Exames veterinários: conheça os principais e entenda a importância deles

Postado por PETZ, em Atualizado em Jun 25, 2021

Cães
Exames veterinários: conheça os principais e entenda a importância deles
Tempo de leitura: 4 minutos

Quando o assunto é a nossa saúde, a orientação é bastante conhecida: devemos realizar check-ups médicos com certa periodicidade. Dessa forma, prevenimos problemas graves. Porém, você sabia que os pets também precisam realizar exames veterinários rotineiramente?

Realizar exames veterinários periódicos é fundamental para a identificação prévia de certas enfermidades. Dessa forma, a saúde do seu pet estará sempre em dia. A seguir, confira quais são os principais exames e qual é a função de cada um deles!

Hemograma

Para que serve: indicar processos inflamatórios e infecciosos, assim como anemias e presença de hemoparasitas, além de evidenciar alterações plaquetárias e sugerir problemas de medula óssea (de produção de células sanguíneas).

Como é feito: por meio de amostra de sangue venoso, geralmente coletado das veias jugulares (no pescoço), cefálicas (na pata da frente) ou safena (na pata de trás). Para esse tipo de exame clínico veterinário, é recomendado jejum prévio de 8 a 12 horas.

Exame de urina

Para que serve: o exame de urina em cães e gatos auxilia no diagnóstico de diabetes e outras doenças endócrinas. Além disso, este procedimento indica a presença de infecção urinária e fornece informações importantes em relação ao funcionamento do rim do animal.

Como é feito: a urina é coletada por meio da sondagem uretral ou da cistocentese (procedimento no qual a urina é retirada diretamente da bexiga, com auxílio de seringa e agulha, que entra pela barriguinha do pet). O ideal é que o animal esteja com a bexiga cheia.

Exame coproparasitológico (exame de fezes)

Para que serve: este exame veterinário serve para detectar a presença de vermes e protozoários causadores de doenças intestinais, como giardíase e isosporose. Assim, seu bichinho ficará livre desses agentes prejudiciais.  

Como é feito: o exame é realizado por meio da coleta de fezes. Geralmente, são solicitadas amostras de diferentes dias para um diagnóstico mais preciso e, consequentemente, para a segurança do pet.

Função hepática

Para que serve: identifica alterações e possíveis doenças no fígado. Sendo assim, está entre os mais importantes cuidados que devemos ter com os animais, uma vez que o bom funcionamento desse órgão é fundamental.  

Como é feito: por meio da análise da amostra de sangue, são avaliadas as concentrações de substâncias ligadas à função do fígado. Assim, medem-se as taxas de albumina (produzida pelo órgão) e determinadas enzimas (comuns no sangue quando as células hepáticas estão lesionadas).

espirro reverso - como proceder

Ultrassonografia abdominal

Para que serve: trata-se de um exame veterinário realizado para investigar alterações nos órgãos e nas glândulas abdominais, como pâncreas, fígado, rins, bexiga, adrenais e intestino. A origem dessas mudanças pode variar, como neoplásica (câncer), inflamatória, infecciosa, etc.

Como é feito: pouco invasivo, o exame só precisa que o pet esteja com a região do abdômen tosada, o que é feito na hora do procedimento. O animal é colocado de barriga para cima, e o veterinário aplica um gel no abdômen dele para facilitar o movimento do transdutor que captará as imagens.

Eletrocardiograma

Para que serve: avalia a condução elétrica do coração, apontando a possível presença de arritmias. Além disso, este exame pode sugerir alterações morfológicas de câmaras cardíacas, cujo diagnóstico deve ser feito por meio do ecocardiograma veterinário.

Como é feito: o animal é deitado de lado e contido na mesa de exame. Em seguida, o médico-veterinário fixa alguns eletrodos no corpo do pet para captar a condução elétrica do coração. Não é preciso preparo, e o animal não leva choque.

Exame sorológico para FIV e FeLV

Para que serve: este é um exame realizado, especificamente, em gatos. O principal intuito é diagnosticar doenças como a AIDS (FIV) e a leucemia (FeLV) felina. 

Como é feito: é recolhida uma amostra do sangue do gato, submetida à busca por antígenos da doença (partes dos vírus) ou anticorpos (reação do organismo às enfermidades). 

Esses são os principais exames feitos em animais de estimação. Entretanto, além deles, outros tipos de procedimentos clínicos podem ser solicitados pelo veterinário. Tudo vai depender de fatores como a idade e o histórico médico do pet.

A importância do histórico do pet

Antes de solicitar os exames veterinários, o especialista precisa checar o histórico do pet. “Quando se tem conhecimento de doenças prévias e dos resultados de exames antigos, é possível solicitar testes mais específicos e direcionar uma investigação mais precisa”. Quem explica isso é a Dra. Camila Sanches, médica-veterinária da Petz.

A especialista ressalta que a raça é outro fator que pode levar o veterinário a solicitar determinados exames. Ela cita que os cães da raça Schnauzer miniatura, por exemplo, têm predisposição à hiperlipidemia primária (altos níveis de gordura no sangue).

Sobre as raças de gatos, a Dra. Camila diz o seguinte: “podem ser solicitados testes genéticos para diagnóstico de doença do rim policístico em Persas e mestiços dessa raça a partir dos dois meses de vida”. 

exames-veterinarios

Esperamos que todas as suas dúvidas sobre os principais tipos de exames veterinários tenham sido respondidas. Se quiser aprender mais, não deixe de continuar explorando o blog Petz. Temos muitos conteúdos bacanas para você por aqui! 

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *