Soluço em cachorro: 6 dicas para evitar e resolver o incômodo

Postado por PETZ, em Atualizado em Oct 19, 2020

Cachorros
Soluço em cachorro: 6 dicas para evitar e resolver o incômodo
Tempo de leitura: 4 minutos

Esporádicas, as crises de soluço em cachorro costumam ser muito engraçadas para quem vê. Já para quem apresenta o problema, elas podem ser um tanto incômodas, especialmente quando ocorrem com muita frequência ou demoram muito tempo para passar.

cachorro com a boca aberta

“O soluço é um espasmo do diafragma, uma contração involuntária que ocorre esporadicamente, sem nenhum prejuízo ao organismo”, explica o Dr. Ítalo Cássio,  veterinário e coordenador técnico de clínicas da Petz. Porém, de acordo com o especialista, ele também pode estar associado a alguma alteração mais séria. 

Ao se deparar com um cachorro com soluço constante, observe atentamente o quadro e procure adotar medidas a fim de aliviar o “hic-hic”. Vamos descobrir como fazer isso?

O que é bom para curar soluço em cachorro? 

E agora, o cachorro está com soluço o que fazer? Você já se perguntou por que susto cura soluço? Isso acontece devido à própria natureza do episódio. Como já dissemos, nada mais é do que uma contração súbita e involuntária do diafragma, um músculo muito importante para a respiração. 

O barulho característico do soluço é resultado de uma descompensação do ciclo de entrada e saída de ar. Sendo assim, as principais maneiras de como parar com soluço de cachorro trabalham no sentido de retomar o ritmo normal do diafragma. 

No caso do susto, a adrenalina liberada restabelece o funcionamento do nervo responsável pelos movimentos desse músculo. 

Mas nem pense em assustar o cachorro para acabar com o soluço! Além de possuírem uma fisiologia diferente, cães podem ter reações bastante inesperadas, até mesmo agressivas, ao tomar um susto. Em vez disso, tente uma das seguintes estratégias:

1. Passeie com o cachorro

A realização de uma atividade física ajuda a alterar os níveis de oxigênio e de gás carbônico, o que pode servir para acabar com a crise. A técnica é especialmente útil nos casos em que o soluço de cachorro é provocado por uma queda brusca de temperatura.

2. Ofereça algum petisco

Comer é outra estratégia que pode ajudar a acabar com o soluço. Para isso, prefira alimentos que estimulem uma mastigação mais lenta, como um biscoito em vez de um bifinho. Para ser mais eficaz, é importante que o alimento não seja deglutido de maneira muito rápida.

3. Estimule o pet a beber água

Beber água é um truque muito conhecido entre humanos para acabar com as crises de soluço. Embora não seja 100% eficaz, ele é útil nos casos em que o soluço é causado por alguma irritação no esôfago. É o caso de pets com refluxo, por exemplo.

Tanto no caso da oferta de alimentos como ao estimular o cão a beber água, o Dr. Ítalo ressalta que o tutor nunca deve forçar a ingestão do alimento. Lembre-se que, na maior parte das vezes, as crises de soluço não são um problema grave e costumam passar em poucos minutos. Isso sem a necessidade de qualquer interferência.

cachorro com a língua para fora

Como evitar que o cachorro tenha soluço?

Assim como acontece conosco, cachorro com soluço é normal de vez em quando. Por outro lado, se o seu amigo anda soluçando com muita frequência, vale a pena investigar e tentar algumas alterações no dia a dia. Separamos algumas dicas.

1. Leve o pet ao veterinário

De acordo com o Dr. Ítalo Cássio, o soluço pode estar associado a outras alterações de cunho gastrointestinal, hepático e metabólico. Quando as crises não são esporádicas, recomenda-se levar o cão ao veterinário para uma avaliação individual e detalhada.

2. Certifique-se de que o cachorro não está comendo muito rápido

A ingestão de uma grande quantidade de alimentos de uma única vez é uma das principais causas de soluço em cachorro. Para acabar com o problema, já é possível encontrar em lojas como a Petz os chamados comedouros lentos, que criam obstáculos para a ingestão acelerada. 

3. Mantenha o pet protegido contra o frio

Não apenas nos cachorros, mas também nas pessoas, o frio pode, sim, ser uma das causas do soluço, já que pode aumentar a inervação do diafragma. Sendo assim, ao perceber que a temperatura está caindo, procure manter o seu amigo bem quentinho.

Por fim, ao perceber qualquer alteração mais séria, não deixe de levar o pet ao veterinário. “A permanência de soluços por mais de uma hora, com tosse, vômito e respiração ofegante associada são considerações importantes para procurar ajuda médica”, diz o especialista.

beagle no colo

Depois de aprender tudo sobre o soluço em cachorro, confira outras pautas sobre bem-estar animal no blog da Petz!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *