7 dicas do que fazer quando encontrar um gato abandonado

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 1, 2020

Dicas
7 dicas do que fazer quando encontrar um gato abandonado
Tempo de leitura: 5 minutos

Infelizmente, muitos pets ainda vivem nas ruas, sem o carinho de uma família. Se você encontrou um gato abandonado e gostaria de ajudá-lo, saiba que alguns cuidados simples podem facilitar o processo. 

gatinhos abandonados

Apesar de ser sempre necessário auxiliar um pet indefeso, certas precauções são necessárias para a segurança do bichano e da família. Conheça aqui sete dicas essenciais para quando encontrar gatos abandonados

1. Espere e observe

Se você encontrou um gato abandonado, o primeiro passo é observar bem o entorno e aguardar por uns momentos. Devemos lembrar que por mais que isso não seja recomendado por veterinários, alguns tutores deixam o gato acessar a rua. Dessa forma, talvez o pet esteja passeando, mas ainda tenha um lar para voltar no fim do dia. 

Caso seja um gato recém-nascido e abandonado, é importante observar se ele está mesmo sozinho ou se a mãe está por perto. Isso porque, muitas vezes, as gatas saem em busca de alimento e acabam deixando seus bebês sozinhos por alguns instantes. 

Mesmo que a rua não seja a situação ideal, não é recomendado separar o filhote da mãe. Assim, observe bem e, após concluir que o bichano realmente não tem uma família, tome outras providências. 

2. Providencie um método de transporte

Quando constatar que o peludo realmente é um gato abandonado, será necessário buscar ajuda profissional. Antes disso, porém, é importante providenciar um método seguro de transporte. 

Isso porque o gato de rua pode estar contaminado com doenças e parasitas. Além disso, o bichano pode não estar muito acostumado a carinhos, causando confusão ao ser levado no colo. 

Para evitar problemas, o melhor é utilizar uma caixa de transporte. Colocar um pouco de ração ou petisco dentro da caixinha é uma forma de convencer o peludo a entrar. Lembre-se que esse acessório é confortável, além de ser o método mais seguro para resgatar gato

3.  Procure um veterinário

O passo mais importante a se fazer com gato encontrado na rua é buscar ajuda de um veterinário. O Dr. Ítalo Oliveira, médico-veterinário da Petz, explica que esse procedimento é essencial para a saúde do bichano e o bem-estar da família. “Sempre é necessário uma consulta médica”, afirma. 

Isso porque o bichano pode estar doente, com quadros como a FIV — a famosa AIDS felina — ou a FeLV, também conhecida como leucemia felina. Essas enfermidades são contagiosas e presentes na maioria dos gatos abandonados na rua

As temidas pulgas e outros parasitas também são comuns em pets abandonados. “Por isso é importante realizar os exames necessários, além de aplicar os tratamentos devidos antes de levar o gato para casa”, complementa o Dr. Ítalo. O especialista também poderá ajudar na próxima dica, ao buscar a família.  

4. Procure a família

Nem sempre um gato na rua não tem família. Em alguns casos, os bichanos se perdem de seus tutores ao escaparem pela janela ou até mesmo durante uma mudança ou viagem. 

E quem tem um bichano em casa sabe como é triste ficar sem o amigo! Por isso, após fazer todos os acompanhamentos com um veterinário, o especialista poderá confirmar se o pet tem um microchip — um tipo de identificação que fica embaixo da pele. Caso negativo, é recomendado tirar fotos do bichano e buscar a família através das redes sociais.

gato cinza do olho azul

5. Busque ajuda caso necessário

Ao confirmar que o gato abandonado realmente não possui família, será hora de tomar uma decisão. Uma ótima opção é adotar o bichano, ganhando, assim, um novo amigo! Afinal, quem tem um peludo em casa sabe que no coração de pai e mãe de pet, sempre cabe mais um. 

Porém, nem todas as famílias podem ganhar um novo membro. Em alguns casos, é necessário pedir auxílio. Para isso, há a possibilidade de contar com instituições de pets abandonados. 

Em algumas cidades, o Centro de Zoonoses também auxilia peludos solitários. Esses locais cuidam dos animais até encontrarem a família perfeita para cada um. Outra boa ideia é consultar com amigos e familiares se alguém deseja adotar um bichano. Assim, você ainda poderá visitar o bigodudo e mimá-lo de com carinhos e petiscos! 

6. Atenção aos primeiros dias

Se você for sortudo e puder ficar com o gato, saiba que adotar um pet é um gesto de muito amor, que o bichano irá retribuir com carinho, brincadeiras e muita alegria. Entretanto, os primeiros dias com um gato abandonado podem ser desafiadores. 

O  Dr. Ítalo lembra que mesmo bichanos acostumados com a vida doméstica podem demonstrar insegurança no novo ambiente. Para evitar problemas, é necessário atenção e cuidado. 

Por isso, providencie tudo que o bigodudo precisa, além de ficar atento a portas e janelas para evitar fugas. Uma relação próxima com o veterinário nesse primeiro momento é fundamental, pois o especialista poderá indicar adaptações no lar, além de acompanhar a evolução do pet. 

7. Transforme seu lar em um local “pet-friendly”

Ao receber um gato em casa, saiba que sua vida irá se transformar. A boa notícia é que essa transformação sempre é positiva! Os gatos oferecem muito amor e carinho por onde passam. Entretanto, ser pai ou mãe de pet também traz responsabilidades. 

Oferecer o que o gato precisa é importante para que ele viva com saúde e bem-estar. Por isso, equipe seu lar com acessórios como caminha, arranhadores e brinquedos. Esses itens são importantes para que o bichano se sinta seguro e confortável no ambiente. 

Além disso, não se esqueça de fornecer uma ração de qualidade e água sempre fresca. Por fim, as visitas regulares ao veterinário são fundamentais para qualquer pet. Essa é a melhor forma de monitorar a saúde e o bem-estar do novo amigo peludo. 

gato abandonado deitado na rua
Agora que sabe como cuidar de gato abandonado, confira o blog da Petz para outras dicas de saúde e bem-estar pet!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *