O que as calopsitas comem: saiba mais sobre a nutrição dessas aves

Postado por PETZ, em Atualizado em Apr 3, 2019

Aves
O que as calopsitas comem: saiba mais sobre a nutrição dessas aves
Tempo de leitura: 3 minutos

Junto com os periquitos, as calopsitas estão entre as aves domésticas mais populares entre os brasileiros. Além de muito charmosas, com seu penacho divertido na cabeça, elas ainda são conhecidas por serem alegres, companheiras e inteligentes. Mas atenção! Para isso, elas precisam estar saudáveis, o que começa com saber o que as calopsitas comem.

Assim como proporcionar um ambiente adequado para a calopsita, onde ela possa se distrair, se exercitar e ficar livre de estresse, garantir uma alimentação balanceada também é essencial para assegurar mais saúde, bem-estar e longevidade para a sua amiga. Vamos aprender como fazer isso? É só continuar lendo!

A alimentação da calopsita na natureza

Uma das primeiras perguntas que muita gente se faz na hora de descobrir os alimentos recomendados para um pet é o que eles comem na natureza. No caso das calopsitas, a médica-veterinária da Petz, Dra. Mariana Pestelli, diz que, como todas as aves, elas comem o que conseguem encontrar.

“Varia muito, mas elas comem algumas sementes, grãos, muitos frutos e alguns pequenos insetos”, exemplifica a veterinária.

Segundo ela, não existe um “cardápio” certinho. Vai depender da disponibilidade de alimentos no local e também de fatores como época do ano, quando um tipo de alimento é mais fácil de ser encontrado do que outro.

Nutrição em casa X nutrição na natureza

Para quem achou difícil reproduzir em casa a alimentação nada regrada das calopsitas, não se preocupe! Fazer isso não é possível e também não é recomendado. “Não dá para fazer essa comparação”, diz a Dra. Mariana Pestelli. “O animal domesticado tem outros hábitos”.

Como prova, ela diz que basta pensar que as calopsitas que vivem em casa não voam, atividade que demanda bastante energia. Além disso, é importante lembrar que as aves que podemos ter em casa nunca viveram na natureza.

Ao contrário! Elas vêm de gerações e gerações de reprodução em cativeiro. Por isso, as necessidades nutricionais e energéticas também são muito diferentes.

Alimentos extrusados: o melhor para calopsitas domesticadas

Apesar da diferença entre os hábitos das calopsitas que vivem em casa e na natureza, durante muito tempo, era comum que tutores oferecessem à sua penuda uma alimentação à base de sementes e algumas frutas.

Sem contar aqueles que gostam de fazer agrados ao pet, oferecendo alimentos de humanos, como biscoito água e sal, o que é muito prejudicial para a saúde dos pássaros.

Em vez disso, a Dra. Mariana esclarece que a única forma de garantir uma alimentação adequada para as calopsitas domesticadas é por meio dos alimentos extrusados.

Desenvolvidos especialmente para as calopsitas que vivem em cativeiro, esses alimentos possuem as quantidades de fibra, de carboidrato, de gordura e de proteína recomendadas para atender às necessidades específicas do pet.

Por isso mesmo, com eles, o risco de a calopsita desenvolver problemas como obesidade é menor.

Outra vantagem dos alimentos extrusados é que eles possuem a mesma quantidade de nutrientes em cada partícula.

Com isso, a calopsita não consegue escolher só os que mais gosta e você garante uma nutrição completa. Mas calopsita pode comer frutas?

A Dra. Mariana diz que não é preciso complementar a alimentação da calopsita com mais nada. “Mas é claro que você pode dar alimentos frescos, como frutas.

O problema é que as calopsitas não gostam muito de nada”, brinca a especialista, “Talvez maçã”.

Quantidade e frequência

Agora que você já sabe que a melhor opção são os alimentos extrusados, só falta saber quando e em que quantidade oferecê-los diariamente.

Nesse sentido, a Dra. Mariana diz que, como para todas as aves, a comida deve estar disponível o tempo todo, já que elas têm o hábito de comer várias vezes ao dia, sempre em pequenas porções.

Já em relação à quantidade, a veterinária diz que a recomendação é dar o equivalente a 10% do peso da calopsita.

Para um pet com 100 g, por exemplo, você deverá colocar 10 g de ração para calopsita no comedouro todos os dias.

Mas é importante conversar com um veterinário para que ele avalie as necessidades do seu pet.

Não sabe onde encontrar um veterinário especialista em animais silvestres? Procure a clínica Petz mais próxima a você e pergunte sobre a disponibilidade do serviço.

Aproveite que na loja física ou, se preferir, em nosso Pet Shop on-line, você também encontra rações premium ideais para garantir a nutrição da sua calopsita.

 

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *