Publicado em 9 de junho de 2019, por Petz

Todo mundo adora ver a relação das crianças com a natureza e com os animais. No entanto, é comum que os pais tenham dúvidas sobre adotar um cachorro para criança, acreditando que a relação pode ser prejudicial para as duas partes.


Alergias, problemas respiratórios e infecções estão entre as principais preocupações no que diz respeito à saúde no caso de cachorro para criança.

Já em relação aos cães, é normal se perguntar se os filhos terão maturidade para respeitar o espaço do pet, assim como para assumir certas responsabilidades nos cuidados com ele.

Mas, afinal, será que essa relação pode ser benéfica para crianças e cachorros? É isso que vamos descobrir agora!

Benefícios da relação entre crianças e cachorros

Para a médica veterinária da Petz, Dra. Larissa Seibt, um dos maiores receios das famílias com crianças, na hora de adotar um cachorro, é a bagunça que isso pode causar na rotina e na casa.

De fato, cuidar de uma criança e de um filhote cheios de energia pode ser um grande desafio. “Mas, se colocarmos na balança as vantagens dessa interação, acredito que temos resultados satisfatórios”, diz a especialista.

Abaixo, ela destaca alguns dos benefícios cientificamente comprovados da relação quando tem cachorro para criança:

  • Desenvolvimento afetivo e educacional acima da média;
  • Fortalecimento do sistema imunológico;
  • Redução do índice de problemas alérgicos, como asma, bronquite e dermatite crônica;
  • Diminuição da ansiedade e do estresse;
  • Menor incidência de problemas como sedentarismo e obesidade,
  • Melhora do desenvolvimento muscular infantil.

Outro benefício muito citado por especialistas é o estímulo a atitudes mais positivas no dia a dia. “Com os cães, as crianças aprendem a ser mais afetivas e solidárias.

Além disso, a companhia canina prepara a criança para o convívio com outras pessoas, principalmente no ambiente escolar”, destaca Larissa.

As vantagens são para todos, mas a responsabilidade é dos adultos!

Ainda que a presença de um cachorro traga inúmeros benefícios para a saúde física e mental das crianças, é importante destacar que, para a relação dar certo, o pet nunca deve ser responsabilidade delas.

Por isso, antes de ver quais são as melhores raças de cachorro para família e adotar um companheiro para as crianças, é importante parar e pensar se você vai ter tempo e disposição para cuidar e supervisionar as interações do animal.

Do contrário, tanto o pet quanto a criança podem sair prejudicados.

Atenção e respeito com o pet são importantes

“Dependendo da idade, as crianças não entendem qual é o manuseio adequado, prejudicando o cão”, alerta a veterinária.

Pensando na segurança do pequeno, por sua vez, ela lembra que pets estressados tendem a desenvolver problemas de comportamento, como destruição da casa ou mesmo agressividade com humanos.

Por isso, fique sempre por perto e dê um toque no seu filho sempre que ele não estiver respeitando o espaço do cachorro. “Você gostaria que te apertassem desse jeito ou que não deixassem você dormir?”, são coisas que você pode perguntar.

O legal é que assim a criança aprende que é preciso respeitar todos os seres vivos, independentemente da espécie.

A partir de que idade as crianças podem conviver com um cachorro?

Essa é uma dúvida frequente entre os pais de filhos pequenos que sonham em adotar um cão de estimação. Mas a verdade é que, desde que você acompanhe e se responsabilize pela interação, não existe uma idade certa.

De acordo com a Dra. Larissa, alguns especialistas dizem que o melhor momento para adotar um cachorro é quando as crianças já desenvolveram maturidade e, principalmente, coordenação motora para interagir com eles, o que começa a acontecer por volta dos 4 anos de idade.

Apesar disso…

Ela diz que outros especialistas acreditam que ter um cachorro para criança antes mesmo dessa idade pode ser benéfico para o desenvolvimento dos pequenos e contribuir para que eles não tenham medo de outros pets no futuro.

Seja como for, conforme a criança cresce, você poderá começar a dar algumas responsabilidades, como colocar a ração no comedouro, dar água, etc, mas sempre com acompanhamento e supervisão para que o pet tenha todas as suas necessidades atendidas.

Raças que se dão bem com criança

Uma dúvida que persegue muitos interessados em cães diz respeito a quais são as melhores raças de cachorro para família. Apesar disso, esse questionamento não possui uma resposta exata.

Isso porque, apesar da idade, cada criança tem um temperamento diferente. Portanto, na hora de escolher um companheiro para ela, o mais importante é levar esse fator em consideração.

Entre as melhores raças de cachorro pequeno estão shih-tzu e yorkshire. Já entre as raças de grande porte, estão o labrador e o golden retriever.

A faixa etária do cão também pode fazer a diferença

A faixa etária do cachorro também pode influenciar na relação. “Filhotes geralmente são mais agitados e tendem a se adaptar melhor a novas situações”, diz a especialista.

No entanto, os cachorros para crianças mais tranquilas podem ser mais velhos e brincalhões.

Por último, lembre-se de que, para que a relação seja realmente segura, é fundamental garantir uma saúde de ferro para o pet, mantendo a vacinação e os check-ups sempre em dia.

E para qualquer necessidade do seu novo amigo, venha para a Petz e fale com um de nossos colaboradores.