Animais em condomínio: 6 ótimas dicas!

Postado por PETZ, em 04/04/2020

Adoção
Animais em condomínio: 6 ótimas dicas!

Os pets são uma companhia indispensável, por isso, é super legal ter um peludo onde quer que a gente viva, não é mesmo? Apesar disso, algumas pessoas se preocupam em como manter a qualidade de vida de animais em condomínio

cachorro deitado na caminha

Pensando nisso, separamos 6 dicas que vão ajudar os peludos a se sentirem mais confortáveis e felizes. Além disso, ajudar os donos em questões relacionadas a ambientação, conforto e boa convivência com os moradores.

Animais em condomínio precisam se divertir

Deixe diferentes brinquedos à disposição do seu amigo de quatro patas para ele ter com o que se distrair enquanto você está fora. Assim, ele faz menos barulho, se distrai e, por consequência, late menos. Dessa forma, quem mora perto do seu apartamento não se incomoda com latidos.

O melhor é oferecer brinquedos interativos, que pulam e têm petiscos dentro. Desse modo, nossos amigos se locomovem, gastam energia e não perdem rapidamente o interesse no brinquedo. 

Para os gatos em condomínio, uma boa ideia é fazer um playground com prateleiras, arranhadores e nichos com muitos lugares. Isso faz com que eles se locomovam, não fiquem entediados durante a maior parte do dia e os previne de doenças psicológicas ou físicas.

Eles também precisam passear

Caso seu amigo de quatro patas seja um cachorro, é essencial levá-lo todos os dias para passear. Cães são sociáveis, portanto, sentir outros cheiros, ver outros pets e caminhar vai deixá-lo feliz, e, por consequência, mais saudável. 

Além de que nossos amigos precisam fazer atividade física para se sentirem satisfeitos. Então, não deixe de levar seu pet para se exercitar, este é outro meio dele não ficar latindo durante o dia quando estiver sozinho sem o tutor.

Dê atenção para animais que vivem em condomínio

Fazer um agrado de vez em quando é ótimo para mostrar quanta importância você dá em vê-lo. Por isso, leve petiscos quando chegar em casa e brinque com ele. Entenda que seu peludo espera ansiosamente para te ver. 

cachorro deitado no sofá

Mas cuidado em não mimá-lo demais, dando-lhe tudo o que ele quer, na hora que bem entende, pois isso pode fazer com que o animalzinho perceba que sempre quando pedir alguma coisa, vai tê-la. E, por esse motivo, pode ficar latindo o dia todo enquanto estiver sozinho, justamente para que você não saia de casa. 

Conheça as regras do condomínio

Antes de alugar ou comprar um apartamento, fique atento às regras, pois o condomínio pode proibir animais. E, se isso acontecer, você não vai poder deixar seu filho de quatro patas morar com você, nem adotar num futuro próximo. 

Outra dica é tirar todas as dúvidas antes de fazer negócio, uma vez pode aparecer alguma novidade depois de já ter assinado o contrato. Como, por exemplo, a não autorização de animais de grande porte ou mais de um pet por apartamento. 

E compareça sempre às reuniões do prédio para poder opinar sobre as mudanças de regras. Algumas vezes, pessoas que não gostam de animais acabam coletivamente votando para mudar os regulamentos de animais domésticos. Fique de olho! 

Fique de olho também na legislação, existem leis sobre a permanência de pets em condomínios e algumas são descumpridas. Assim, você pode recorrer e buscar os direitos do seu peludo.

Explore o condomínio

Se você não tem muito tempo para passear pelo bairro com o fofinho, a maioria dos prédios tem bastante espaço para quem tem cachorro em condomínio. Apesar de não ter tantos cheiros e novidades, é suficiente para gastar a energia do peludo. 

Apresente-o também aos cães vizinhos, esta é outra forma essencial de socialização para os animais. Logo, eles aprendem a não estranhar outros bichos e a se acalmar com cheiros diferentes, mesmo quando você não está ao lado dele.

Animais em condomínio podem ter outros problemas

Se o animal late demais quando está sozinho, apesar dessas dicas, é imprescindível levá-lo ao veterinário. Só um especialista vai saber exatamente o motivo dos latidos e indicar treinos que vão ser eficientes para o caso específico dele. 

gatinhos juntos

Agora que você sabe como ajudar animais em condomínio, confira dicas de adaptação no blog da Petz. Lá, você fica sabendo tudo sobre bem-estar animal!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *