Curiosidades sobre borboletas: 7 fatos sobre elas!

Postado por PETZ, em Atualizado em Jan 23, 2020

Comportamento
Curiosidades sobre borboletas: 7 fatos sobre elas!
Tempo de leitura: 4 minutos

As curiosidades sobre borboletas ajudam a entender melhor esse belo animal e o deixam ainda mais encantador. Bonitas, charmosas e coloridas, elas dão um toque especial a qualquer paisagem.

Além de lindos, esses insetos são muito interessantes. E se você adora encontrá-los voando por aí, continue lendo e aprenda 7 curiosidades sobre borboletas!

1. Borboletas e mariposas

Belas e delicadas, todos os tipos de borboletas encantam. Porém, a mariposa — um inseto bem similar — não possui a mesma sorte. O que muita gente não sabe é que borboletas e mariposas são espécies muito próximas, sendo consideradas “irmãs” pelos cientistas.

Elas pertencem à ordem Lepidoptera, uma das mais variadas do mundo animal. Além de muitas semelhanças, borboletas e mariposas realizam a metamorfose, passando do estado de lagarta para casulo e, finalmente, ganhando asas. Muitos acreditam que a diferença entre borboletas e mariposas é apenas estética, mas não é verdade.

Para diferenciar uma mariposa de uma borboleta, é necessário prestar atenção em sua anatomia. As borboletas têm antenas finas e lisas, enquanto as mariposas possuem antenas grossas e com aspecto peludo. As asas também dão uma boa indicação: quando uma borboleta está descansando, deixa suas asas para cima. Já as mariposas mantêm suas asas bem abertas e abaixadas.

2. Muitas espécies de borboletas

Você provavelmente já se encantou com borboletas diferentes. Com suas cores variadas, os voos das borboletas enchem os olhos e esquentam o coração.

Mas você sabia que há muitas e muitas espécies de borboletas em todo o mundo? Estudos indicam que, provavelmente, há mais de 150 mil espécies de lepidópteros, entre borboletas e mariposas, voando por aí. Dessas, mais de 3.500 são encontradas no Brasil.

Se você se interessa apenas por borboletas, sem problemas: são mais de 17.500 espécies catalogadas em todo o mundo. Essa é uma boa notícia para os fãs desse inseto, que poderão se encantar com o voo de milhares espécies diferentes!

3. Outra curiosidade: Pés gustativos

Uma das grandes curiosidades sobre a borboleta é que ela usa os pés para degustar. Você já observou uma borboleta pousar delicadamente sobre uma flor? Pois saiba que durante esse ato gracioso ela está, na verdade, experimentando o sabor das flores com os pés!

Parece um tanto estranho para nós, mas alguns insetos sentem os sabores pelos pés. Essa é uma ótima forma de saber qual local é seguro para pousar, se alimentar e até reproduzir. E se você imagina que deve ser desagradável pisar por aí sentindo o gosto de tudo, saiba que essa é uma característica evolutiva importante para os insetos!

4. A vida da borboleta é curta

Se você acha que poderia passar uma eternidade observando belas borboletas voarem por aí, temos uma má notícia: neste caso, a eternidade pode ser bem curta. Borboletas possuem uma vida intensa, mas não muito longa.

Segundo estudos, a expectativa de vida das borboletas varia muito. Em média, elas vivem entre 2 e 4 semanas após sair de seu casulo. Pode parecer pouco, mas é o suficiente! Elas experimentam flores com seus pés, se alimentam, copulam, procriam e morrem pacificamente.

É tanto tempo que há uma espécie de mariposa que nem precisa de tudo isso. Em apenas 24h, esse inseto sai de seu casulo, vive intensamente e morre de causas naturais.

5. Ela é uma gigante voadora

Outra das muitas curiosidades das borboletas é seu tamanho. A espécie Ornithoptera alexandrae, é considerada a maior borboleta do mundo. Natural das florestas de Papua-Nova Guiné, esta pequena gigante pode atingir mais de 30 centímetros de envergadura.

Impressionante se pensarmos que as espécies do gênero Morpho, uma das borboletas mais comuns do Brasil, possuem em média 12 centímetros. Por aqui, a maior espécie registrada é a borboleta-coruja, com até 17 centímetros de envergadura. Portanto, essa é uma das espécies de borboletas raras.

6. As borboletas têm super visão

Se você observar uma borboleta de perto, vai poder identificar melhor a anatomia desses insetos. Assim como outros de sua família, seu corpo é dividido em três partes: cabeça, tórax e abdômen. Possuem seis patas — três de cada lado — e dois pares de asas.

Além disso, possuem muitos olhos. São milhares de pequenos olhos que dão a nossas amigas uma espécie de super visão. Além das cores que nós normalmente enxergamos, borboletas podem ver raios ultravioletas, invisíveis para nós.

Esse superpoder é tão diferente que especialistas têm dificuldade em descrever a sensação. O que se sabe é que a visão das borboletas ajuda na identificação do néctar e das flores.

7. A autodefesa das borboletas

Se você acha que em alguns casos beleza é sinal de perigo, saiba que a ciência concorda. Algumas espécies de mariposas são famosas por serem venenosas. E suas belas irmãs borboletas não ficam para trás. É o caso das borboletas Ithomiini, encontradas em todo o Brasil.

Esse lindo inseto possui asas coloridas em tons de laranja e amarelo e se alimenta de uma planta venenosa chamada de leiteira. Essa substância tóxica é transmitida para a borboleta, que pode incomodar muito os predadores ou visitantes indesejados.

Por isso, o melhor é evitar tocá-las. Conhecendo essas sete curiosidades sobre borboletas, ficamos ainda mais encantados com elas, não é mesmo? E você, tem alguma curiosidade sobre borboletas? Conte para nós nos comentários do blog da Petz!

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *