Gato com vitiligo: saiba mais sobre a doença

Postado por PETZ, em 27/01/2020

Curiosidades
Gato com vitiligo: saiba mais sobre a doença

Ao notar o gato com vitiligo, o tutor pode ficar receoso. Afinal, esse problema de saúde é um tanto raro nos bichanos e ainda gera muitas dúvidas. Será que é uma doença grave? Tem alguma cura? Como a doença acomete os bichanos?

Para responder essas e outras perguntas, o melhor é conhecer o problema. Para isso, consultamos uma veterinária que tirou todas as nossas dúvidas. Continue lendo para aprender como lidar com um gato com vitiligo.

Ah, e ao longo do artigo, você também confere alguns gatinhos com vitiligo em seus perfis no Instagram!

O que é vitiligo?

Algumas das doenças que podem atingir nossos amigos pets são conhecidas por afetar também os humanos. É o caso do vitiligo em animais, uma doença de pele que também atinge pessoas. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o vitiligo atinge cerca de 1% da população.

A Dra. Suelen Silva, médica-veterinária da Petz, afirma que, nos felinos, essa é uma doença de pele considerada rara. A especialista explica um pouco como o problema atua. “O vitiligo é uma doença que causa despigmentação da pele. O pet fica com manchas claras em qualquer parte do corpo”.

Muitas vezes, o vitiligo em gatos é confundido com outros problemas de saúde. A recomendação é buscar um veterinário para um diagnóstico mais preciso.

https://www.instagram.com/p/BzHyMscoOGN/

O que causa o vitiligo em gatos?

O vitiligo animal, por mais que seja um velho conhecido da medicina, é um problema ainda sem causa definida. Estudos indicam que se trata de uma doença autoimune, ou seja, de uma reação do organismo contra ele mesmo.

Alguns fatores genéticos podem influenciar no aparecimento do problema. Entretanto, os cientistas não entendem muito bem quais os genes responsáveis por isso. De acordo com especialistas, condições ambientais como sol e alimentação também podem influenciar no aparecimento da doença.

No caso dessa doença de gato, a Dra. Suelen afirma que também não há uma causa definida, mas já se sabe que a condição é mais comum em gatos siameses.

Como notar um gato com vitiligo?

Perceber que seu gato tem vitiligo não é muito difícil. Com a falta de melanina, os bichanos ficam com os pelos brancos bem perceptíveis. As manchas, no entanto, podem variar de forma.

Em alguns casos, são pequenas manchinhas por todo corpo. Em outros, uma área maior é atingida e vai crescendo com o tempo. De qualquer maneira, apenas um veterinário saberá dizer se seu gato está com a doença. A dica é buscar a ajuda de um especialista assim que notar qualquer variação na pelagem de seu bichano.

Para identificar um gato siamês com vitiligo, leve-o até um médico-veterinário. Apesar de a doença não ser grave, é necessário ter o diagnóstico de um profissional da área para descartar outras doenças de pele.

https://www.instagram.com/p/B60LELcBPyz/

Gato com vitiligo: devo me preocupar?

Se você recebeu o diagnóstico que seu amigo peludo está com vitiligo, não há motivos para preocupações. Conforme explica a Dra. Suelen, essa doença não oferece riscos para a saúde do pet. “É uma questão meramente estética”, explica a veterinária.

A Dra. Suelen reforça, no entanto, que a falta de pigmentação exige alguns cuidados. “Como há a deficiência de melanina, deve-se evitar a exposição excessiva ao sol”, explica a veterinária. Isso porque a melanina, além de pigmentar a pele, tem como função protegê-la dos raios solares.

Sem a melanina, nossos amigos ficam menos protegidos. “E, assim, os raios ultravioletas podem causar queimaduras na pele do pet”, explica a Dra. Suelen. Além de causar irritação, o excesso de sol pode ter consequências mais graves.

“O excesso pode aumentar a chance de alguns tipos de câncer”, complementa a veterinária. Por isso, se você tem um gato com vitiligo, tome cuidado com a exposição ao sol, especialmente nas estações mais quentes.

Como impedir a condição?

Mesmo não sendo uma doença grave, alguns tutores buscam tratar o vitiligo e impedir a progressão da doença. No entanto, conforme explica a Dra. Suelen, não há um consenso sobre como impedir o problema.

“Relatos controversos indicam uma possível melhora com o uso de suplementos vitamínicos e minerais. Mas não é uma cura confirmada. Hoje, não há um tratamento específico que seja comprovadamente eficaz”, diz a médica-veterinária.

https://www.instagram.com/p/B4lQXBTpn1W/

No entanto, especialistas indicam que não há por que tentar combater o vitiligo em gatos, já que a condição não traz consequências graves para seu amigo e pode deixá-lo ainda mais charmoso.

E para manter o bem-estar do seu peludo, conte com a Petz. Aqui, você encontra tudo o que seu bichano precisa, desde alimento até caminhas. Acesse nossa loja virtual ou visite uma de nossas unidades e confira!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *