Quando é preciso contratar um adestrador de cães?

Postado por PETZ, em 26/04/2020

Cães
Quando é preciso contratar um adestrador de cães?

Na rotina agitada em que vivemos, ter um animal de estimação é um prazer enorme. Porém, em alguns casos, eles ficam sozinhos por longos períodos do dia ou, às vezes, a própria personalidade do pet faz com que tenhamos de recorrer a um adestrador de cães.

cachorro pegando bolinha

É importante salientar que cada fase do animal requer um tipo de adestramento específico. Pois, assim como as pessoas, quando filhotes, eles possuem hábitos infantis que somem com o passar do tempo. 

Entretanto, começar a treinar o pet enquanto filhote pode ser primordial para que ele seja um cachorro mais obediente quando ficar mais velho. Portanto, alguns truques ajudam bastante cães mais novos. Porém, em exemplos mais complexos, como cães adultos e teimosos, é preciso treino específico.

Então, se você está passando por algum problema com o pet e precisa de algumas dicas, nós separamos alguns truques a fim de contornar essas situações antes de contratar um adestrador de cães. 

Quando é necessário adestrar cachorro

Como a maioria dos donos de animais de estimação sabe, é importante que o pet tenha uma rotina a ser seguida. Por esse motivo, é necessário incentivar o pet a praticar exercícios e gastar energia. 

Para o treinamento do peludo dar certo, é preciso saber detectar as causas do comportamento que você deseja adestrar. Já que, sem essa percepção, as práticas do treino não trarão grandes resultados. Conheça alguns deles:

  • Cães mais novos têm curtos períodos de atenção, pois, como dissemos, esta é uma característica dessa fase da vida. Neste caso, na hora de adestrar filhote, cada comportamento pode ser algo breve, mas que refletirá na conduta do amigo peludo quando adulto;
  • Se o seu cão tem o hábito de correr demais e produzir solavancos nas caminhadas, tente usar coleiras que impeçam essa atitude. O adestramento de cães requer pulso firme no início, para que eles entendam quem está no comando. Mas lembre-se: pulso firme não significa ser agressivo com o pet;
  • Recorde-se da regra dos três segundos: cachorros se conectam com palavras como “bom garoto!”, “boa menina!” ou “parabéns!” de forma rápida. Por isso, não espere mais do que três segundos quando fizer o elogio, pois a distração faz com que ele confunda sobre o que está sendo parabenizado;
  • Se o seu pet é “beijoqueiro” e você não é fã disso, quando ele tentar lamber o seu rosto, redirecione-o para outro comando, como “senta”, “deita” ou algo que ele goste de fazer, até que a atitude seja esquecida. Caso persista, quando ele tentar lambê-lo, levante-se e vá embora;
  • Mastigar é um comportamento natural dos cachorros. Então, se seu amigo está comendo chinelos, pontas de móveis ou almofadas, o ideal para treinar o pet nesse caso é oferecer brinquedos adequados que satisfaçam essa necessidade. Muitos deles promovem a saúde oral e entretém nos momentos de ausência dos donos, evitando o estresse e o tédio do animal,
  • Não desista! Insistência e, principalmente, paciência são dois componentes especiais na hora de buscar um treinamento de cachorro bem-sucedido, criando nele os hábitos desejados.

dois cachorros parados

Qual o momento de procurar um adestrador de cães?

Nem sempre dizer “não pode” ou mostrar insatisfação com a atitude do pet resulta nos efeitos desejados. Por isso, é preciso ponderar a situação e verificar se um tratamento próprio pode ser a melhor alternativa. Aliás, em situações como essa, a melhor opção é contratar um adestrador de cães.

Por exemplo: seu cachorro rosna com a chegada de estranhos? Isso mostra que ele está desconfortável com alguma coisa. E, infelizmente, muitas vezes, não temos como descobrir a causa. Então, a fim de não afugentar as pessoas ou não ter que prender o cachorro toda vez que houver visitas, procure treiná-lo.

Como já dissemos, cães precisam de rotina, por isso, programe um cronograma de adestramento do cachorro com base nas necessidades dele, para que a continuidade do trabalho garanta bons resultados. 

Além disso, peça ao adestrador de animais que indique alguns truques e técnicas com a intenção de utilizá-las em casa, dando ao pet os limites de maneira correta. Desse modo, o incentivo diário ajuda a manter o comportamento adequado.

Como adestrar cães com dificuldade em ficar sozinho

A separação diária entre cachorro e dono é uma questão recorrente. Mas é preciso ter em mente que envolve os sentimentos do pet pelo tutor. Por isso, o treinamento em casos como esse faz com que os animais consigam controlar os impulsos. Então, alie o adestramento a momentos de lazer ou dedicados somente ao pet. 

Deixe à disposição do amigo brinquedos interativos, a fim de que ele se distraia. É possível também esconder alguns dos divertimentos preferidos do cachorro e para que ele procure-os durante o dia. Pois, quanto mais ocupado o pet estiver, menos comportamentos de malcriação ele vai ter. 

Em casos assim, geralmente, não é necessário contratar um adestrador de cães, mas, sim, praticar alguns treinos básicos para que a mudança comportamental do pet seja mais completa.

Em casos mais extremos, vale a pena consultar um médico-veterinário. Desse modo, ele consegue mensurar a situação, dar as diretrizes certas e até mesmo verificar atitudes em que não vai ser necessário um adestrador de cachorro.

homem adestrando cão

Agora que você sabe como treinar o pet em casa ou com a ajuda de um especialista, confira o blog da Petz para outros conteúdos sobre bem-estar e saúde pet!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *