Cat sitter: o que saber na hora de contratar o serviço

Postado por PETZ, em Atualizado em Aug 28, 2020

Cães
Cat sitter: o que saber na hora de contratar o serviço
Tempo de leitura: 4 minutos

Já pensou ter um serviço que entende perfeitamente o pet, se adequa às suas necessidades e cuida de cada detalhe? Esse é o cat sitter, uma nova opção para quem precisa de uma ajuda ao deixar o amigo de quatro patas sozinho. 

moça cuidando de gato

Apesar do seu perfil personalizado, é necessário ter atenção ao contatar o serviço. Afinal, o amigo peludo merece sempre o melhor. Continue lendo para conhecer tudo sobre cat sitter. 

O que é cat sitter? 

O conceito de cat sitter ainda é um pouco desconhecido. Entretanto, vem ganhando popularidade no Brasil graças à sua comodidade. O nome vem do inglês e significa literalmente “babá de gato”. 

Logo, trata-se de um serviço personalizado, no qual um profissional cuida do pet em momentos de ausência ou outro tipo de necessidade! Funciona de forma semelhante a um cuidador de crianças. O cat sitter, fica atento a tudo que o amigo precisa, indo muito além de abastecer o comedouro e limpar a caixinha de areia. 

História do serviço 

Para entender melhor os conceitos por trás de o que é cat sitter, podemos começar por sua história. A prática começou em meados dos anos 90, nos Estados Unidos, com a fundação da Pet Sitting Internacional, a primeira instituição da área. Logo, se espalhou pelo país graças à sua comodidade e personalização. 

Há alguns anos, é possível encontrar esses profissionais em diferentes lugares do Brasil, principalmente em grandes cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Hoje, é mais uma boa alternativa para os tutores, especialmente aqueles que precisam se ausentar com certa frequência. 

O que faz o cat sitter?

Por ser um serviço personalizado, as funções do cuidador de gato podem variar de acordo com as necessidades do pet e do tutor. Assim, suas tarefas são muitas. Entre as principais atribuições de um cat sitter, podemos citar: 

  • Fornecer comida e água; 
  • Brincar; 
  • Limpar a caixa sanitária ou outros espaços similares, 
  • Administrar medicamentos quando necessário.

Porém, o ponto mais importante de um cat sitter é sua flexibilidade e capacidade de adaptação. Os profissionais compreendem as particularidades de cada pet a partir de raça, idade e personalidade, planejando suas atividades lado a lado com o tutor. 

gato deitado em cesto

Os diferenciais do cat sitter

Parte de uma tutoria responsável é pensar sempre no melhor para o pet. Por isso, ao escolher um profissional, o primeiro ponto é refletir se esse é o serviço mais indicado para o pet, a partir das características do serviço. Abaixo, há uma lista das particularidades do cat sitter. Entre eles, há os pontos positivos, como:

  • É personalizado;
  • Os profissionais são treinados, 
  • Há flexibilidade de horários, incluindo o período da noite, fins de semanas e feriados. 

No entanto, como qualquer outro serviço, também há pontos negativos. É preciso estar atento para não se surpreender negativamente com um cuidador de gatos a domicílio. No lado negativo:

  • É um serviço mais caro,
  • Muitos peludos não se sentem confortáveis com estranhos. 

Além de analisar os pontos acima, é importante considerar outras opções para pets, como os hotéis e day care. Após decidir se o cat sitter realmente é o melhor para seu bichano, é hora de escolher o profissional ideal.

Como escolher um cat sitter

Quem tem um bichano em casa sabe que os peludos podem ter uma personalidade forte. Por isso, na hora de escolher um cuidador de animais, devemos ter atenção a alguns pontos citados abaixo.

Procure alguém certificado 

Hoje há diversos cursos que certificam um pet sitter. Essa formação passa dados importantes, como primeiros-socorros e técnicas específicas para gatos de diferentes raças, tamanhos, idades e personalidades. Assim, é fundamental escolher alguém que seja especializado. 

Faça uma introdução adequada 

Como sabemos, os bichanos são conhecidos por seu temperamento forte. Por isso, ao escolher uma babá de gatos, é importante realizar uma introdução adequada, apresentando o profissional ao seu peludo. Durante esse momento, demonstre para o pet que o especialista é um amigo e que sua presença é bem-vinda. 

Faça uma lista de atividades 

Os cat sitters são profissionais especializados em cuidar de bichanos. Entretanto, cada pet possui sua personalidade. Por isso, é importante realizar uma lista de afazeres, demonstrando para o cuidador quais são as atividades necessárias para o dia a dia. 

Mantenha o contato 

Uma das maravilhas do mundo moderno é a facilidade de comunicação! Ao confiar o melhor amigo a um profissional, é possível manter contato através de mensagens de texto, fotos e vídeos! Aproveite esse recurso não só para ficar de olho em seu peludo, mas também para matar a saudade. 

Os pet sitters são especialmente recomendados para os bichanos, pois nossos amigos são territorialistas e não se adaptam bem em ambientes desconhecidos. Para os gatos, viajar ou mesmo ficar em um hotel para pets pode ser um tanto estressante. 

gato rajado deitado

Agora que sabe como funciona o serviço de cat sitter, confira o blog da Petz e veja outros conteúdos sobre bem-estar animal!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *