Como educar um cachorro para casos sociais?

Postado por PETZ, em Atualizado em Mar 16, 2018

Cães
Como educar um cachorro para casos sociais?
Tempo de leitura: 3 minutos

É comum seu cachorrinho ficar muito animado ou até mesmo com medo na presença de outras pessoas e pets, por isso, é importante educá-lo para que ele saiba se comportar.

É muito comum os cachorros ficarem agitados e com medo na presença de pessoas que não são do seu convívio, ou mesmo outros animais. Isso é decorrente da carência de convívio social com o mundo e, por isso, é fundamental saber como preparar o seu amiguinho para momentos como esses.

É claro que o seu pet não mudará o comportamento da noite para o dia, esse tipo de situação deve ser controlada com muita paciência e respeito, e a solução mais fácil e viável é aderir ao dia a dia dele um adestramento inteligente e tranquilo, sem que o animal se sinta pressionado.

Como adestrar cães?

O adestramento é a forma mais fácil e eficaz de educar um cachorro, isso porque o tornará mais educado e sociável, facilitando muito mais o contato dele com o mundo e tornando sua experiência com outros animais na rua ou até pessoas muito mais divertida e legal.

Nossos cachorros costumam entender as regras a partir da associação de suas ações e as consequências que elas geram, por isso é importante começar o adestramento desde cedo, ainda quando são filhotes, pois eles aprendem com mais facilidade.

Mas não se preocupe: não significa que o seu cachorro adulto ou sênior não seja capaz de aprender os comandos, significa apenas que você precisará investir mais paciência durante os tratamentos.

Adestramento inteligente

Quer saber como adestrar cães de todas as idades? Veja essas dicas que separamos para te ajudar nesse momento:

O primeiro passo é entender que seu cachorro deve ser estimulado no adestramento. Se ele ganhar um petisco toda vez que realizar alguma tarefa corretamente, por exemplo, aprenderá muito mais rápido o que está sendo ensinado. Então invista em petiscos gostosinhos para agradá-lo.

  • É super normal o cachorro ficar super enérgico e animado quando conhece uma pessoa nova. A maneira mais comum dele demonstrar isso é pulando nas pessoas. É claro que nem todos ficam confortáveis com essa ação, então para ensiná-lo a não fazer isso, você pode gentilmente colocá-lo de volta ao chão. Usar a palavra “não” também é um bom jeito dele sempre saber que não pode fazer aquilo, então sempre ao ouvir esse comando ele saberá que deve parar de fazer o que está fazendo.
  • Alguns cachorros costumam latir muito quando alguma pessoa desconhecida se aproxima, e ele vai associar isso com “ganhar atenção” sempre que você der atenção; consequentemente, irá continuar latindo mais — então evite dar muita atenção quando esses momentos acontecerem.
  • Passear com o seu cachorro não é apenas uma forma de atender a uma necessidade básica, mas também um bom jeito de ajudá-lo a se acostumar com o mundo fora de casa. Então se o seu amiguinho não costuma passear muito, comece a fazer isso com mais frequência, para que ele se torne mais sociável e também se acostume mais com a presença de outras pessoas e/ou animais.

  • Nos momentos de passeio opte por deixar a guia mais frouxa, dessa forma você não o puxa, e nem ele faz isso com você. É normal ele acelerar quando encontra algum cachorro na rua, e nesse momento, quando isso acontecer, segure a guia com firmeza e pare de andar, ou comece a andar na direção contrária, assim ele saberá que sempre se comportar dessa forma, voltará pra casa mais cedo e a diversão irá acabar.
  • Uma forma simples de como educar um cachorro filhote a não morder: sempre que o seu pet filhote morder, mostre para ele que sentiu dor, utilize sempre o comando básico dizendo “não”, para que ele entenda que ele não deve fazer aquilo, e afaste o corpo, mostrando que aquilo não é um comportamento legal e que,dessa forma vocês não podem brincar juntos. Procure sempre repetir essa atitude quando ele voltar a morder, até que ele entenda o comando.

Essas são apenas algumas dicas básicas de como educar o seu amiguinho no dia a dia, mas você também pode optar por um treinamento com um adestrador de animais. Esses profissionais têm como missão ajudar o seu amiguinho a se comportar não somente na sociedade, mas também em casa, por exemplo.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *