Cachorro tem dor de cabeça? Entenda se o problema também afeta os cães

Postado por PETZ, em 15/07/2021

Cachorros
Cachorro tem dor de cabeça? Entenda se o problema também afeta os cães

Dor de cabeça, desconforto abdominal, náuseas… Há certos sintomas e problemas de saúde que quase todos nós já sentimos pelo menos uma vez na vida. Muito comum em seres humanos, a dor de cabeça pode aparecer por diversos motivos. Mas e quando falamos de pets, será que cachorro tem dor de cabeça?

cachorro descansando

É importante entender que os sintomas que acometem os bichinhos por vezes não são os mesmos que nos afetam. Por isso, procurar sinais de dor em cães pode ser mais difícil do que parece, e as causas dessa dor podem ser variadas. Saiba mais sobre esse assunto no conteúdo a seguir!

Enxaqueca: ela ainda não foi comprovada em cães

Ao contrário do que muitos pensam, não existe um único tipo de dor de cabeça. Na verdade, os seres humanos podem ser acometidos por diversos tipos de cefaleia, cada um com suas causas e especificidades. Entre elas, uma das mais conhecidas é a enxaqueca.

Caracterizada por crises de dor recorrente e aguda num dos lados da cabeça, a enxaqueca gera muito desconforto. Além da dor, é comum que venha acompanhada de outros sintomas desagradáveis, como náusea, tontura e sensibilidade à luz. 

Outro fator que torna a enxaqueca um transtorno para pacientes e um desafio para os médicos é que ela costuma ter origem multifatorial. Ou seja, é muito difícil identificar qual é o gatilho para as crises. 

Isso porque ela pode estar ligada ao consumo exagerado de álcool e/ou café, à privação de sono, a fatores genéticos, ao estresse e até mesmo como efeito colateral de algum medicamento.

E os pets? Será que cachorro tem dor de cabeça? Ainda não existe uma resposta certa para essa pergunta, uma vez que os estudos sobre o tema ainda são muito incipientes. 

Embora a ciência já tenha sido capaz de induzir sintomas de enxaqueca em cães, gatos, roedores e outros animais, ainda não se sabe se eles podem ser associados a uma alteração semelhante à enxaqueca.

Dor na região da cabeça: o que pode ser?

O fato de, até o momento, não terem sido verificados indícios de dor de cabeça em cachorro por motivos como tensão ou predisposição genética não significa que eles não possam sofrer com dores nessa região do corpo que não estejam relacionadas à enxaqueca.

Alguns problemas de saúde podem ocasionar cefaleias, como é o caso de meningite, encefalite, traumas ou tumores cerebrais. Portanto, ao suspeitar que seu cachorro tem dor de cabeça ou qualquer outro desconforto, o melhor é levá-lo o quanto antes ao veterinário. 

Como saber se o cão está com dor de cabeça?

Uma vez que o problema pode ter diferentes causas, não existe um conjunto de sintomas definitivo para cachorro com dor de cabeça capaz de definir a cefaleia em cães. 

Por isso, se você está se perguntando como saber se o cachorro está com dor, especialistas apontam que a melhor maneira é observar o comportamento dele. Se esses sinais forem identificados, o pet deve ser levado com prontidão ao médico-veterinário.

Assim, com a ajuda de exames, os profissionais poderão identificar a causa da mudança de comportamento do cachorro e entender se ele está com dor. Se necessário, também, iniciar o tratamento adequado, aumentando as chances de encontrar o real problema e livrar o peludo dele.

Por fim, nunca administre ao cão remédios para cefaleia de seres humanos, como dipirona ou paracetamol, sem antes consultar um veterinário. Lembre-se que, até onde se sabe, dores no local são secundárias a outros problemas de saúde. Sendo assim, é preciso investigar as causas.

Mudança de comportamento

Não é fácil identificar os sinais para entender como saber se o cachorro está com dor. Por vezes, eles podem ser tão sutis que passam despercebidos pelos tutores, e isso pode causar mais sofrimento para o cão.

Por isso, é importante estar sempre observando como o seu amigo de quatro patas se comporta normalmente para compreender os sinais de quando há algo errado. Alguns deles, como cachorro sem apetite, são mais fáceis de notar. No entanto, alguns outros podem exigir mais atenção.

Quando estiver em dúvida se há algo errado com o seu peludo, procure por esses sintomas:

  • Apatia;
  • Isolamento;
  • Falta de apetite;
  • Aumento ou diminuição da vocalização;
  • Encolhimento do dorso;
  • Claudicação;
  • Resistência para atividades cotidianas.

Se você notar que o seu bichinho apresenta uma ou mais dessas características, é melhor fazer uma visita ao médico-veterinário. Mesmo as dores mais simples podem evoluir e causar consequências graves à saúde do cachorro, então quanto mais cedo o tratamento for iniciado, melhor será a recuperação.

Agora que sabe se cachorro tem dor de cabeça e como ajudá-lo, não deixe de navegar aqui, no blog da Petz! Tenha acesso a outros conteúdos de bem-estar e saúde animal para garantir a melhor qualidade de vida para seu melhor amigo de quatro patas.

Dor de cabeça, desconforto abdominal, náuseas… Há certos sintomas e problemas de saúde que quase todos nós já sentimos pelo menos uma vez na vida. Muito comum em seres humanos, a dor de cabeça pode aparecer por diversos motivos. Mas e quando falamos de pets, será que cachorro tem dor de cabeça?

É importante entender que os sintomas que acometem os bichinhos por vezes não são os mesmos que nos afetam. Por isso, procurar sinais de dor em cães pode ser mais difícil do que parece, e as causas dessa dor podem ser variadas. Saiba mais sobre esse assunto no conteúdo a seguir!

cachorro deitado

Enxaqueca: ela ainda não foi comprovada em cães

Ao contrário do que muitos pensam, não existe um único tipo de dor de cabeça. Na verdade, os seres humanos podem ser acometidos por diversos tipos de cefaleia, cada um com suas causas e especificidades. Entre elas, uma das mais conhecidas é a enxaqueca.

Caracterizada por crises de dor recorrente e aguda num dos lados da cabeça, a enxaqueca gera muito desconforto. Além da dor, é comum que venha acompanhada de outros sintomas desagradáveis, como náusea, tontura e sensibilidade à luz. 

Outro fator que torna a enxaqueca um transtorno para pacientes e um desafio para os médicos é que ela costuma ter origem multifatorial. Ou seja, é muito difícil identificar qual é o gatilho para as crises. 

Isso porque ela pode estar ligada ao consumo exagerado de álcool e/ou café, à privação de sono, a fatores genéticos, ao estresse e até mesmo como efeito colateral de algum medicamento.

E os pets? Será que cachorro tem dor de cabeça? Ainda não existe uma resposta certa para essa pergunta, uma vez que os estudos sobre o tema ainda são muito incipientes. 

Embora a ciência já tenha sido capaz de induzir sintomas de enxaqueca em cães, gatos, roedores e outros animais, ainda não se sabe se eles podem ser associados a uma alteração semelhante à enxaqueca.

Dor na região da cabeça: o que pode ser?

O fato de, até o momento, não terem sido verificados indícios de dor de cabeça em cachorro por motivos como tensão ou predisposição genética não significa que eles não possam sofrer com dores nessa região do corpo que não estejam relacionadas à enxaqueca.

Alguns problemas de saúde podem ocasionar cefaleias, como é o caso de meningite, encefalite, traumas ou tumores cerebrais. Portanto, ao suspeitar que seu cachorro tem dor de cabeça ou qualquer outro desconforto, o melhor é levá-lo o quanto antes ao veterinário. 

Como saber se o cão está com dor de cabeça?

Uma vez que o problema pode ter diferentes causas, não existe um conjunto de sintomas definitivo para cachorro com dor de cabeça capaz de definir a cefaleia em cães. 

Por isso, se você está se perguntando como saber se o cachorro está com dor, especialistas apontam que a melhor maneira é observar o comportamento dele. Se esses sinais forem identificados, o pet deve ser levado com prontidão ao médico-veterinário.

Assim, com a ajuda de exames, os profissionais poderão identificar a causa da mudança de comportamento do cachorro e entender se ele está com dor. Se necessário, também, iniciar o tratamento adequado, aumentando as chances de encontrar o real problema e livrar o peludo dele.

Por fim, nunca administre ao cão remédios para cefaleia de seres humanos, como dipirona ou paracetamol, sem antes consultar um veterinário. Lembre-se que, até onde se sabe, dores no local são secundárias a outros problemas de saúde. Sendo assim, é preciso investigar as causas.

Mudança de comportamento

Não é fácil identificar os sinais para entender como saber se o cachorro está com dor. Por vezes, eles podem ser tão sutis que passam despercebidos pelos tutores, e isso pode causar mais sofrimento para o cão.

Por isso, é importante estar sempre observando como o seu amigo de quatro patas se comporta normalmente para compreender os sinais de quando há algo errado. Alguns deles, como cachorro sem apetite, são mais fáceis de notar. No entanto, alguns outros podem exigir mais atenção.

Quando estiver em dúvida se há algo errado com o seu peludo, procure por esses sintomas:

  • Apatia;
  • Isolamento;
  • Falta de apetite;
  • Aumento ou diminuição da vocalização;
  • Encolhimento do dorso;
  • Claudicação;
  • Resistência para atividades cotidianas.

Se você notar que o seu bichinho apresenta uma ou mais dessas características, é melhor fazer uma visita ao médico-veterinário. Mesmo as dores mais simples podem evoluir e causar consequências graves à saúde do cachorro, então quanto mais cedo o tratamento for iniciado, melhor será a recuperação.

cachorro triste

Agora que sabe se cachorro tem dor de cabeça e como ajudá-lo, não deixe de navegar aqui, no blog da Petz! Tenha acesso a outros conteúdos de bem-estar e saúde animal para garantir a melhor qualidade de vida para seu melhor amigo de quatro patas.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *