Cachorro troca de pelo? Respondemos às principais dúvidas

Postado por PETZ, em 16/06/2020

Cães
Cachorro troca de pelo? Respondemos às principais dúvidas

Independentemente da raça, a pelagem é uma das muitas características irresistíveis dos cachorros. No entanto, ela também pode ser tornar um grande incômodo à medida que os pelos vão caindo por aí. Mas ficam algumas perguntinhas inevitáveis: “Como será que cachorro troca de pelo? E por que os pelos caem tanto?”

poodle parado na grama

Para responder a essa e a outras perguntas a fim de descobrir quanto tempo dura a troca de pelo do cachorro e o que fazer para diminuir a queda, continue lendo. Assim, você garante o bem-estar do amigo de quatro patas e mantém todos os ambientes de casa limpos.

Afinal de contas, cachorro troca de pelo?

Conforme explica a Dra. Heidy Bispo Lima, médica-veterinária da Petz: “Todo cachorro tem uma queda de pelos fisiológica, causada pelo envelhecimento do próprio folículo”. Essa queda ocorre de acordo com um ciclo de três fases: crescimento, manutenção e queda do fio. 

Em seguida, é iniciado um novo ciclo, o que garante a renovação dos pelos e a preservação das funções da pelagem. Entre elas: isolamento térmico, proteção contra a radiação UV e contra o ataque de pequenos animais, como insetos. Ou seja, cachorro troca de pelo e isso é muito bom para o bem-estar deles.

É verdade que alguns cachorros soltam mais pelos que outros?

Sim, é verdade. Os cachorros possuem diferentes tipos de pelagem. Isso não só no que diz respeito ao comprimento dos pelos, como também em relação à espessura e à função da pelagem. 

Cachorros originários de locais muito frios, como os Huskies siberianos, por exemplo, possuem a chamada pelagem dupla, que reforça o isolamento térmico e traz mais conforto ao pet. 

Aliás, quanto ao comprimento, ao contrário do que muitos pensam, cães de pelo curto tendem a soltar muito mais pelos do que os de pelo médio ou longo. A Dra. Heidy explica que isso ocorre devido a um ciclo capilar mais curto. “O pelo amadurece e chega no seu tamanho total mais rápido”, diz.

As estações do ano influenciam na queda de pelos?

Segundo a veterinária, cachorro troca de pelo mesmo sendo completamente saudáveis, já que apresentam uma queda de pelos fisiológica intensificada em determinadas épocas do ano. Esse aumento ocorre principalmente nas estações de transição, isto é, primavera e outono. 

Enquanto a primeira queda serve para livrar os cães da pelagem mais pesada, preparando-o para o verão, a segunda queda acentuada de pelos serve justamente para o contrário: preparar o pet para a chegada do inverno. 

“Há também a época da gestação ou do cio para as fêmeas. Como consequência das alterações hormonais normais ocorridas nesses dois períodos, algumas cadelas tendem a perder mais pelos”, destaca a Dra. Heidy Bispo Lima. 

cachorro com a língua para fora

O que mais pode causar a queda de pelos em cães?

Até aqui falamos somente das quedas de pelo fisiológicas, ou seja, que não são causadas por problemas de saúde. No entanto, é preciso ficar atento também às causas patológicas, que indicam alterações prejudiciais ao organismo na troca de pelo do cachorro

Nesse sentido, a Dra. Heidy explica que uma das causas patológicas mais frequentes é a alimentação não balanceada. “Uma má nutrição leva ao enfraquecimento não só do pelo, como também da pele”, diz. Outras causas patológicas da queda de pelos são:

  • Alergias alimentares;
  • Doenças hormonais, como o hipotireoidismo;
  • Dermatite alérgica à picada de pulga;
  • Lambedura excessiva das patas;
  • Alguns tipos de sarna,
  • Doenças fúngicas.

Como saber se a queda de pelos está dentro do normal?

Para a Dra. Heidy, a melhor maneira de identificar uma queda patológica de pelos é por meio da observação de outros sintomas. “A queda fisiológica (esperada) não é acompanhada de prurido, lesões na pele, descamação, rarefação pilosa ou áreas alopécicas”, explica.

Ao notar qualquer um desses sintomas, o veterinário deverá ser consultado o quanto antes para um diagnóstico completo. Assim, você garante a saúde do amigo de quatro patas.

Saiba o que fazer para diminuir a queda de pelo canina

Proporcionar uma alimentação completa e balanceada é o primeiro passo para manter a troca de pelo de cachorro no nível fisiológico. Portanto, lembre-se de que a deficiência nutricional é uma das principais causas do excesso de pelos caindo por aí! Outras medidas importantes são: 

  • Fazer a escovação diária dos pelos do pet;
  • Manter a proteção contra ectoparasitas atualizada;
  • Dar banhos regulares com bons produtos;
  • Secar bem o pet após o banho;
  • Passear com o cachorro e enriquecer o ambiente a fim de evitar o tédio e o estresse,
  • Levar o cão para um check-up ao menos uma vez por ano.

“E ao primeiro sinal de mudança na troca de pelo em cachorro ou no comportamento do seu amigo, leve-o ao médico-veterinário imediatamente”, finaliza a Dra. Heidy.

cachorro de pelo curto olhando para a câmera

Agora que você sabe como cachorro troca de pelo e a importância desse processo, confira o blog da Petz para ter acesso a outros conteúdos de bem-estar e saúde animal!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#

Próximo evento