Pode ser que caiba mais amor em um gato mais gordinho, mas a obesidade não é algo que nós, tutores responsáveis de pets, podemos ou devemos ignorar. Quando a circunferência do seu gato está aumentando, geralmente a causa é o excesso de comida e, ainda que a maioria dos tutores não dê importância isso, um gato obeso pode desenvolver complicações muito sérias devido ao sobrepeso.

Diabetes, problemas no coração, nas articulações e até na pele são patologias comumente desenvolvidas pelo organismo de um gato obeso, além de fadiga, indisposição e depressão.

Gato obeso

 

Como saber se meu gato está gordo?

Considera-se que gatos estejam sofrendo de sobrepeso quando eles excedem entre 15 e 20% do peso ideal para a sua idade, sexo e raça. Mas, em linhas gerais, o peso normal de um gato adulto, sem raça definida, fica entre 3 e 4 quilogramas para fêmeas, e 4 e 5 quilogramas para machos.

Considerando que o peso médio ideal para um gato tem muitas variáveis e que nem todo gato aceitará ficar quieto sobre uma balança para que você o pese, também é possível fazer uma análise do seu felino seguindo os seguintes parâmetros:

  • Ao olhar para um gato que não apresente excesso de peso, você deve ser capaz de perceber que o seu tronco se estreita ao se aproximar da região da cintura, enquanto um gato ou uma gata obesa dificilmente apresentará essa “cintura fina”.
  • Ao fazer carinho no seu felino ao redor das costelas e do quadril, você deve poder sentir um pouco das “pontas” dos ossos, que significam que ele não está obeso.
  • Ao fazer carinho na extensão do peito do seu bichano, você deve poder sentir as costelas ao toque, mas não vê-las. Enxergar a forma das costelas do seu bichano pode significar que ele não só não está gordo, como também pode estar subnutrido.

Ainda não tem certeza sobre a forma e o peso de gatos da raça e da idade do seu bichano? Não hesite em consultar o seu veterinário de confiança antes de tomar qualquer medida contra a possível obesidade dele; especialmente porque, além do excesso de comida, outras complicações de saúde podem levar à obesidade em gatos.

Um veterinário poderá orientá-lo de maneira assertiva sobre como lidar com seu gato obeso para que ele logo retome a boa saúde e volte a se sentir feliz e disposto.

Gato obeso cochilando

 

 

Alimentação para gatos obesos

Qualquer que seja o caso, nunca coloque o seu gato obeso em uma dieta muito restritiva. Dietas restritas podem funcionar para o sobrepeso, mas também acarretarão muita perda de nutrientes, causando sérios problemas de saúde.

Hoje em dia contamos com uma diversidade enorme de tipos de ração para gatos e, entre eles, existe a ração para gatos obesos, feita especificamente para auxiliar na perda de peso sem que os nutrientes necessários para uma boa saúde também sejam perdidos.

Caso o seu felino já esteja apresentando problemas de saúde além do sobrepeso, é possível que ele tenha que ser alimentado com uma ração medicamentosa, por isso é tão importante que todo o processo seja supervisionado pelo seu médico veterinário de confiança!

Para ter acesso a excelentes médicos e um tratamento atencioso a você e ao seu bichano, encontre a unidade Petz mais próxima a você e agende uma consulta em nosso centro veterinário!