Meu gato não quer comer e nem beber água: confira 4 possíveis motivos

Postado por PETZ, em 28/04/2020

Comportamento
Meu gato não quer comer e nem beber água: confira 4 possíveis motivos

Ficar de olho na rotina do seu amigo é essencial para garantir seu bem-estar. A nutrição e a hidratação, por exemplo, são dois pontos muito importantes em uma vida saudável! Assim, se você está se perguntando “meu gato não quer comer nem beber água, o que fazer?” 

gato deitado

Fique atento. Esses sintomas são considerados sinais de alerta pelos veterinários, e é preciso ter uma ação rápida! Consultamos um veterinário que tirou todas as dúvidas sobre o que fazer quando o gato não quer comer nem beber. Confira as dicas! 

Não comeu o dia todo? Temos um problema

Gatos são conhecidos por terem uma alimentação seletiva. Assim, muitos tutores encontram dificuldades na hora de alimentar seu filho de quatro patas. Como saber quando o gato não quer comer nem beber e quando está apenas sendo exigente? 

O Dr. Bruno Saito, médico-veterinário da Petz, explica que é bem fácil notar a diferença. “Os gatos têm o costume de comer pequenas porções diversas vezes ao dia e são bem sensíveis ao jejum”, explica o especialista. “Um dia que o gato não coma nada já é o suficiente para buscar o veterinário”, complementa. 

Ou seja, por mais que seu amigo peludo seja rigoroso na hora de escolher a ração, ele dificilmente passará um dia inteiro sem se alimentar. Assim, se ao fim do dia você perceber que o bichano não tocou na ração do comedouro, é hora de buscar ajuda. 

O que pode causar falta de apetite? 

Se você notou que seu bichano ficou longe do bebedouro e está pensando  “meu gato não quer comer nem beber água, o que pode ser?”, o veterinário explica que esse sintoma é comum em diferentes enfermidades.

“Basicamente qualquer doença tem a capacidade de causar a perda de apetite”, comenta. O especialista, no entanto, destacou alguns fatores relacionados a quando o gato não quer comer ração nem beber água. São eles:

  • Infecções;
  • Gengivite;
  • Aftas;
  • Dor de dente;
  • Gastrite,
  • Qualquer doença que afete o sistema digestório. 

Isso é um problema sério que deve ser cuidado pelo veterinário. Ele poderá ajudar com um diagnóstico e tratamento adequados. O Dr. Bruno indicou quatro situações que podem levar um gato a ficar sem comer nem beber para auxiliar os tutores que estão com dúvidas. 

1. Bolas de pelo 

Quem nunca ouviu falar das bolas de pelo em gato? Será que elas podem causar falta de apetite? Bom, na maioria das vezes os peludos estão acostumados com essa prática. Assim, os banhos não costumam ser um problema, já que a pelagem é eliminada nas fezes. 

Entretanto, o Dr. Bruno explica que, em alguns casos, o excesso de pelos pode, sim, afetar a qualidade de vida do bichano. “Caso o pet esteja com dificuldades de expulsar a bola de pelos, isso pode causar obstrução. Assim, o gato pode ter dores ou enjoo, o que leva à falta de apetite”. 

Os veterinários chamam esse fenômeno de tricobezoar. Esse é o nome dado ao acúmulo de pelos que causa problemas gastrointestinais. “Quando o gato está com uma queda anormal de pelos, ele também pode formar bolas maiores”, comenta. A melhor forma de saber se seu filho de quatro patas não está assim é buscando um veterinário.  

gato deitado

2. Envenenamento

Muitas vezes, quando um tutor percebe que seu gato não quer comer nem beber água, o envenenamento logo vem à mente. Quando um pet ingere algo tóxico, ele apresentará apatia, enjoo, dores e cansaço. 

Todos esses sintomas contribuem para que o bichano perca a vontade de comer ou beber água. Caso você desconfie que seu amigo foi envenenado, a recomendação é buscar ajuda de um veterinário imediatamente. 

“Além disso, é de extrema importância que o tutor tente descobrir a causa da intoxicação e informá-la ao veterinário”, comenta o Dr. Bruno. Assim, o especialista poderá encontrar o antídoto para o veneno de forma mais efetiva. 

3. Idade avançada

Uma frase comum entre os tutores é “meu gato não quer comer nem beber água depois que envelheceu”. Será que isso é verdade? De fato, os bichanos com idade avançada podem apresentar mais dificuldade de se alimentar. 

O Dr. Bruno explica que isso ocorre porque, muitas vezes, os pets ficam com menos disposição quando mais velhos. “Além disso, alguns têm pouca força na boca. Em outros casos, alguns dentinhos já estão faltando. Tudo isso causa a diminuição da alimentação”, comenta.

Para esses casos, o recomendado é oferecer rações específicas para pets idosos. Esses produtos possuem grãos com tamanho e dureza adequados para gatos mais velhos. Além disso, são elaborados com os nutrientes certos, fornecendo tudo que seu amigo precisa e afastando o risco de provocar a pergunta “por que meu gato não quer comer?”! 

4. Será que fiz algo de errado? 

Por fim vem uma questão que sempre afeta os pais e mães de pet: “Meu gato não quer comer nem beber água, será que fiz algo de errado?”. Algumas práticas realmente podem contribuir para a falta de apetite do seu amigo. O Dr. Bruno explicou quatro fatores que podem afetar a alimentação de felinos:

  • Localização do comedouro: os bichanos são pets muito higiênicos. Por isso, caso o comedouro não esteja em um local agradável, eles podem se recusar a comer;
  • Mudança de local do comedouro: lembre-se que gatos gostam de rotina e organização. Se por um acaso você mudar o local onde a ração fica da noite para o dia, o bichano pode estranhar;
  • Tipo de comedouro: os bigodes dos felinos são muito sensíveis. Assim, é muito incômodo quando o pet é forçado a dobrar seus bigodes para alcançar a ração. Isso pode dificultar a alimentação, principalmente dos últimos grãos, 
  • Troca de ração: se algum dia você se perguntar “por que meu gato não quer comer ração?”, avalie se é por conta da mudança de marca. Como os gatos não gostam de mudança, a troca de ração pode afetá-los de forma especial. Por isso, o recomendado é que ela seja feita de forma gradual, sem assustar o pet. 

gato fazendo pose

Lembre-se que a saúde do seu pet é coisa série e procure uma clínica confiável, como a Petz. Nossos profissionais poderão auxiliar você e seu amigo da melhor maneira possível. 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *