Dirofilariose em gatos: saiba como a doença afeta os bichanos

Postado por PETZ, em Atualizado em Sep 18, 2020

Bem-Estar
Dirofilariose em gatos: saiba como a doença afeta os bichanos
Tempo de leitura: 4 minutos

A dirofilariose em gatos é uma enfermidade grave. Também chamada de doença do verme no coração, ela ocorre quando o pet contrai um verme que ataca seus órgãos, levando a diversos problemas de saúde.

Por mais que doença seja comum em cachorros, a dirofilariose em gatos também merece a atenção dos tutores. Se você deseja saber mais sobre o assunto, continue lendo. Preparamos um guia com tudo sobre dirofilariose em gatos!

O que é dirofilariose em gatos?

A dirofilariose é uma doença causada por um parasita nematoide chamado Dirofilaria immitis. Esse verme, comprido e fino, se parece com uma lombriga, mas sua atuação é muito diferente. Ele se aloja em diferentes órgãos, como pulmão e coração, motivo pelo qual é conhecido como “verme do coração”.

Nas doenças parasitárias, geralmente, há um hospedeiro definitivo, que é o cão,  no qual ocorre o desenvolvimento e a proliferação da doença. Assim, a doença de vermes em gatos se desenvolve de forma diferente e precisa de outros cuidados. O gato é considerado um hospedeiro acidental, como o homem.

Dirofilariose em gatos: como acontece o contágio

A Dirofilaria immitis é transmitida pela picada do mosquito, que é o agente transmissor da doença, conhecido como vetor. Diferentes espécies de mosquito podem carregar as larvas do parasita, inclusive o Aedes aegypti — o famoso mosquito da dengue — e Culex.

O ciclo segue os seguintes passos:

  • O mosquito pica um cachorro contaminado. Dessa forma, se infecta com larvas do parasita;
  • As larvas se desenvolvem e migram para o aparelho bucal do inseto. Assim, as larvas podem ser transmitidas nas próximas picadas,
  • O mosquito pica um gato saudável, transmitindo as larvas para o organismo do pet.

Como os gatos não são os hospedeiros preferenciais da doença, o parasita raramente se desenvolve e amadurece no organismo dos felinos.

Além disso, o verme não se reproduz dentro do corpo dos gatos, fazendo com que os gatos contaminados não transmitam a doença.

Sintomas da dirofilariose em gatos

Os vermes da dirofilariose se sentem um tanto “fora do lugar” dentro do organismo dos bichanos. Por isso, em geral não se desenvolvem por completo. Assim, a dirofilariose em gatos é considerada uma doença rara e silenciosa.

Os sintomas são sutis, só aparecem em um estágio evoluído da enfermidade. E, conforme explica o médico-veterinário da Petz, Dr. Samuel Teófilo, os principais sintomas de verme em gato são bastante inespecíficas:

  • Vômito;
  • Perda de peso;
  • Tosse;
  • Respiração acelerada,
  • Apatia.

O grande problema é que, muitas vezes, quando o gato chega a apresentar uma manifestação, a doença já está avançada e pode levar o pet a graves complicações de saúde.

Diagnóstico da doença

Como os parasitas da dirofilariose não se desenvolvem bem no organismo dos bichanos, o diagnóstico é mais difícil. Muitas vezes, é comum encontrarmos apenas de 1 a 3 parasitas no animal, que ainda nem chegaram ao estado adulto.

Por isso, identificar a doença é tão complicado, já que os exames dificilmente conseguem perceber um intruso tão pequeno. “O diagnóstico é um desafio”, afirma o Dr. Samuel.

Ainda segundo o veterinário, a combinação de exames de sangue, radiografia torácica e o ecocardiograma pode auxiliar a perceber que o pet precisa de ajuda.

O melhor tratamento para dirofilariose em felinos

A dirofilariose em gatos não é muito comum e, por isso, muitas vezes não é uma preocupação muito grande para tutores. Como a doença é rara, o tratamento para bichanos é pouco desenvolvido.

Segundo o Dr. Samuel, há possibilidade de intervenção cirúrgica quando ocorre as formas subcutâneas, administração de antibióticos ou ainda tratamento de suporte, como vermífugos para dirofilariose.

Mas todas essas possibilidades apresentam riscos. “Cabe ao especialista analisar o caso específico do gato e indicar a melhor alternativa.”

Como prevenir a dirofilariose em gatos?

A prevenção, você sabe, é sempre a melhor saída para qualquer tipo de doença, mas sobretudo quando falamos daquelas que podem ser transmitidas.

E, mesmo que a dirofilariose em gatos não seja algo tão comum, ela pode causar graves problemas à saúde do seu amigo peludo. Por isso, o ideal é evitar as áreas endêmicas e utilizar vermífugos para dirofilariose e repelente de insetos adaptados para pets.

No Brasil, cidades litorâneas e as capitais do centro-oeste apresentam um número alto de cães infectados. O sul dos Estados Unidos também combate a dirofilariose há muitos anos.

Porém, assim como outras doenças, a melhor forma de prevenção é evitar o contato com o mosquito. Sem ele, a doença perde seu principal transmissor. Mais um motivo para deixar a casa longe de água parada durante todo o ano.

Precisa de remédio de verme e outros produtos para manter seu filho de quatro patas seguro e saudável? Na Petz você encontra tudo do que necessita, desde repelente de insetos até rações premium! Procure a unidade mais próxima e venha nos fazer uma visita!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *