Doença de gato nos olhos: conheça a toxoplasmose ocular

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 15, 2020

Bem-Estar
Doença de gato nos olhos: conheça a toxoplasmose ocular
Tempo de leitura: 3 minutos

Apesar de fofos, carinhosos e inteligentes, os bichanos muitas vezes sofrem com a fama de egoístas, fato que não condiz com a verdade. E um dos maiores mitos sobre é que eles são os responsáveis pela toxoplasmose ocular, também conhecida como doença de gato nos olhos.

Para acabar de vez com essa lenda, convidamos a médica-veterinária na Petz, Dra. Anna Carolina Massenzi, que nos explicou tudo sobre o assunto. Confira!

O que é a doença de gato nos olhos?

A doença do gato, ou toxoplasmose ocular, é um problema causado pelo protozoário Toxoplasma gondii. Ao contaminar o hospedeiro, esse parasita pode se alojar em diferentes locais, inclusive nos olhos.

Nesse caso, a doença causa lesões no órgão e pode gerar diversas complicações. Por ser considerada perigosa, a toxoplasmose ocular causa muito medo. Mas os bichanos não são os vilões desta história!

Por que o problema é chamado de doença do gato?

A Dra. Anna Carolina explica que os gatos são os hospedeiros definitivos do protozoário. “Isso quer dizer que o parasita se reproduz no organismo do gato e é expelido pelas fezes dele, o que não acontece em animais que não sejam felídeos.”

Estudos mostram, porém, que menos de 15% dos bichanos possuem o parasita e, dos animais contaminados, a maioria mora na rua ou tem acesso a áreas externas.

Ou seja: os pets caseiros dificilmente transmitem toxoplasmose. Pode brincar com seu amigo de quatro patas sem medo!

Transmissão da doença

Se os bichanos não são os temidos transmissores da toxoplasmose, como se dá o contágio? De acordo com estudos, a maioria dos casos ocorre por ingestão dos oocistos do parasita, que podem estar no tecido de bovinos e suínos (as carnes, que fazem parte de nossa dieta) e também em verduras e frutas.

Ou seja: carne crua e vegetais mal lavados oferecem muito mais risco do que os gatos no que diz respeito à toxoplasmose. Já para ser infectado por um felino, você precisa ter contato com as fezes dele e ingerir o oocisto.

Sintomas da doença do gato nos olhos

O protozoário responsável pela toxoplasmose pode se alojar em diferentes partes do corpo, entre elas os olhos. Nesse caso, entre os principais sintomas, podemos citar:

  • Diminuição da visão;
  • Vermelhidão;
  • Fotofobia,
  • Visualização de riscos ou pontos flutuantes.

A doença de gato nos olhos não é muito comum. Entretanto, se não for tratada corretamente pode levar à cegueira. Por isso, se notar qualquer sintoma, procure um médico!

Como saber se o gato está com toxoplasmose

A doença costuma ser assintomática nos bichanos. Ou seja, o animal contaminado não apresentará nenhum sinal. Mas se você tem um gato em casa e está com medo da toxoplasmose, não se preocupe.

Apesar da maioria dos pets domésticos não apresentar o protozoário em seu organismo, é possível identificar a doença através de uma avaliação sorológica com titulação (que mostra se o gato já teve contato com o parasita).

O exame não indica, no entanto, se as fezes estão contaminadas com oocistos, o que é o grande perigo. Porém, uma vez diagnosticada a doença, é possível iniciar o tratamento sob a supervisão do veterinário. Afinal, a toxoplasmose ocular tem cura para os felinos!

Evitando a toxoplasmose

Prevenir é a melhor forma de combater qualquer doença. No caso da doença do olho de gato, algumas medidas simples podem evitar o problema. Lembre-se de que mesmo quem não tem um bichano em casa está sujeito à toxoplasmose, por isso a prevenção é tão importante.

Deixe seu gato dentro de casa. O contato com a rua não só facilita o contágio da toxoplasmose como diminui a expectativa de vida do pet.

  • Troque a areia do gato com frequência;
  • Utilize luvas ao manusear a caixa do gato;
  • Higienize bem frutas e verduras;
  • Evite comer carne crua;
  • Após manusear a carne e outros ingredientes, lave bem as mãos e os utensílios de cozinha.

Além dessas medidas, é sempre recomendado levar seu amigo a visitas regulares ao veterinário. O especialista saberá identificar o início de qualquer problema de saúde e poderá agir com rapidez.

Está precisando levar seu filho de quatro patas para uma consulta? Procure a Petz com clínica veterinária mais próxima de você!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *