Tudo sobre chinchila: origem, cuidados e muito mais

Postado por PETZ, em Atualizado em Apr 26, 2019

Curiosidades
Tudo sobre chinchila: origem, cuidados e muito mais
Tempo de leitura: 4 minutos

Fofinha, orelhuda e dona de um olhar gentil. Ela ainda é dócil, comportada, fácil de cuidar e possui baixo custo de manutenção. Sabe de quem estamos falando? A seguir você confere tudo sobre chinchila!

Esse roedor é uma uma boa opção tanto para famílias, quanto para aqueles que sonham em ter um pet, mas não passam muito tempo em casa. Nós separamos dados super legais sobre o mundo mágico das chinchilas, acompanhe.

Origem da chinchila

Ao observar a pelagem densa de uma chinchila, a gente logo imagina que ela seja originária de um lugar frio.

Pois saiba que ela surgiu no clima desértico da América do Sul, mais especificamente nas regiões andinas de países como Bolívia, Peru, Chile e Argentina. Lá, as temperaturas baixas também são acompanhadas de um clima muito seco.

A espécie foi levada para criação em cativeiro pela primeira vez na década de 1920. Atualmente, a maior parte das chinchilas são domesticadas, sendo muito raro encontrar chinchilas selvagens na natureza.

Portanto, não adianta procurar por elas em sua próxima visita à Cordilheira! Atualmente, as colônias de chinchilas selvagens estão restritas somente aos cumes mais altos das montanhas; e, mesmo assim, em pouca quantidade.

Principais características da chinchila

O visual da chinchila doméstica é inconfundível! Além de ser maior do que a maior parte dos roedores domésticos, ela tem um formato redondinho bastante único. Sem contar a pelagem especial, considerada uma das mais sedosas do mundo.

Fique por dentro dessas e de outras características típicas desse animal:

  • Tamanho: entre 22 e 30 cm;
  • Peso: entre 450 e 900g;
  • Pelagem: densa, possui entre 80 a 100 pelos em cada folículo!,
  • Expectativa de vida: entre 10 a 20 anos.

A coloração pode variar em mais de 30 tonalidades. Os mais comuns, e procurados, são acinzentados, com toques de azul e de marrom.

Em relação ao temperamento, elas são muito tranquilas e comportadas. Além disso, gostam de interação e precisam de bastante atividade física.

Outro fato importante sobre a chinchila é que elas têm hábitos noturnos. Por isso, passam boa parte do dia dormindo e ficam mais agitadas ao anoitecer. Ou seja, podem ser ótimas companhias para quem passa a maior parte do dia fora.

Conheça os cuidados com a chinchila

Em geral, a chinchila é um bichinho bem fácil de cuidar. Tanto é que, em muitos casos, é possível até mesmo ensinar as crianças a se encarregar da maior parte das tarefas. Isso, claro, desde que sejam supervisionadas por um adulto.

Confira os principais cuidados e acessórios para esse bichinho!

Gaiola

Além de espaçosa, é importante que a gaiola para chinchila seja alta e tenha vários andares e prateleiras, já que as ela gosta muito de pular e de escalar. Deve ser colocada, preferencialmente, em locais tranquilos, e sempre longe do sol.

Brinquedos e acessórios

Fora itens como substrato, comedouro e bebedouro, equipe a gaiola com pontes, redes, balanços e prateleiras. Além de estimularem a atividade física, eles ajudam a desestressar o pet.

Alimentação

Para uma nutrição completa, a melhor opção são as rações peletizadas, próprias para roedores. Feno também pode ser dado para melhorar o funcionamento do intestino e desgastar os dentes. Saiba que a chinchila tem alimentação herbívora. Por isso, nada de oferecer alimentos com proteína animal.

Saúde

Esses pets são muito resistentes. No entanto, é relativamente comum que apresentem problemas respiratórios, diarreias e estresse térmico. Para evitar que eles ocorram, mantenha a gaiola longe do sol, proporcione atividades físicas e garanta uma alimentação balanceada com o uso de ração. Também é recomendado levar a chinchila ao veterinário ao menos uma vez por ano para um check-up.

Higiene

Se você tem dúvida se chinchila toma banho, saiba que não se pode dar banho com água! Segundo explicou a Dra. Mariana, a pele delas não aceita umidade e o pelo não seca, o que contribui para problemas como surgimento de fungos.

Em vez disso, o jeito certo de limpar uma chinchila é colocá-la em uma banheirinha com pó de banho a seco, e deixar que ela role à vontade! Isso é o suficiente para limpar e desengordurar a pelagem dela.

Gostou de saber mais sobre as características e os cuidados que você deve ter com as chinchilas? Além deles, também não deixe de brincar e de interagir com o pet. Você pode, inclusive, deixá-lo solto quando estiver por perto. Com certeza, ele ficará muito mais feliz, e você se divertirá ainda mais com a companhia dele!

Fique por dentro de mais informações incríveis sobre o mundo dos animais com os artigos do blog da Petz! Acompanhe as publicações!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *