipo super premium, que possuem mais digestibilidade.

Tirou suas dúvidas sobre qual ração escolher? Aqui, no blog da Petz, a gente dá várias dicas sobre a alimentação correta para seus peludos. Confira nossos outros conteúdos e aproveite!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *