Como saber se o peixe é macho ou fêmea?

Postado por PETZ, em Atualizado em Jan 7, 2021

Aquário
Como saber se o peixe é macho ou fêmea?
Tempo de leitura: 4 minutos

Como aquaristas experientes sabem bem, estudar a compatibilidade entre os peixes é fundamental para aumentar a segurança do aquário. Além de avaliar aspectos ambientais, como as faixas de pH e de temperatura, também é importante pensar em fatores comportamentais. Nesse sentido, como saber se o peixe é macho ou fêmea?

peixes nadando

Essa dúvida pode surgir, pois não é raro ouvir dizer que os machos de determinada espécie são territorialistas e briguentos. Portanto, é melhor evitar que sejam colocados juntos. Quer descobrir como saber se o peixe é fêmea ou macho? Continue lendo, preparamos um conteúdo completo a fim de tirar suas dúvidas.

Você sabe o que é dimorfismo sexual?

Quando falamos em como saber se o peixe é macho ou fêmea, o conceito de dimorfismo sexual é muito relevante. E não, ele não tem nada a ver com equipes de heróis de origem japonesa, nos quais os homens vestem cores como verde e azul, e as mulheres vestem rosa!

Na verdade, embora de uso pouco frequente no dia a dia, o dimorfismo sexual é algo com o qual estamos bem habituados, por exemplo, quando conseguimos distinguir facilmente um leão de uma leoa. 

Em linhas gerais, dimorfismo sexual é quando macho e fêmea apresentam características físicas diferentes, sendo que estas vão além dos órgãos sexuais.

Falando dos peixes, é muito importante lembrar que existem milhares de espécies em rios, lagos e oceanos, cada uma delas com suas características. Enquanto algumas delas são sexualmente dimórficas, facilitando a tarefa, outras não apresentam diferenças significativas entre machos e fêmeas.

Como determinar o sexo dos peixes nas espécies mais famosas

Uma vez que as espécies de peixes são muito diversas, não existe uma regra única de como saber se o peixe é macho ou fêmea, vai depender das particularidades do gênero ou da espécie a que cada indivíduo pertence. A seguir, saiba como identificar o sexo de alguns dos peixinhos mais comuns em aquários ornamentais.

Betta

Queridinho dos aquaristas iniciantes, o peixe betta apresenta dimorfismo sexual acentuado. Ou seja, ao menos na fase adulta, não é difícil diferenciar machos e fêmeas. 

Nesse sentido, se está se perguntando como saber se o peixe betta é macho ou fêmea, uma das principais diferenças diz respeito ao tamanho das barbatanas: enquanto as das fêmeas são curtinhas, as dos machos são longas e exuberantes. Não à toa, é neles que a maior parte das pessoas lembra primeiro quando se fala em peixe betta.

Outra diferença importante entre o peixe betta macho e fêmea pode ser observada nas cores, que costumam ser mais fortes e vibrantes nos machos. Estes também possuem um corpo mais largo em relação às fêmeas, que são mais alongadas.

Acará-bandeira

Ao contrário do que acontece com os peixes betta, diferenciar o sexo de um acará-bandeira não é tarefa fácil! Em especial quando são jovens, é quase impossível fazer distinção. 

Já na fase adulta, algumas diferenças podem, sim, ser observadas. Mesmo assim, elas podem ser muito discretas. É o caso, por exemplo, do formato da cabeça, que costuma ser levemente mais arredondado nas fêmeas. A barriga delas também costuma ser mais larga. 

Justamente pela dificuldade de identificar o sexo dos acarás, a melhor maneira de formar casais é aproveitar que eles são peixes de cardume e colocar ao menos meia dúzia desses peixinhos no aquário. Depois do acasalamento, observe qual dos peixes colocará os ovos, pois o peixe que fizer isso é a fêmea!

peixes nadando

Peixe tetra

Em geral, os peixes tetra apresentam pequenas diferenças entre os sexos. Porém, elas variam de acordo com a espécie. De maneira geral, as fêmeas costumam ser mais largas e corpulentas que os machos. 

Por outro lado, eles tendem a apresentar cores mais vibrantes e barbatanas mais longas. Assim como acontece com os acarás-bandeira, os tetras também são gregários. Portanto, a melhor maneira de estimular a reprodução também é adquirir um cardume e observar a formação dos pares para acasalamento.

Kinguio

Outro queridinho dos aquaristas, o kinguio é mais um que apresenta diferenças bastante sutis entre o peixe fêmea e macho. Começando pelo formato do corpo, em geral, as fêmeas tendem a ser mais largas e arredondadas que os machos.  

Nesse sentido, algumas podem apresentar a famosa barriguinha protuberante, especialmente quando começam a desenvolver as ovas. Desse modo, fica mais fácil de entender como saber se o peixe é macho ou fêmea, principalmente das espécies já citadas. 

No caso do peixe macho, um dos principais aspectos distintivos é o surgimento dos chamados órgãos de pérola ou tubérculos nupciais, que são pequenos pontinhos que aparecem na região do opérculo. Seu corpo costuma ser mais esguio e alongado.

Independentemente da espécie, como saber se o peixe é macho ou fêmea exige aguardar até que eles atinjam a maturidade sexual. Isso porque é a partir desse período que as diferenças se tornam mais visíveis e acentuadas. 

peixes no aquário

Gostou de aprender como saber se o peixe é macho ou fêmea? No blog da Petz, confira outras curiosidades super interessantes e dicas de cuidados com o amigo pet.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *