Cachorro picado por abelha: saiba o que fazer

Postado por PETZ, em Atualizado em Jan 30, 2020

Bem-Estar
Cachorro picado por abelha: saiba o que fazer
Tempo de leitura: 2 minutos

Em geral, cachorros são pets muito curiosos. Quando estão ao ar livre, é natural que queiram cheirar o ambiente à sua volta. Afinal, essa é uma das principais maneiras que eles têm de reconhecer o mundo. O problema é que isso também contribui para colocá-los em enrascadas, que podem acontecer quando o cachorro é picado por abelha, por exemplo.

E aí, o que fazer nessas situações? É isso que você descobre a seguir!

Afinal, toda picada é perigosa para o cachorro?

Assim como acontece conosco, receber a picada de um inseto nunca é uma experiência agradável. No entanto, em alguns casos, as consequências podem ser mais graves. “Por se tratar de algo doloroso, todos os animais apresentarão desconforto com a picada”, explica a Dra. Larissa Seibt, médica-veterinária da Petz.

A picada de abelha em cachorro é algo sério. “A substância liberada pelos insetos provoca uma reação local que, em alguns animais, torna-se mais exacerbada devido à sua sensibilidade. Isso pode levá-los a um quadro de choque anafilático”, completa a veterinária.

Nesse sentido, a Dra. Larissa destaca três tipos de acidentes com picadas de insetos no cachorro. Um deles é quando o pet recebe uma ou mais picadas e apresenta somente reação local.

Outro é quando o cachorro é mais sensível às toxinas liberadas pelo ferrão. “O terceiro tipo, e talvez o mais grave, é o que decorre de múltiplas picadas de abelha em cães. Os pets podem desenvolver convulsão, coma, e evoluir para óbito por conta da cardiotoxicidade do veneno”, alerta.

Como reconhecer um cachorro picado por abelha

Saber por onde o pet andou e se entrou em contato com insetos é um indício importante de que ele pode ter sido picado por um ou mais insetos. Contudo, há situações em que os cães são picados por abelhas, como dentro de casa. Portanto, fique atento aos seguintes sintomas de picada de abelha:

  • Inchaço no local da picada (geralmente no focinho ou nas patas);
  • Tremores;
  • Febre;
  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Extremidades frias;
  • Dificuldade para respirar,
  • Convulsão.

É importante destacar que os pets não necessariamente apresentam todos esses sintomas. Na verdade, os sinais variam de acordo com a sensibilidade do cachorro e com o número de picadas. Lembrando que, por sua toxicidade múltipla, as abelhas sempre serão perigosas para o animal.

Cachorro deitado na grama com carinha triste

Cachorro picado por abelha: o que fazer?

Suspeita que o pet foi picado por uma abelha? De acordo com a Dra. Larissa Seibt, o primeiro passo é observar a reação do cachorro. “Se perceber que ele está incomodado, procure onde está a lesão e qual é a sua extensão”, orienta.

Em seguida, leve o pet imediatamente ao veterinário, inclusive para a remoção do ferrão. Isso porque, dependendo de como for feita a retirada, existe o risco de espalhar ainda mais a toxina.

Após uma análise do quadro geral, ele poderá fazer a administração de remédios, incluindo anti-histamínicos, e propor o tratamento adequado de acordo com o estado geral do pet.

Gostou de saber mais sobre cachorro picado por abelha? Continue acompanhando nosso blog para mais dicas e informações sobre os pets! Em caso de emergências com o seu amigo, procure a clínica Petz 24 horas mais próxima a você!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *