Aguarde...
Carregando...
Ordenar por
Carregando produtos...

Gastroenterite Canina

Gastroenterite canina


A gastroenterite, também conhecida como virose de cachorro, é causada por infecções bacterianas, vírus, parasitas e, principalmente, por uma reação do organismo para limpar o sistema digestivo de comidas ou medicações. Esse mecanismo de defesa, entretanto, é caracterizado por dores abdominais, diarreia e vômito, além de outros sintomas que geram bastante dor e desconforto para o cachorro, havendo nos casos mais graves a necessidade de medicações e nos casos menos graves apenas jejum e uma dieta alimentar específica.

O diagnóstico deve ser sempre baseado na avaliação de um veterinário para garantir um tratamento mais seguro e saudável, mas, basicamente, os principais causadores da gastroenterite são:

 

• Infecções sistêmicas;

• Envenenamento (produtos químicos, lixo etc.);

• Problemas hormonais;

• Sensibilidade ou intolerância alimentar a algum tipo de ingrediente.

leia mais...

Virose canina: sintomas

A gastroenterite é simples de diagnosticar e caracterizada majoritariamente por vômitos e diarreias. Em alguns casos, o vômito pode apresentar a coloração amarelada da bile, bem como um aspecto espumoso. A diarreia, por sua vez, é leve e tem coloração clara. Falta de apetite e febre também podem fazer parte do quadro de sintomas do cachorro com diarreia e vômito, além de apatia e depressão.

 

Gastroenterite em cães: como tratar


Nos casos mais simples de gastroenterite, os cães são grandes sábios, pois param de comer imediatamente quando notam alguma diferenciação intestinal, priorizando toda a energia do organismo para digerir o alimento considerado prejudicial. Sendo assim, o cachorro é um animal muito instintivo e utiliza seu mecanismo de defesa para se curar.

 

Alguns cachorros, no entanto, não usam essa intuição e continuam comendo na proporção normal. Para esse tipo de caso é recomendado um período de jejum, geralmente de 24 horas.

 

Lembrando que o jejum só vale para alimentação, sendo a hidratação com água e/ou soro de reidratação oral essencial. Esse jejum é de extrema importância para limpar o sistema digestivo do cão, facilitando sua recuperação.

 

Para os que sofrem de gastroenterite grave, ou seja, aquela que não apresenta melhora em até um dia, é necessário um acompanhamento veterinário imediato. O profissional pode priorizar uma dieta natural e indicar medicamentos via oral, como os antibióticos. Em alguns casos, a administração de remédios via intravenosa é necessária para que os líquidos perdidos sejam repostos.

 

Vale sempre ressaltar que a decisão de administrar qualquer produto deve ser responsabilidade de um especialista. Consulte um médico veterinário para qualquer diagnóstico ou tratamento em seu cachorro.

 

Cachorro com diarreia e vômito: prevenção


A gastroenterite pode ser bastante dolorosa para nossos pets. Por isso, é importante sempre criar hábitos para prevenir essa situação incômoda tanto para o cão quanto para seu dono. Uma dieta balanceada e alguns cuidados são determinantes, como evitar que o cachorro entre em contato com alimentos estragados em latas de lixo e garantir que o local onde ele vive esteja sempre limpo, prevenindo infecções que podem ocasionar gastroenterites. Além disso, deve-se observar todo e qualquer novo comportamento na rotina do cão.

 

E lembre-se: consulte um profissional assim que observar algum dos sintomas citados aqui

fechar...