Aguarde...
Carregando...
Ordenar por
Carregando produtos...

Dermatite Canina

1 2 3 4 5

Dermatite canina

Se seu cachorro está com vermelhidão na pele, queda de pelo e muita coceira, pode ser que seja dermatite. Essa disfunção é muito comum em cães e tem dois principais motivos: alergia ou/e infecção. A dermatite canina, assim como a humana, não é difícil de tratar, mas isso não quer dizer que uma consulta veterinária não seja necessária. Pelo contrário, o profissional é mais capacitado para identificar qual o tipo da dermatite e como tratá-la da maneira mais correta e eficiente.

 

Os sintomas da dermatite são bem dolorosos e devem ser tratados o mais rápido possível. Geralmente, são inchaços vermelhos na pele, inflamação, bolhas, crostas, descamação da pele e queda de pêlo, dependendo do tipo da dermatite.

 

Tipos de dermatite

Existem três tipos de dermatite:

• Alérgica, causada por sensibilidade, alergia, estresse, distúrbios emocionais, umidade e genética;

• Infecciosa, por fungos e bactérias

• Dermatite autoimune. Esse tipo é causado pela reação do próprio organismo do pet, sendo o mais raro dos tipos.

 

O hipertireoidismo, hiperadrenocorticismo e doenças crônicas também podem acarretar na dermatite.

leia mais...

Remédio para dermatite canina

Os pets com pelagem comprida e cheia podem desencadear a dermatite com mais facilidade, pois por falta de cuidado na higiene e escovação, o pelo e pele ficam úmidos e sem ventilação, facilitando o surgimento de bactérias, fungos e outros agentes que ocasionam a dermatite.

 

Existem raças mais propícias a desenvolverem dermatite – algumas justamente pelo tipo e quantidade de pelos na pele do pet. São elas:

• Shih Tzu;

• Pug, Dálmata, Boston Terrier;

• Boxer;

• Labrador

• Golden Retriever

• Pastor Belga, Bulldog Inglês;

• Fox Terrier.

 

Lembrando que essas raças são mais propícias à dermatite. Isso não quer dizer que as outras estão livres desse tipo de enfermidade. Por ter várias causas diferentes, a automedicação – ou seja, medicação caseira e por conta própria – não é recomendada.

 

A dermatite canina, por ter várias causas diferentes (alergia, bactéria, fungo, etc), não deve ser tratada de forma caseira, pois existem pomadas e antibióticos específicos para cada tipo de dermatite.

 

Pomada para dermatite

A aplicação de medicamentos em pomadas ou shampoos terapêuticos geralmente são indicados por médicos veterinários. Em alguns casos mais graves, a medicação oral também será necessária. Mas, vale lembrar, cada tipo de tratamento e produto varia de acordo com o tipo de dermatite – lembrando que existem 3 deles, a alérgica, a infecciosa e a autoimune. Por isso, consulte um profissional. A higiene semanal, tanto do pet quanto do local em que ele vive, também é recomendada para prevenir e tratar a dermatite.

fechar...