Como adestrar cachorro filhote: preparamos algumas dicas

Postado por PETZ, em Atualizado em Mar 23, 2020

Bem-Estar
Como adestrar cachorro filhote: preparamos algumas dicas
Tempo de leitura: 4 minutos

Os primeiros meses de vida são cruciais na criação de um cãozinho sociável e pouco propenso a desenvolver comportamentos indesejados. Por isso, se você acaba de ganhar um novo companheiro, é bom aprender como adestrar cachorro filhote desde já.

Ao contrário do que muitos tutores acreditam, a fase é ótima para o aprendizado. Nela, os pets se adaptam com facilidade e estão ainda mais abertos para conhecer coisas novas. 

cachorro filhote no tapete

Sem contar que o adestramento de cachorro, quando adequado, pode ser uma ótima maneira de estimular os diferentes instintos e fortalecer os vínculos com ele. Além, é claro, de ser muito útil para evitar problemas como xixi no lugar errado. Vamos aprender como adestrar cachorro filhote?

Rotina para cães: ela é importante para o adestramento e o bem-estar

A chegada de um filhote bagunça temporariamente a rotina dos tutores. O cão pode ter dificuldade para dormir, precisa passear, brincar, receber atenção, etc. No entanto, mesmo nesse período de adaptação, é importante se esforçar para criar uma rotina para o pet. 

Isso porque além de aumentar o bem-estar dele, a rotina ainda facilita a vida dos tutores. Para o cachorro, saber qual é a hora de comer, passear, dormir, etc, reduz o estresse e a ansiedade. Já para o tutor, a rotina ajuda a compreender melhor os hábitos do animal, o que é útil para se antecipar e agir preventivamente. 

Como exemplo, cães costumam fazer suas necessidades após refeições e brincadeiras mais intensas. Sabendo disso, com uma rotina, o tutor saberá também os momentos de levar o pet para o quintal ou ao tapete higiênico até que ele aprenda a utilizar por conta própria o local estipulado. 

Reforço positivo: conheça o truque para adestrar cachorro filhote

Reforço positivo é o método para adestrar cachorro que o premia quando ele faz o que você espera, ao invés de reprimi-lo. Funciona da seguinte forma: digamos que você queira ensiná-lo onde deve fazer xixi. 

Ao contrário de punir o pet se ele fizer xixi no lugar “errado”, o tutor leva o cão até o tapete higiênico ao perceber que ele está apertado. Uma vez que o pet fez xixi no local escolhido, é só dar um petisco para ele. 

Ao menos em teoria, a técnica é bastante simples. Na prática, ela também é muito eficaz, e não é difícil entender por quê. Quando você pune o cachorro por fazer algo indesejado, ele pode até assimilar que não deve mais fazer aquilo, mas não compreende o que você espera dele. 

No caso de fazer necessidades pela casa, por exemplo, é comum que cães punidos com agressões físicas passem a comer as próprias fezes (coprofagia). A lógica é mais ou menos assim: meus tutores ficam bravos quando encontram meu cocô pela casa, então eu vou sumir com ele.

Por outro lado, quando você usa o reforço positivo, em vez de deixar claro apenas o que você não quer, estabelece exatamente o que espera do cachorro. E ele entende muito bem! Afinal, está sendo recompensado com petiscos apetitosos por suas atitudes.

cachorro filhote

6 dicas para adestrar cachorro filhote com reforço positivo

Diversos especialistas em comportamento canino garantem a eficácia do reforço positivo no adestramento de cães. Para que dê certo, porém, é preciso seguir o método à risca, respeitando inclusive o momento certo de oferecer o petisco. A seguir, separamos algumas dicas:

  • Utilize petiscos atraentes. Por causa do seu aroma, os bifinhos são excelentes para atrair a atenção do pet e estimular o aprendizado;
  • Ofereça o petisco imediatamente após o cachorro fazer o que se espera dele, ou seja, assim que ele urinar no tapetinho, der a pata, etc. Isso é fundamental para que o cachorro associe a premiação a determinada ação;
  • Não espere que o pet aprenda na primeira vez. Leva um tempo até ele fixar que certas atitudes podem lhe render bons frutos. A repetição é a chave no reforço positivo para adestrar filhote;
  • Evite dar broncas no cachorro e nunca recorra às agressões para fazer o adestramento. Além de prejudiciais para o bem-estar físico e psicológico do pet, elas ainda interferem no vínculo com o tutor, dificultando ainda mais o aprendizado;
  • Para ensinar qualquer coisa, prefira ambientes mais sossegados. Quanto mais distraído o pet estiver, mais difícil será para ele se concentrar em suas ações;
  • Seja paciente e consistente. O processo de adestrar cachorro filhote para fazer xixi no tapete higiênico, por exemplo, pode levar semanas. Uma vez aprendido o lugar certo, porém, o cão dificilmente o esquecerá, mesmo quando você parar de oferecer petiscos.

cachorro filhote correndo

Ainda ficou com alguma dúvida? Aqui, no blog da Petz, nós já demos algumas dicas de como ensinar cachorro a fazer necessidades no lugar certo. Confira!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *