O que lagarto come? A dieta de iguanas e teiús

Postado por PETZ, em Atualizado em Feb 26, 2021

Curiosidades
O que lagarto come? A dieta de iguanas e teiús
Tempo de leitura: 4 minutos

Se você já cogitou ter um amiguinho réptil em casa, sem dúvidas já se questionou em relação a o que lagarto come. Para saber mais sobre esses animaizinhos e seus hábitos alimentares, a Petz preparou um conteúdo especial sobre eles!

Em biologia, o termo “lagarto” se refere às espécies de répteis cujas principais características são corpo coberto por escamas e membros localizados na lateral do corpo. São mais de 3 mil espécies distribuídas pelo mundo, sendo, no Brasil, a iguana e o teiú as duas espécies autorizadas pelo Ibama para criação em cativeiro.

Tendo esse conhecimento em mente, é importante enfatizarmos que cada espécie possui suas particularidades. Portanto, cada uma possui uma alimentação diferente. A seguir, saiba o que os lagartos brasileiros comem!

Hábitos alimentares da iguana

A iguana é uma espécie de lagarto arborícola e herbívora, o que significa que ela obtém seus nutrientes exclusivamente a partir de vegetais. Nesse sentido, é importante saber que a dieta das iguanas não deve ser rica apenas em fibras, nutriente amplamente disponível nos vegetais.

Ela também deve conter quantidades adequadas de proteínas, carboidratos e gorduras, além de micronutrientes, como vitaminas e minerais. Portanto, ao alimentar uma iguana de estimação, é fundamental garantir uma dieta variada. 

Entre as verduras e legumes mais recomendados para iguana, saiba agora o que o lagarto gosta de comer:

  • Alfafa: é rica em carboidratos, fibras e principalmente em proteínas;
  • Folhas de nabo: excelente fonte de proteínas e de micronutrientes importantes, como vitamina C, potássio e magnésio;
  • Folhas de mostarda: ricas em fibras e em antioxidantes, são excelentes fontes das vitaminas A, C, E, K e de vitaminas do complexo B. Também é ótima fonte de minerais, como ferro, cálcio, manganês, fósforo e magnésio.
  • Endívia:  fonte saudável de carboidratos e de fibras alimentares, ainda contém boas doses das vitaminas A, B6, C e D, e de minerais como o ferro e o cálcio.
  • Repolho: fonte razoável de proteínas, carboidratos e de fibra alimentar, possui minerais importantes, como cálcio, ferro e magnésio. 

Devido à dificuldade de proporcionar uma dieta balanceada apenas com ingredientes naturais, é indicado usar alimentos extrusados próprios para iguana. Eles servem de base para a alimentação, o que não quer dizer que você não possa oferecer outros alimentos de vez em quando.

Além dos já citados, você também pode oferecer outros, como salsa, coentro, chicória e acelga; e frutas, como mamão, melão, maçã e kiwi.

Embora não sejam proibidas, algumas verduras e legumes, como couve, brócolis, espinafre e beterraba devem ser oferecidos com moderação. Por serem ricos em oxalato, podem contribuir para problemas no metabolismo destes répteis. 

Hábitos alimentares dos teiús

Muito diferentes das iguanas, os teiús são lagartos capazes de se alimentarem de praticamente tudo. Onívoros, na natureza eles costumam se alimentar de folhas, frutos, insetos, ovos, pequenos roedores e aves. Lembre-se que, em condições adequadas, o teiú cresce bastante, podendo alcançar quase 1,5m de comprimento!

Já em casa, o lagarto come o que lhe for oferecido, basicamente. Assim, a dieta pode ser elaborada à base de rações de qualidade próprias para ele. Porém, é importante complementá-la com outros alimentos, como folhas, frutas e boas fontes de proteína animal, como ovos, carne bovina e presas inteiras, como camundongos. 

Vale destacar que não é recomendado oferecer presas vivas: além de o animalzinho sofrer antes de ser abatido, ele pode acabar machucando o lagarto na tentativa de fuga ou defesa. 

Todos os alimentos oferecidos aos lagartos devem ser de procedência confiável. Além disso, o que os lagartos comem deve estar sempre fresco e muito bem transportado.  Isso garante os cuidados com a saúde do pet.

Mais cuidados com iguanas e teiús

O cuidado em relação a o que o lagarto come melhora a qualidade de vida e a longevidade do pet. Entretanto, é importante que a alimentação do seu animalzinho seja acompanhada de outros cuidados essenciais.

Como os demais répteis, iguanas e teiús são animais exotérmicos, isto é, que regulam sua temperatura interna a partir da temperatura do ambiente. Nesse sentido, cada espécie possui uma faixa de temperatura ótima da qual depende o bom funcionamento de seu organismo. 

Além de se atentar com o que filhote de lagarto come, é preciso tomar cuidado com a temperatura do ambiente. Deixá-la abaixo do ideal provoca um retardo no metabolismo o que, por sua vez, prejudica o desenvolvimento do pet. Já temperaturas muito altas aceleram o metabolismo, o que também é prejudicial. 

Assim, para garantir o bem-estar do lagarto, é essencial mantê-lo num terrário, com controle de fatores ambientais como temperatura e umidade. Lembre-se que o tamanho e o formato do terrário devem ser adequados para cada espécie. No caso das iguanas, o espaço deve ter formato vertical, com tronco para o pet escalar.

Para saber mais sobre os cuidados com lagartos e outras curiosidades em relação a o que o lagarto come, confira outros conteúdos no blog da Petz! Aqui você fica por dentro de tudo em relação ao mundo dos bichinhos de estimação.

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *