Luxação em gatos: saiba identificar

Postado por PETZ, em 15/03/2021

Gatos
Luxação em gatos: saiba identificar

A luxação em gatos pode ser difícil de identificar. Como os bichanos não gostam de demonstrar dor, cabe ao tutor ficar atento aos sinais de problema. Por isso, conhecer as causas, sintomas e tratamento dessa condição é muito importante. 

gato deitado no coberto

Assim, você poderá ajudar seu amigo de forma mais eficaz! Se você deseja saber mais sobre luxação em gatos, continue lendo. Elaboramos um guia com tudo sobre o assunto! 

O que é luxação em gatos?

Mas o que é luxação em gatos? Esse é um problema muito comum, principalmente após quedas e choques intensos. 

O Dr. Felipe Gabriel, médico-veterinário da Petz, explica que essa condição ocorre quando o osso sai da sua posição correta. O termo técnico para esse quadro é “perda de congruência articular”. Mas, basicamente, o que ocorre é que o osso “desencaixa” de sua posição, causando muita dor e desconforto. 

O especialista lembra ainda que a luxação pode ser dividida em diferentes graus, dependendo de sua origem e gravidade. As diferenças entre os tipos de luxação em gatos são:

  • Grau 1: o osso fica “frouxo” e, em algumas situações, pode sair do lugar correto, mas volta para a posição normal naturalmente. O veterinário consegue colocá-lo na posição correta apenas manipulando-o;
  • Grau 2: o osso fica saindo e voltando à posição correta de maneira constante, causando muita dor e desconforto. Nesse caso, é possível que o veterinário volte o osso para o local correto, mas o ideal é realizar cirurgia para evitar possíveis complicações;
  • Grau 3: o osso sai do lugar de forma permanente. Apenas o veterinário poderá realocá-lo, através da manipulação;
  • Grau 4: esse é o cenário mais grave. Nele, o osso se desloca de forma permanente, e o veterinário não consegue manipulá-lo para a posição correta. Nesse caso, é necessário uma cirurgia para resolver o problema.

Principais causas da luxação

O Dr. Felipe explica que há dois tipos principais de luxação em gatos: congênitas ou traumáticas. As primeiras são menos comuns e geralmente estão associadas a uma má formação enquanto o pet ainda está no útero. Já as traumáticas estão relacionadas a quedas ou fortes impactos. 

gato com olho arregalado

Os bichanos são conhecidos por sua capacidade atlética. Mas, entre saltos e peripécias, os bigodudos ainda estão sujeitos a acidentes. Por isso, gato com luxação na pata não é tão incomum. De acordo com estudos, as principais causas para luxação são:

  • Quedas de grandes alturas;
  • Acidentes de trânsito;
  • Luxação de patela em gatos (a região do joelho);
  • Brigas;
  • Ser pisado ou atingido por um objeto;
  • Luxação coxofemoral em gatos;
  • Ser puxado pela cauda. 

Como podemos notar, é possível evitar a maioria dos cenários que podem causar luxação em gatos. Para isso, basta ter atenção, fazendo carinho no bichano sempre com cuidado. Além disso, é importante evitar que seu amigo saia de casa com frequência! O acesso à rua é uma das principais causas para doenças nos pets. 

Sintomas da luxação em gatos

Perceber que o bichano está com uma luxação nem sempre é uma tarefa fácil. Isso porque os felinos, na maioria das vezes, não gostam de demonstrar dor ou outros problemas de saúde. A Dra. Renata Brunetto, médica-veterinária da Petz, destaca cinco comportamentos que podem indicar que o bichano está com dor: 

  • Dificuldade de locomoção: a luxação, na maioria das vezes, atinge os membros dos bichanos. Por isso, um gato com dor poderá apresentar dificuldades para se locomover;
  • Inchaço: a luxação, na grande maioria das vezes, está acompanhada de inchaço na região atingida;
  • Sensibilidade ao toque: quem tem um bichano em casa sabe que os felinos gostam de escolher o momento em que vão receber carinho. Entretanto, não é comum que um pet fuja ao toque a todo momento. Se seu amigo é do tipo carinhoso e, de repente, está fugindo dos cafunés, este é um sinal de alerta. Procure um veterinário imediatamente;
  • Apatia: os gatos são conhecidos por seu comportamento curioso e brincalhão. Por isso, fique atento se seu bichano está apático, sem energia e não responde aos estímulos. Na maioria das vezes, a apatia está relacionada a um problema de saúde;
  • Falta de higiene do gatinho: os felinos são conhecidos por sua higiene e autocuidado. Um gato com o pelo sujo e desgrenhado nunca é um bom sinal. Se perceber que seu amigo não está cuidando da própria higiene, busque um veterinário.

Mesmo que você desconfie que seu bichano sofreu algum deslocamento ou luxação, é importante buscar um veterinário para um diagnóstico preciso. Somente o especialista poderá iniciar um tratamento eficiente. 

Diagnóstico e tratamento

Quando você desconfiar que seu filho de quatro patas está sofrendo com uma luxação, é importante buscar ajuda veterinária o mais rápido o possível e não tentar dar nenhum anti-inflamatório para luxação em gatos. Como vimos, a luxação é um deslocamento do osso da sua posição natural. 

Caso o problema não seja resolvido rapidamente, o quadro pode se complicar, levando a uma condição ainda mais grave. O veterinário irá observar as articulações do pet para perceber qualquer inchaço e, além disso, pode ser necessário fazer exames, como raio-x ou ultrassom. O remédio para luxação em gatos vai depender do grau do ferimento. 

gato com rosto escondido

Em alguns casos, o veterinário pode recolocar o osso na posição correta e, após alguns dias, o pet volta à vida normal. Porém, se o problema for mais grave, a intervenção cirúrgica é necessária. Apenas o veterinário poderá determinar o tratamento mais indicado. 

O Centro Veterinário Seres é um projeto da Petz que reúne profissionais capacitados que poderão tratar do seu filho de quatro patas da forma que ele merece! Procure a unidade mais próxima e venha nos fazer uma visita. Ficaremos felizes em ajudar você e seu amigo! 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *