»
»
»
Pinscher

GUIA DE RAÇAS
Pinscher

Neste guia você vai encontrar:

Energia é o seu sobrenome

CBKC - Grupo 02 (toys)

A disposição que os Pinschers possuem vão contagiar todos ao seu redor.

O Pinscher segue a risca a expressão popular “tamanho não é documento”. Conhecido pela sua energia inesgotável e seu latido, o cãozinho de – no máximo – 30 centímetros, demonstra toda a sua braveza quando percebe algo de errado ao seu redor.

Diferente de outras raças de pequeno porte, o Pinscher é um excelente guardião. Seus grandes olhos escuros estão em alerta a todo momento. Mesmo que seja a escolha de muitos moradores de apartamentos e casas compactas, o pet adora espaço para correr e gastar toda a sua energia.

Condição física

Apesar do tamanho pequeno dos cachorros da raça Pinscher, eles possuem um temperamento marcante: são ousados, corajosos, curiosos e extremamente apegados às pessoas que convivem junto com eles.

Está no DNA do cãozinho não se intimidar em hipótese alguma e, como um grande guardião, sempre está atento para avisar seus tutores sobre qualquer barulho incomum ou até mesmo uma invasão em seu lar.

Expectativa de Vida

Expectativa de Vida do Pinscher

Média de Altura

Média de altura do Pinscher

Média de Peso

Média de peso do Pinscher

Nível de Fofura

Nível de fofura do Pinscher

Características

É adaptável?

Requer atenção?

Apartamento?

Late muito?

Gosta de gatos?

Gosta de crianças?

Gosta de cães?

Precisa exercitar?

É espaçoso?

Fácil tosar?

Problemas saúde?

É inteligente?

Gosta de brincar?

Cai muito pelo?

É sociável?

É amigavel?

É territorialista?

Fácil de treinar?

É cão de guarda?

É friorento?

É calorento?

Destaques e curiosidades

É importante alertar que se um filhote de Pinscher está nos seus planos, não espere sossego. Cãezinhos dessa raça adoram correr por toda a casa, além de latir quando percebem algo diferente — ou seja, sempre!

O temperamento do Pinscher vai variar do treinamento e da socialização que o seu companheiro for submetido desde filhote. Geralmente eles costumam latir para estranhos ou em situações que eles consideram de risco, mas essa é uma característica de cão guardião que ele possui. No fundo eles são amorosos e adoram brincar com os seus tutores.

As telinhas nunca foram o forte do Pinscher. Porém, esse fator não diminuiu nem um pouco a popularidade da raça. O cãozinho está entre as raças favoritas na Europa, Estados Unidos e aqui no Brasil também.

O Pinscher já fazia sucesso há mais de 300 anos. Historiadores encontraram em pinturas do século 17 cãezinhos que se assemelhavam ao Pinscher Miniatura. Já, no século 19, mais pinturas com o pet foram localizadas. Comprovando que seu sucesso é de longa data.

Pinscher guia raças

A História do Pinscher

Origem

Apesar de possuir muitas semelhanças, o Pinscher não é uma miniatura do Doberman, uma vez que o cãozinho é mais velho que seu primo maior. Sem muitos vestígios do seu surgimento, especialistas consideram a Alemanha como país de origem da raça. No início, por conta do seu tamanho compacto, o cãozinho se destacou por ser um exímio caçador de roedores.

Nome de batismo

Extremamente popular na Alemanha antes da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), com o fim da batalha houve uma drástica redução da raça no país. No entanto, a essa altura, alguns criadores norte-americanos já contavam com alguns Min Pins — apelido da raça. No Reino Unido e na França o cãozinho chegou a partir de 1950.

Ofícios

O Pinscher Miniatura era chamado apenas de Pinscher (Toy) na América até em 1972, quando recebeu seu novo nome de batismo – esse que conhecemos hoje em dia. Já, na Alemanha, seu país de origem, o pet é ganhou a alcunha de Zwergpinscher, que significa nada mais, nada menos do que anão mordedor.

O popular

Com muitos seguidores na Europa e nos Estados Unidos, aqui no Brasil a fama do cãozinho não é diferente. Entre os mais populares no país, o Pinscher fica atrás apenas do Shih Tzu e Poodle, completando o ranking das raças favoritas dos brasileiros.

Os descendentes dos Pinscher Miniatura

Destemido, o Pinscher possui muitas características físicas em comum com raças como o Doberman e o Pinscher Alemão. No entanto, para chegar ao tamanho que conhecemos hoje, especialistas apontam um possível cruzamento entre as raças Dachshund e o Greyhound italiano e até mesmo entre um terrier de pelo curto e pequeno porte.

Pinscher guia raças

Características físicas

O Pinscher é reconhecido pelo seu tamanho pequeno e sua pelagem curta, lisa, densa e brilhante. Para evitar a queda de pelos por toda a sua casa, escove diariamente o seu pet com acessórios específicos para a raça. A pelagem pode ser unicolor: vermelho cervo ou vermelho castanho. Ou bicolor: preto e castanho.

Compacto, o Pinscher possui um crânio achatado. A arcada dentária afiada é em formato de tesoura. O focinho, preto, é pontudo. As orelhas são pontudas e dobradas. Os olhos ovais são escuros e sempre em alerta. O cãozinho, em sua vida adulta, pode ter de 25 até 30 centímetros e com o peso entre 4 e 6 quilos.

Conheça rações para Pinscher

Personalidade

O Pinscher é dono de uma personalidade forte. E os cãezinhos dessa raça são conhecidos por serem, principalmente, destemidos e estarem sempre em alerta. Apesar do pouco tamanho, é comum ver o pet partindo para cima de outros cães, quase sempre maiores que eles, quando se sentem ameaçados.

A lealdade ao seu tutor também é outra característica da personalidade marcante desse pequeno cão de guarda. O cãozinho sempre estará como um guardião para tentar protegê-lo — mesmo que você não esteja correndo nenhum risco.

Convivência

A energia presente no Pinscher dá a ele uma expectativa de alta interação com seu tutor. Mas, quando não é correspondido, o cãozinho fica desanimado e um um tanto quanto irritado. Portanto, é muito importante que o tutor dedique um tempo do seu dia para realizar brincadeiras com seu pet!

Já a interação com outras raças ou outras espécies de animais, como gatos, não é o ponto forte do Pinscher. Para que o tutor não tenha problemas de convivência com seus cãezinhos e os outros pets, é muito importante existir uma interação desde filhote.

Socialização

Assim como a relação com outros pets, à primeira vista, o Pinscher não se mostra tão amigável com estranhos ou crianças. Porém, não há segredo. Com uma socialização do cãozinho desde cedo, essa questão será resolvida rapidamente.

Muito brincalhão, realizar diversas brincadeiras com o pet pode ser uma das formas mais simples de socialização do animal com outras pessoas. Caso o seu cãozinho apresente dificuldades, é importante contar com um profissional para auxiliar no treinamento de interação.

Saúde e Bem-estar

Escovação dos pelos

Escovar os pelos algumas vezes na semana será uma tarefa fácil para o tutor do Pinscher. Sua pelagem curta e brilhosa não exige muitos esforços, porém a escovação se mostra necessária para que sua casa não fique cheia de pelos. Isso porque é comum a queda de pelagem no cãozinho, principalmente, em épocas de troca.

Para auxiliar nesse processo, utilize as escovinhas específicas para essa tarefa. Aqui mesmo no Pet Shop on-line da Petz você encontra os melhores modelos para o seu pet.

Escovação dos Pelos do Pinscher

Higiene

Alguns cuidados são necessários para uma boa higiene do Pinscher. Quando for dar banho no cãozinho, opte sempre por itens específicos para cachorros. O uso de produtos de humanos possuem substâncias que não são benéficas para a saúde do pet.

É importante que os itens do cachorro, como a casinha ou sua caixa de transporte, sejam limpos. O tutor também deve estar atento à higienização de outros acessórios como os lençóis favoritos do cãozinho e brinquedos de pelúcia, que sujam com o tempo.

Lembre-se também de escovar os pequenos dentinhos do Pinscher. Esse processo irá proteger a saúde bucal do animal e mantê-lo saudável. Caso tenha dúvidas de como realizar essa tarefa e de quais produtos utilizar, é legal consultar o médico veterinário responsável pela saúde do seu cãozinho.

Outro processo para se atentar na higiene do animal é com relação as unhas. É ideal que o tutor repare no tamanho das unhas do pequeno e corte sempre que preciso para que o cãozinho não se machuque sozinho ao se coçar.

Cuidados com a saúde do Pinscher

Os animais, assim como os humanos, podem contar com problemas de saúde. Para que isso não ocorra com o seu pet, é ideal visitar regularmente um especialista e ficar atento nos problemas de saúde que geralmente afetam a raça.

No caso do Pinscher, todo o seu vigor dá ao cãozinho um status de animal extremamente saudável. Porém, o problema mais comum nesses pets ocorre também em cães menores de outras raças: a luxação patelar, causada quando a patela não está alinhada e gera dificuldade para o pet caminhar. No tratamento pode ser necessário a realização de cirurgia para a correção.

Escovação dos Pelos do Pinscher

Alimentação

Por ser um animal extremamente agitado, é fundamental o tutor se preocupar com a alimentação do seu Pinscher para que ele tenha refeições saudáveis e possa repor suas energias diariamente.

Para isso, descubra aqui na Petz qual a melhor ração para Pinscher. Contamos com parceiros que oferecem rações saborosas e saudáveis para todas as idades e condições do seu cãozinho.

Acompanhamento

O acompanhamento veterinário é fundamental para que seu cãozinho cresça saudável e feliz. O especialista irá te auxiliar em possíveis problemas que apareçam durante a vida do pet e recomendar alimentos mais nutritivos e ideais para o seu Pinscher.

Mesmo que, aparentemente, seu companheiro não apresente problemas, é importante visitar periodicamente o profissional para que ele faça avaliações e, se necessário, indique mudanças na rotina do pet.

Filhotes

Filhotes

Desde filhotes os cãozinhos já são ativos e precisam gastar toda a energia que possuem. No entanto, o tutor precisa estar atento para que esses pequeninos não se machuquem enquanto estão se divertindo.

Além disso, o seu tamanho, quando filhote, exige atenção redobrada do seu tutor para que ele não escape por qualquer brecha que encontrar!

Dicas de adestramento

É extremamente importante o tutor iniciar o processo de adestramento do seu Pinscher ainda filhote. Por ser um cãozinho valente, mesmo que pequeno, ensiná-lo a se socializar com outras raças poderá evitar futuros conflitos ao pet.

As recompensas dadas aos animais durante esse processo não podem ser exageradas. Nessa fase, é recomendável contratar um profissional para que atue, junto com o tutor, para que o cãozinho se torne obediente.

Durante o adestramento, é muito comum a utilização de brinquedos interativos para ajudar. Escolha itens que simulem uma forma de jogo para o cãozinho. Para que o cãozinho aprenda truques como dar a patinha, rolar ou sentar quando o tutor pedir, o uso de petiscos — sem exagerar — é uma forma de recompensá-lo.

Tudo sobre Pinscher Miniatura você encontra na Petz!

A Petz será sua principal aliada no momento de escolha do seu cãozinho. Além de todas as dicas e informações sobre as raças, você encontrará em nosso Pet Shop on-line todos os artigos necessários desde o recebimento aos cuidados no crescimento do pet.

Antes mesmo da chegada do Pinscher, é importante o tutor adiantar acessórios como o bebedouro e o comedouro do cãozinho no cantinho permanente para ajudar na adaptação e, claro, a caminha ideal para as noites de sono do seu companheiro. Confira todas as nossas ofertas imperdíveis!

Produtos mais comprados para o Pinscher

tapete higiênico supersecão petz
Super Secão
Comprar
Bravecto petz
Bravecto
Comprar
Royal Canin petz
Royal Canin
Comprar
Pedigree Dentastix Petz
Petisco Pedigree
Comprar

Raças relacionadas

Pesquisa - Qual o seu pet?

Nome:
E-mail:
Cachorro
Gato
Outros