Aguarde...
Carregando...
Ordenar por
Carregando produtos...

Analgésico para Cachorro

Analgésico para cachorro

Um cão com dor apresenta mudanças comportamentais bastante características na maioria das vezes, como ficar inquieto, irritado ou, pelo contrário, ficar apático. O animal também vai uivar e gemer para que seu dono perceba que algo está incomodando. Muitas vezes, o cão pode ficar tão agressivo a ponto de morder seu dono. Esse é outro método para “chamar a atenção”. É muito comum, também, que o cão com dor passe a lamber a região do corpo que está sentindo dor, se for o caso de alguma dor muscular ou nas articulações.

Precisamos estar sempre atentos às mudanças de hábito dos nossos animais de estimação, pois elas podem representar lesões musculares, contusões, infecções e doenças ósseas, como a artrite. Processos cirúrgicos e mudanças repentinas na alimentação são outros casos em que o cachorro pode apresentar dor intensa.

As dores podem ser apresentadas de duas maneiras: crônica ou aguda. A dor crônica persiste por um longo período de tempo, geralmente resistente a muitos tipos de medicamentos, e pode se manter durante toda a vida do pet. Já a dor aguda, resultado de inflamações, lesões de tecidos e outras patologias, geralmente surge de repente.

É sempre importante ressaltar que automedicar seu animal de estimação nunca é uma boa alternativa. Peça sempre a orientação de um veterinário.

Seja uma doença crônica ou uma doença aguda, o cão pode ser gravemente afetado. De qualquer tipo ou causa, é fundamental consultar um profissional assim que observar sinais de dores e as mudanças comportamentais mencionadas. Habitualmente, o veterinário passa um analgésico a fim de amenizar as dores e tratar a doença do pet, se for o caso. Mas o que é um analgésico?

leia mais...

Analgésico para cães

Os analgésicos são medicamentos responsáveis por reduzir ou aliviar dores musculares, infecções e contusões. Uma doença bastante conhecida e comumente aliviada com analgésico é a artrite. Os remédios analgésicos possuem variações, e uns respondem melhor em alguns casos do que outros. 

Muito se fala sobre dar medicamentos usados em humanos para cachorros, mas saiba que sempre os projetados especificamente para cães serão a alternativa mais segura e acertada. O Cataflan, por exemplo, eficiente para dores em humanos, não pode ser dado em nenhuma circunstância para cães, podendo levar o animal a óbito.

Existem, no entanto, alguns analgésicos projetados para humanos permitidos em cães, mas somente um veterinário pode dar essa orientação, pois depende de cada caso e até mesmo da raça do pet.

 

Medicamentos para cães: efeitos colaterais

É fundamental seguir as instruções de um profissional para garantir que o cachorro esteja recebendo a dosagem apropriada do medicamento para seu peso, condição e doença, pois muito embora os analgésicos sejam poderosos contra dores, se não forem utilizados corretamente, podem apresentar efeitos colaterais, como diarreias, vômitos e perda de apetite – em alguns casos, dificuldade de respirar, também.

 

Posso dar dipirona para o meu cachorro?

Um cão pode ser altamente intoxicado por medicamentos projetados para humanos, podendo chegar a óbito. Os remédios proibidos para cães são:

 

- Diclofenaco de potássio (Cataflan);

- Diclofenaco sódico (Voltaren) ;

- Pyridium.

 

Analgésico para cães: consulte sempre seu veterinário

Como com saúde não se brinca, procure sempre consultar um veterinário de confiança para assegurar a seu pet o tratamento mais eficaz e seguro.

fechar...