Gato e hamster: os pets podem ser amigos?

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 28, 2020

Comportamento
Gato e hamster: os pets podem ser amigos?
Tempo de leitura: 4 minutos

No imaginário popular, alguns pets são verdadeiros inimigos mortais. Este é o caso de gato e hamster, dois bichinhos muito populares. Afinal, os bichanos adoram caçar roedores e, mesmo após anos de domesticação, ainda são ótimos predadores. 

hamster solto

Nesse caso, será que é uma boa ideia ter as duas espécies convivendo no mesmo lar? Se você está pensando em ter hamster e gato em sua casa, continue lendo. Preparamos um guia com tudo sobre o assunto.

Entenda o comportamento de gato e hamster

Apesar dos milhares de anos de domesticação, estudos demonstram que o comportamento dos gatos ainda possui muitas semelhanças com seus antepassados. Assim, para alguns de nossos amigos de quatro patas, o mundo é uma grande selva, repleta de perigos e presas.

Isso significa que grande parte dos bichanos vai encarar roedores, pássaros e peixes como alvos de sua caça. Por isso, não fique bravo se o peludo atacar a gaiola do hamster. Ele está apenas seguindo seus instintos. 

Também é importante compreendermos o comportamento de hamster que, por sua vez, são é um pet pequeno e indefeso. Por isso, muitas vezes fica amedrontado com barulhos altos e movimentos bruscos. 

Assim, especialistas recomendam que o ambiente ideal para os roedores é um espaço calmo, tranquilo e sem perigos. Por isso, ter um gato e hamster em casa pode ser arriscado. Muitas vezes os pequenos podem viver sob o constante estresse dos ataques dos felinos. 

É recomendado possuir gato e hamster? 

Se você está pensando em ter gato e hamster em casa, é importante destacar que esse não é o ambiente ideal para ambos os pets. Assim, especialistas não recomendam que eles vivam juntos. 

Mesmo quando os bichanos são mais tranquilos, eles ainda podem amedrontar os roedores, que se sentem intimidados pela presença dos felinos. Por isso, pense duas vezes antes de trazer os dois pets para o mesmo ambiente. Entretanto, se você já tem gato e hamster em casa, há algumas medidas que podem ajudar. 

gato atento

Como melhorar o convívio entre gato e hamster

Ter os dois animais na mesma casa não é o cenário ideal. Entretanto, se você convive com os dois pets sob o mesmo teto, é possível melhorar a situação. Tomando algumas medidas, você vai poder evitar o estresse e garantir a segurança do roedor. Para isso, separamos cinco passos para quem tem os dois pets em casa. 

1. Apresente os pets

Nenhum relacionamento pode começar sem uma boa introdução. Por isso, o primeiro passo é apresentar o gato e o hamster. Para que a apresentação seja bem-sucedida, é importante buscar um espaço tranquilo e, principalmente, oferecer toda a segurança para o roedor. 

Nesse caso, deixe-o dentro da gaiola e não faça movimentos bruscos. Os bichanos são curiosos por natureza e, por isso, nesse primeiro momento, podem cheirar e apresentar interesse sobre o hamster

Entretanto, é fundamental que você observe o comportamento do roedor. No caso de hamster com medo ou estressado, cancele a sessão e afaste o bichano rapidamente. Em outro momento, continue a introdução até o hamster demonstrar mais calma. Lembre-se de prezar sempre pelo bem-estar do mais frágil que, nesse caso, é o roedor. 

2. Ofereça segurança ao hamster

Mesmo após uma boa introdução, é importante oferecer segurança ao hamster. Para isso, é fundamental uma boa gaiola, com uma tranca segura e confiável. Nesses casos, dê preferência para as gaiolas de plástico, já que as de arame possuem vãos que podem apresentar riscos para o peludinho. 

Devemos ressaltar que mesmo gatos já acostumados com roedores podem ter um momento de fraqueza e, até mesmo sem querer, machucar o hamster durante uma brincadeira. 

3. Prefira espaços separados

Se você tem gato e hamster em casa, uma boa ideia é deixar os pets em espaços separados. Essa atitude vai ajudar o hamster a se sentir mais seguro. Isso não significa que o gato não deve ver o roedor nunca. Entretanto, o contato deve ser menos frequente e sempre acompanhado do tutor. 

4. Nunca deixe os dois sozinhos

Um ponto importante para quem tem gato e hamster é nunca deixar os dois pets sozinhos. Isso é válido até mesmo para os bichanos mais velhos, que estão acostumados com o roedor. 

Como o comportamento felino é de predador, ele pode machucar o peludinho durante uma brincadeira, mesmo sem ter a intenção. Se quiser que os dois pets se tornem mais próximos, os encontros devem ser sempre acompanhados do tutor.  

5. Ofereça atividades para os gatos

Não é só porque os gatos são predadores que eles precisam atacar os hamsters. Em lojas especializadas, você encontra diversos acessórios que ajudam o bichano a desestressar, oferecendo para o felino uma sensação semelhante àquela obtida na caça. 

Dessa forma, os peludos se sentem satisfeitos com seus brinquedos e irão demonstrar menos interesse em brincar com os roedores. Além disso, as atividades facilitam a adaptação de gatos com outros pets. 

Seguindo as recomendações acima, você provavelmente terá uma melhor convivência entre ambos. Lembramos, entretanto, que os pets possuem personalidades distintas. Muitas vezes os bichanos, especialmente os mais velhos, se dão bem com os roedores e nunca demonstram intenção de ataque. 

Em outros casos, os felinos não dão paz para os peludinhos, mesmo tomando todas as medidas necessárias. O mais importante é ficar de olho no roedor, prezando pelo seu bem-estar. Em último caso, se o hamster demonstrar estresse e ansiedade, considere doar um dos pet. 

gato olhando de perfil

Agora que sabe como ajudar gato e hamster, confira o blog da Petz para saber outros assuntos sobre bem-estar e saúde animal!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *