Tudo sobre aquário: 6 coisas que você precisa saber

Postado por PETZ, em Atualizado em Dec 11, 2018

Aquário
Tudo sobre aquário: 6 coisas que você precisa saber
Tempo de leitura: 4 minutos

Aquários são bonitos, interessantes e, à distância, podem parecer incrivelmente práticos. Mas, se você pensa em montar um, saiba que o aquarismo também exige tempo, paixão, dedicação, além de uma boa dose de conhecimento. Afinal, mais do que só mais um acessório de decoração, os aquários são a casa dos nossos peixes. Sendo assim, é essencial mantê-los em condições ideais para garantir a longevidade e o bem-estar dos nossos amigos. Para quem deseja se tornar um aquarista responsável, descubra tudo sobre aquário, com estes 6 fatos sobre eles!

 

1. Cada aquário é único

Não adianta procurar um guia com instruções rápidas para a montagem do aquário perfeito. Isso porque, embora listas com dicas e equipamentos necessários sejam úteis, a verdade é que aspectos como tamanho do aquário e condições da água variam muito de um aquário para o outro, dependendo da quantidade de peixes, das espécies escolhidas ou mesmo dos acessórios utilizados. Por isso, ao adquirir um aquário, procure se informar sobre as necessidades específicas dos peixes escolhidos por você referentes à temperatura, ao pH da água, à tendência a se refugiar em pedras, etc.

Como dica, a Dra. Mariana Pestelli, médica-veterinária da Petz, diz que o segredo é sempre se atentar ao local de origem da espécie. O aquário deverá tentar reproduzir ao máximo esse habitat.

 

2. Ele não pode ser colocado em qualquer lugar

Antes de adquirir um aquário, é muito importante pensar em onde ele vai ficar. O local precisa ser estável e aguentar bastante peso. Além disso, é importante que o aquário fique longe de fontes de frio ou de calor, como janelas ou fornos de cozinha, que dificultam o controle de temperatura. A partir da identificação do espaço disponível, procure peixes que se adaptem bem a ele, lembrando de ficar atento à quantidade de peixes para evitar a superpopulação.

 

3. Não são todos os peixes podem conviver

Como dito anteriormente, as características do aquário vão depender das espécies de peixes que moram dentro dele. O motivo para isso é que os peixes são muito afetados pelo ambiente. No caso da temperatura da água, por exemplo, é a partir dela que o peixe regula sua temperatura interna. Já em relação ao pH, cada peixe possui uma faixa na qual vive melhor.

Na hora de escolher as espécies do aquário, é necessário se certificar de que todas elas compartilham da mesma faixa de temperatura e de pH. Também é importante que elas sejam sociáveis e não territorialistas.

 

4. O aquário não permanece sempre igual

Depois de descobrir e de regular fatores como a temperatura e o pH da água do seu aquário, saiba que eles, eventualmente, irão se alterar. Isso ocorre porque todo aquário é um ecossistema. Nele, estão constantemente ocorrendo trocas físicas e químicas que acarretam mudanças nas condições da água. Sempre que isso acontece, é preciso fazer as correções com a ajuda de condicionadores (que, por exemplo, alcalinizam ou acidificam a água de acordo com a necessidade) ou de limpeza em conjunto com trocas parciais de água.

 

5. Testes hidrológicos são essenciais para sua manutenção

Para quem leu o item 4 e se perguntou como saber se as condições da água estão ou não desreguladas, a resposta é fazendo o uso dos principais testes para aquario plantado. Por meio da colorimetria, esses testes servem para medir aspectos como os níveis de cloro, de amônia, de nitritos, de nitratos, pH, dureza da água, entre outros fundamentais para a saúde dos peixes e do aquário. Recomenda-se realizá-los ao menos uma vez por semana e sempre que suspeitar que algo pode estar errado.

 

6. Toda água colocada no aquário deve ser condicionada

Agora que você já sabe que as condições de água adequadas são fundamentais para a saúde dos peixes, deve imaginar que não basta despejar água da torneira no aquário. Seja na hora de enchê-lo pela primeira vez, seja na hora de fazer trocas parciais, é essencial realizar testes hidrológicos e preparar a água para que ela atinja os níveis adequados.

Em se tratando de água da torneira, um dos preparos mais importantes é fazer o uso de condicionadores anticloro, já que o cloro presente na água encanada é tóxico para os peixes. Além disso, também é importante regular a temperatura e fazer o teste de pH, utilizando condicionadores acidificantes ou alcalinizantes conforme os resultados. Portanto, você só saberá qual o melhor condicionador de agua para aquario entendendo qual a necessidade do seu aquário.

Uma dica legal para quem está entrando no mundo do aquarismo é manter um calendário e uma tabela com a realização e os resultados dos testes hidrológicos. Fazer isso é bom porque, além de ajudar a descobrir a frequência ideal de limpeza do aquário, também te permite identificar possíveis erros na manutenção, como excesso de comida, problemas no filtro, entre outros.

Pronto para se dedicar à manutenção cuidadosa do seu aquário? Na Petz você encontra diversos tipos de teste de água, condicionadores e tudo o que você precisa para manter seus peixes bonitos e saudáveis!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *